Samambaia não é uma planta cafona, querido!

Não sei se você sabe, eu não sabia: samambaias fazem parte das plantas mais antigas do planeta Terra, junto com liquens, musgos e fungos. São plantas que não produzem sementes nem flores, preferem luz indireta e não suportam o frio. Dia desses aqui em casa, olhávamos alguns ganchos pendurados na sacada quando eu suspirei e falei em voz alta:
– Ah, uma samambaia ficaria linda aqui…

assustado-gifSAMAMBAIA?!!

Sim, esta foi a reação do meu marido, que veio acompanhada de uma risadinha irônica e uma frase com tom de assunto encerrado.

giphyQUE COISA MAIS CAFONA!!!

bento1124CHICO TEM RAZÃO

manaBENTO SEMPRE DÁ RAZÃO PARA O CHICO

Nos meus tempos de adolescente morando na casa dos pais, lá pelos idos anos 1980, samambaia era o que havia de lindo. Tínhamos samambaia por tudo. Assim como as raças de cachorro Dobermann e Fila, que aos poucos foram desaparecendo, as samambaias também foram sendo substituídas por ráfias, podocarpos e afins. Puro modismo. De uns tempos pra cá, com essa história de revival disso, revival daquilo e toda essa ode à moda aos anos 1980 e 1990, voltou-se a falar em samambaias.

bento1125SÓ ELA VOLTOU A FALAR

woman-gif-brabaDORME UM POUCO, QUERIDO

Continuando sobre samambaias: tenho observado que elas voltaram com tudo na decoração e dão frescor e leveza ao ambiente. Não, eu nunca achei samambaia cafona nem nunca vou achar.

bento clássicaO CHICO ACHA

O Chico está quase pensando diferente. Todos os dias, tento provar por A mais B para meu respectivo e atencioso marido, mostrando fotos de casas lindamente enfeitadas com samambaias, como ele ainda tem uma ideia ultrapassada e equivocada da planta. Inclusive, recentemente, estivemos em uma lindíssima, elegante e refinada festa de casamento, no majestoso Palácio Tangará, em São Paulo, e o que havia embaixo das mesas como decoração? SAMAMBAIAS!

Portanto, venho na Coluna da Mari deste fim de semana dividir essa ideia de decoração com vocês (já que aqui em casa ando sofrendo um certo veto a respeito do assunto).

Espia só!

samambaia via parisians-em-polkadotsÉ assim que eu lembro delas na casa dos meus pais, penduradas pelos tetos e telhadinhos. Vai dizer que não dá um ar de aconchego e de casa de campo? Não sei de onde a cafonice!

samambaiaOlha a graça das plantas decorando a prateleira superior desta estante e trazendo todo um ar tropical à sala de estar

samabIdeia que está super em voga nas festas e recepções: samambaias embaixo das mesas

samabaOlha que lindo samambaias neste loft! Uma parede separa o ambiente de estar do banheiro – e a parede ao lado da banheira é pura samambaia!

samab1Até como decoração de mesa funciona. Basta uns galho em cachepôs de vidro ou caixas de madeira. Melhor custo-benefício impossível!

samamb5
Em outra versão, agora como planta em vaso mesmo, sem estar suspensa. Não dá vida ao ambiente? Dá ou não dá?!!

Mulher com alface na bocaPOSSO COMPRAR UMA SAMAMBAIA OU CONTINUA DIFÍCIL?

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

9 Comentários
  1. Deve! Mais uma vez lembro da casa da vó em Bagé, antiga, enorme, com um corredor de janelinhas pequenas e envidraçadas repleto de samambaias. Vou providenciar uma para mim também! Tu é demais Mariana!

  2. Oi Mariana!! Que bom que tu não acha brega a samambaia!!! Eu também adoro!!! Me traz recordações ótimas da casa da minha vó, sem falar que eu tenho uma forte tendência em imaginar a samambaia pra tudo, tipo assim: pensei em colocar um verde em tal lugar = samambaia!!! Mas sinto um certo preconceito das pessoas, parece que só serve pra casa da vó mesmo…agora vou começar a me impor! E pras situações embaraçosas: cara de samambaia! beijoo

  3. Tinha sempre em minha casa, agora as mantenho no sitio, mas continuam lindas são de metro, ja fui até chamado de cafona por mante-las, mas continuo firme cuidando delas, abraços

  4. Samambaias são legais. Minha mãe também as tinha em casa, várias, nos potes mais diversos, inclusive nuns suportes que iam do chão ao teto da casa. São plantas bonitas, que embelezam a casa e não exigem muitos cuidados.

    Sem contar que dá pra fazer um xixi bem legal no xaxim, né Bento?

  5. Mas é pra ontem Mariana, toda planta é sempre bem vinda, coloca uma aí sim.
    Seja ela “fora de moda” ou não, eu mesma tenho uma na minha sala e já que até planta tem que entrar na moda, misturei o moderno e o vintage, pois tenho uma samambaia pendurada no alto e uma ráfia bem embaixo. As duas ficam muito bem juntas!

  6. Ontem fui destinada a comprar uma samambaia Para minha casa. Só desisti porque o vendedor me lembrou que caem muitas folhas e faz uma sujeira danada. Como era para dentro do ap, escolhi outra planta. Dica então para a pouca praticidade dependendo do local. Mas continuo adotando.

  7. Mesmo estando em moda e teus argumentos,continuo achando samambaia cafona.Deus me livre!Questão de gosto.Detesto.Nos anos 80 já tive,por escolha de meu ex.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Penteados e escovados para a primeira de muitas noites de autógrafos de Vida Peregrina, que me levaria à lista dos livros mais vendidos do país e confirmaria Bentolino como um dos personagens mais importantes da minha existência como escritora. Seis anos hoje. Saudade, Xerife. ❤️🐶📘 #tbt #2013 #vidaperegrina #livromarikalil
  • Éramos uma família de bageenses morando no Rio e nossa família multiplicava-se com mais bageenses que chegavam no Carnaval. Tudo começava ao cair do sol com um primeiro chope para brindar a união e terminava com corpos ao mar pra curar o ressacão. Lembrança do nosso primeiro bailinho em que eu me retorci para entrar em uma fantasia de odalisca tamanho 14 comprada em uma loja infantil de Ipanema. É que ainda estava borracha da noite anterior. Borrachos entendem. 🍺
Casa da @renatabrasilvidal e do @marcelogoskes; Rio de Janeiro, Carnaval 2006. #tbt
  • Ter o privilégio de passar horas e horas conhecendo muitas das minhas perseguidoras faz a gente mais feliz. Ser recebida com carinho pelo @centrocarinaborges, que abriu suas portas para este momento tão especial de beleza e amizade faz a gente mais feliz. Poder oferecer a excelência dos produtos da @farmathuia para as amigas da Mari faz a gente mais feliz. Servir os melhores quitutes fit da @feeljoy.com.br e a delícia do capuccino proteico do @mundoverdeiguatemipoa faz a gente mais feliz. Rodopiar com um vestido de seda floral da @boutiquemariahelena capaz de traduzir com maestria meu estado de espírito faz a gente mais feliz. Felicidade é encontrar alegria na alegria dos outros; felicidade é a certeza de que a nossa vida não está se passando inutilmente. Obrigada a todas que hoje fizeram meu dia muito, muito mais feliz! ✨🙏🏻❤️
  • Quem nunca aplicou uma dessas?! 👆🏻
  • Me diga se pode existir desgraceira maior do que chegar ao vestiário de natação molhada em cima de um par de chinelos molhados, com o cabelo todo desgrenhado, com o rosto todo marcado dos óculos e ainda ter que pegar a sacola, botar a sacola em cima de um banco, abrir a sacola, retirar os saquinhos plásticos para guardar o maiô encharcado junto com a touca e o óculos, pegar a nécessaire, sair equilibrando toalha, xampu, sabonete e condicionador até o box, sempre pisando naquele chinelo nojento molhado, tomar banho na companhia de fios de cabelos de terceiros, recolher sabonete, condicionador e xampu, secar um por um com a toalha, se enrolar na tolha, voltar pingando até o armário em cima daquele chinelo nojento molhado, abrir o armário, abrir a sacola, guardar o xampu, o condicionador e o sabonete dentro da nécessaire, retirar o pente, desembaraçar o cabelo cuidando para não deixar fios caírem no chão, passar hidratante na volta dos olhos, sérum facial, creme com proteção solar, hidratante corporal, vestir a roupa toda amassada dentro da sacola, sentar no banco com o pé ainda molhado em cima daquele chinelo nojento com fio de cabelo de terceiros grudados na sola, secar dedinho por dedinho, colocar o sapato, secar o chinelo, ensacar o chinelo e terminar a maratona botando os bofes para fora do calorão que sai daquela quantidade de chuveiros quentes e secadores ligados. 
Me diga: pode existir desgraceira maior?!
  • Tenha coragem para as grandes adversidades da vida e paciência para as pequenas, e quando tiver cumprido laboriosamente sua tarefa diária vá dormir em paz. Deus está acordado. (Victor Hugo).