Scarpin V-neck: lançado pela Céline e com recorte em V, ele é o novo dono do pedaço!

Os créditos devem ser dados todos para a grife Céline. Coube a ela criar uma nova versão de scarpin que não vai virar febre: já virou! Original e cópias de redes de fast fashion já estão espalhadas pelas ruas. O nome dele é  V-neck: mantém o bico fino do scarpin tradicional, apresenta salto médio, recorte em V e modelagem ligeiramente abotinada.

celine-v-neckSCARPIN V-NECK CÉLINE: REPRODUÇÕES MUNDO AFORA
No site da grife, ele é vendido por 680 euros (cerca de R$ 2,8 mil). Na Europa, muitas marcas já trabalham na criação de suas próprias versões.

v-neck2O CHARME É DEIXÁ-LO À MOSTRA
V-neck tem sido usado com várias peças de roupa, de calças a saias e vestidos. O interessante é sempre permitir que se veja o scarpin em todos os seus detalhes, seja com a barra mais curta ou mesmo dobrada.

v-neck4SALTO MAIS ALTO
Esta versão aposta numa altura um pouco maior. De novo, a barra da calça mais curta permite que o V-neck seja protagonista.

v-neck3MAIS CONFORTO
Como tem um shape mais abotinado do que o scarpin tradicional, o V-neck tende a ser mais confortável e também passa uma ideia de look mais esportivo.

v-neck1TRÊS VERSÕES DE UM SAPATO VERSÁTIL
Na primeira foto, modelo verde em camurça usado com saia mídi; ao centro, animal print com jeans boyfriend; à direita, com macacão e barra dobrada.

V-neckSCARPIN V-NECK: O NOVO DONO DO PEDAÇO
A popularidade está tão em alta que mules e sapatilhas também estão ganhando modelagem com recorte em V.

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do site MK e colunista do programa Band Mulher e da rádio Band News FM. É também autora dos livros "Peregrina de Araque (2011), "Vida Peregrina (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona.

2 Comentários
  1. Adorei! principalmente os de salto mais baixo, por seremmais confortáveis – mas os altos também são demais!
    Em formato V deixam o pé menos a mostra que os sapatos bem”decotados” e ficam bem elegantes!

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Ensalada de Durazno: pêssego queimado, folhas verdes, queijo de cabra, pistache, cebola roxa e um molho vinagrete indescritível. Autor: @francismallmann @restaurantegarzon 👌🏻♥️🇺🇾
  • Leva um tempo até a gente perceber que por trás da figura de mãe existe também uma mulher como nós. Com gostos, desejos, anseios, vontades, expectativas, decepções. Não dizem que são nas viagens que a gente conhece profundamente a essência dos amores e amigos? Pois viagens também contribuem para aproximar mães e filhas no papel de duas mulheres adultas e companheiras. Em nossas viagens, mãe e eu convivemos com nossas imperfeições e fizemos mútuas descobertas – das profundas às mais comezinhas. Ela bebe pouca água; eu vivo com uma garrafa na mão. Ela critica a minha garrafa; eu critico a falta de água no organismo dela. Ela já planeja a Páscoa do ano que vem; eu ainda nem cheguei no próximo Natal. Ela não compreende a minha falta de planos; eu não entendo a ansiedade dela. Ela pensa em voz alta; eu reflito em silêncio. Ela diz pra eu falar alguma coisa; eu suplico que ela cale a boca por cinco minutos. Ela prefere o sol do meio-dia; eu prefiro o ar-condicionado. Ela diz que estou branca feito um bicho da goiaba; eu respondo que ela está laranja feito um nacho de Doritos. Agora estamos de novo aqui, juntas, em viagem, sentadas na grama da praça de José Ignacio. Que bom, né, mãe? Que bom que a vida nos concedeu este prazo para descobrir ainda a tempo o privilégio de passearmos juntas por aí e explorar como adultas esta delicada amizade — e o que existe de melhor em cada uma de nós. ♥️ #amordemãe #amordefilha #viajecomsuamãe
  • Né?! 👌🏻
  • Início de namoro no balanço. Fazenda Tapera, Santo Augusto, RS. Junho 2007. #tbt #valentinesday2019 ♥️
  • Uma tarde em família descobrindo @pueblogarzon e as maravilhas da cozinha do @restaurantegarzon do super chef @francismallmann 👌🏻🇺🇾🐶 #uruguay #poraí #francismallmann
  • “Não existe uma raça superior. Tem tanto valor um porteiro quanto um médico, porque cada um desempenha o seu trabalho com dignidade e cada um é importante para toda a sociedade. Nós não vamos acabar com os problemas sociais enquanto não mudarmos nossas cabeças e exigirmos dos que estão acima de nós o respeito que o povo tem que ter e merece ter. Tem que nos dar respeito, e não caridade pública, mas respeito”. Dona Mercedes, mãe de Ricardo Boechat. A fruta não cai longe do pé. 🖤 #rip #ricardoboechat