Só podia ser coisa da Daniellen

Pobre bicho é assim. Pobre bicho como a Mariana fica aqui, tentando trabalhar, tentando atender telefone, editar páginas de Donna e responder e-mails, mais ou menos tudo-ao-mesmo-tempo-aqui-e-agora , enquanto as amigas ficam torpedeando o smartphone do pobre bicho.

Uma luz acende na tela do meu telefone agora há pouco e aparece a seguinte foto.

brinco longe

Sem entender nada, pego o celular para ver mais de perto do que se trata – e outra imagem é enviada.

Olha!

brinco

E agora vem acompanhada da pergunta:
– Que tal para a coleção?

Woman looking crazy.SÓ PODIA SER A DANI

Desde que inventei a brincadeira de postar o “máxibrinco do dia” no Instagram, como contei aqui no blog no post Próxima Encomenda: Quatro Máxibrincos, me tornei a pessoa mais lembrada por todas aquelas outras que se vêem diante de um par de máxibrincos.

Woman looking crazy.COMO A DANIELLEN

Minha querida amiga Dani não se chama Daniellen, mas Daniela. É que gosto de terminar com “ellen” os nomes de algumas amigas. A Tati Tavares, por exemplo, é a Tatiellen. A Daniellen, ou melhor, a Daniela, é a Dani Neuls, a dona de uma das lojas de moda feminina mais linda de Porto Alegre, com uma curadoria de encher os olhos. Não é porque é minha amiga do coração. A Dani tem um gosto incrível, e o que ela fala eu obedeço.

– Usa calça de alfaiataria com tênis. Mari!
– Sim, Daniellen

– Usa saia mídi, Mari!
– Como não, Daniellen!

oculosLEMBRAM DO ÓCULOS QUE ME DEI DE PRESENTE?

Woman looking crazy.COISA DA DANIELLEN

Comprei na loja da Dani, a Maria Helena, que fica ali na Padre Chagas quase esquina com a Olavo Barreto Viana. Pois bem, a foto do brinco azul que resultou em todo esse blablablá foi tirada pela Daniellen na loja da Fatima Mello, que também fica ali na Padre Chagas e é uma das lojas de acessórios mais legais da cidade.

– Custa R$ 165,00. É da Fátima Melo. Quer que eu pague e tu me paga? Tem verde e vermelho também, mas amei o azul. Com jeans é fácil – escreveu a Daniellen.

03-por-ai-mulher-gritando5VOU TE MATAR, DANIELLEN!!

– É brincadeira.. – comecei a me lamuriar. – A pessoa está aqui trabalhando para não gastar e as amigas saem pela cidade fazendo compras pela gente.

Terminei o torpedo com a seguintes palavras:

Feminine-1st-ShameCOMBINADO…

criança chorando1PODE PAGAR QUE EU TE PAGO…

Woman looking crazy.E TE PEGO NA ESQUINA, DANIELLEN

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.
  1. Hahahhahahahahaha que figura que tu es Mariana! Representa a maioria de nos mulheres!
    Adoro teus posts de feminices! Estou no Canada e vou aproveitar cada dica de produtos hahahaha
    Beijos

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.