Três plantas que trazem energia e bem-estar ao nosso dia a dia

Ainda que muitas pessoas estejam cada vez mais afastadas do que é natural, somos todos seres naturais e conectados aos ciclos da natureza. Esta é a máxima que rege o trabalho de Patrícia Cândido e Bruno Gimenes, terapeutas holísticos desenvolvedores da Fitoenergética, sistema natural de cura, equilíbrio e elevação de consciência por meio da energia das plantas.

O conceito foi desenvolvido por meio de pesquisas que utilizaram a Bioeletrografia – técnica de fotografia do campo energético, desenvolvida desde 1906 a partir dos estudos do cientista Roberto Landell de Moura – para analisar o padrão energético do indivíduo após o uso de compostos fitoenergéticos.

Este conceito de uso da energia das plantas garante formas de ajudar a controlar as emoções e pensamentos responsáveis por causar doenças. Explica Bruno:

– A Fitoenergética é uma terapia que proporciona a elevação da consciência e do discernimento, estimulando profundos sentimentos antiegoísmo, e capaz de gerar influência sobre a anatomia sutil dos seres vivos, agindo nas causas geradoras das doenças.

luzdaserra_publicacoes_02092014092531LIVRO ESCRITO POR BRUNO GIMENES SOBRE O TEMA

No Brasil, sabemos que o uso de plantas na busca por melhorias na saúde faz parte da cultura: uma pesquisa da Universidade Federal do Amazonas indicou que 97,7% dos entrevistados utilizam plantas para fins medicinais regularmente. Desta forma, os especialistas indicam o uso de três plantas que trazem mais bem-estar para a rotina – e explicam como elas podem auxiliar nas mudanças e transformações, baseados nos conceitos da Fitoenergética.

alecrimALECRIM: AJUDA NA LIBERAÇÃO DE MEDOS E TRAUMAS

O Alecrim permite acessar os registros da alma, conforme explica Patrícia. “Ele libera traumas, medos e outros aspectos negativos que estão adormecidos”, diz, destacando que, a partir desta liberação, a erva gera vontade de mudar e conhecer o novo. “Esta planta também incentiva a pessoa a ter sabedoria para viver e amar, e pode ser utilizada em forma de chá ou de tempero, por exemplo”.

cravo-2CRAVO DA ÍNDIA: BOM PARA ESTIMULAR A CONCENTRAÇÃO

A Fitoenergética mostra que o Cravo da Índia estimula a concentração e aumenta a capacidade de concentrar energia para materializar sonhos quando usada em forma de infusão ou tempero. “Ele abre a mente para enxergar o todo, estabilizando-a e estimulando a busca interna de respostas para as suas dúvidas”, explica Bruno Gimenes. Segundo o especialista, o cravo gera clareza nos pensamentos e aguça o senso de observação.

cha-dente-leao-emagrece-desintoxica-organismo-1DENTE-DE-LEÃO: SEGUNDO A FITOENERGÉTICA, ELEVA A AUTOESTIMA

Famoso por crescer facilmente em diversos locais e ser atrativo quando suas sementes podem ser sopradas ao vento, o Dente-de-leão estimula as pessoas a agarrarem as oportunidades da vida. “Consumir em forma de chá, por exemplo, nos ajuda a encontrar felicidade naquilo que temos e no que somos”, destaca Patrícia. Bruno lembra que esta planta medicinal ajuda a valorizar tudo e todos, elevando a autoestima e gerando mais humildade e gratidão. Conhecida por diversos nomes na cultura popular, a planta também favorece o viver de forma simples e sem complicações, explicam os especialistas.

mixed-organza-setSACHÊS DE ERVAS: ÓTIMO ALIADO PARA UMA NOITE DE SONO

Patrícia destaca que há várias formas de aplicar a Fitoenergética. Ensina ela:

– A maioria se baseia no conceito do chá ou da infusão, que pode ser bebido ou aplicado em uma região por meio de sprays ou compressas. Também é sempre possível utilizar as plantas em sucos feitos na hora, saladas, temperos, ou sachês de tecidos que podem ser inalados quando colocados em uma fronha de travesseiro, por exemplo.

+PRI GUIMARÃES: Alecrim: da cosmética à mesa, as maravilhas e benefícios da planta

Para quem tem problemas para dormir, utilizar um sachê com ervas, que pode ser feito em casa, é uma das soluções mais recomendadas. A receita é muito simples. Se não tiver as ervas plantadas em casa, basta adquiri-las em uma loja de produtos naturais. Então, acomodá-las dentro de uma gaze, amarrar com um cordão e depositar dentro da fronha do travesseiro. Sabe esses saquinhos de organza próprios de bijuterias? Também são ótimos para armazenar as ervas. Tenha sempre em mente: quanto maior o sachê, maior também a intensidade do aroma.

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do site MK e colunista do programa Band Mulher e da rádio Band News FM. É também autora dos livros "Peregrina de Araque (2011), "Vida Peregrina (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Muito havia ouvido falar de que filhos de nossas irmãs são nossos filhos também. Mas a teoria sempre só faz sentido quando a realidade se confirma. Quando João Benício nasceu, me tornei tia – e ser tia é o maior presente que um irmão e uma irmã podem nos dar. Ser tia é descobrir a maternidade de outra forma, é descobrir um amor que não sabíamos que existia. Quando me tornei tia, passei a enxergar as crianças sob outra ótica, com mais ternura e paciência. Passei a entender também a falta de paciência das mães em muitos momentos. Quando me tornei tia, passei a sentir mais saudade, passei a beijar e a abraçar mais. Passei a me preocupar mais com a humanidade, com o futuro, com o legado das pessoas e das coisas. Quando João nasceu, me tornei um ser humano melhor. Ser tia é amar profundamente uma pessoa que parece ter saído de dentro de nós. É encontrar tempo onde antes só havia falta de tempo. É segurar no colo, é não sentir dor no braço, é aguentar sem reclamar a dor nas costas. É deixar a garrafa de vinho e o Netflix de lado numa sexta-feira à noite para deitar ao lado de quem insiste em se manter acordado. Tias também são mães, são capazes de amar como mães. Tias são a segurança das mães de que, em qualquer ausência delas, amor é o que jamais faltará. Porto Alegre, agosto de 2015. #joãobenicio #amordatia #amordadinda
  • Gula é o desejo insaciável, além do necessário, em geral por comida, bebida. Pecado capital, viu Gorda?
  • Abdominal, substantivo masculino. Preguiça, substantivo feminino. #chico #gorda
  • Observe os seus pensamentos, eles se transformam em palavras. Observe suas palavras, elas se transformam em ações. Observe suas ações, elas viram seus hábitos. Observe seus hábitos, pois eles se transformam em seu caráter. Observe seu caráter, pois ele se torna o seu destino. 🙌🏻♥️🙏🏻 Lao Tzu, filósofo e escritor da Antiga China, fundador do taoismo filosófico e religioso.
  • “Nunca estou mais acompanhado do que quando estou sozinho.” Carlos Drummond de Andrade. 🙌🏻
  • Durante anos e anos e anos que somam mais de uma década, essa foi nossa história: de aeroportos em aeroportos, nos mudamos 12 vezes de casa. Cruzamos estados, fronteiras, oceanos. Como escreveu Machado de Assis, “felizes os cães, que pelo faro descobrem os amigos”. Feliz de mim, que pelo faro também te descobri, Bentolino. E lá se vão 18 anos de jornada. 🙌🏻🐶♥️ Rio de Janeiro, 2012. #tbt #bento #xerife #companheirodejornada