Economize tempo e dinheiro e seja o CEO da sua própria vida

É com muita frequência que vejo pessoas que se dedicam com força às empresas onde trabalham, ao negócio no qual são sócios ou proprietários. O problema é que não são felizes, não sentem-se realizados pessoalmente e profissionalmente. Pior é quando, depois de tanto tempo, são surpreendidos por uma demissão ou com a falência do empreendimento.

Uma pesquisa recente aponta que menos de um terço das pessoas empregadas estão infelizes no trabalho, a chamada “epidemia do desengajamento”.

Aí, quando olham pra trás, percebem quanto tempo perderam por cuidarem mais do patrimônio dos outros do que o deles mesmo. Muita gente ainda pensa que o cargo que ocupa é seguro, que a crise na economia vai passar logo, e que o fantasma da demissão só aparece nos sonhos dos outros.

Já vi muita gente demitida e completamente perdida, sem saber como procurar emprego porque apenas ocupou seus dias cumprindo horas de trabalho. Não se qualificaram, não se interessaram por uma nova atividade, não estudaram. Esses demoram mais que a média para conseguir um emprego e, quando conseguem, não recebem mais do que no anterior.

ddb9e7_8c98591fab9d4274b49439d29dd88a41mv2

O mercado de trabalho é dinâmico. As pessoas devem saber tirar proveito do que fazem de melhor para se tornarem mais competitivas. Pessoas fazem negócios com pessoas o tempo todo. Quem não for lembrado pelo que faz bem, pela diferença que faz na vida das pessoas, pela emoção que passa, tem menos chance de ser escolhido para uma promoção ou pelo cliente.

É preciso tirar da bagagem nossa melhor roupagem e usá-la a nosso favor todos os dias. Todos nós temos alguma coisa que sabemos fazer muito bem. Essa, pode apostar, pode ser a chave para o caminho do sucesso que tanta gente procura fora de si.

O personal branding faz justamente isso. Ajuda a descobrir o brilho muitas vezes escondido sob mantos usados como escudo de proteção. Traz à tona o que as pessoas fazem de melhor, ajuda a objetivar planos e traça estratégias de ação. Quem não se posiciona como CEO de si mesmo fica pra trás na selva do mercado.

Compartilhar
Luciane Bemfica

Luciane Bemfica

Luciane Bemfica é jornalista no mundo corporativo que foi escolhida pela profissão. Em 2015 decidiu fazer MBA em Negócios Digitais para arejar as ideias. Foi aí que descobriu sua paixão pelo branding pessoal. Fez cursos e criou um site para ensinar que o nome e a imagem são o patrimônio mais valioso de qualquer profissional - estagiário, tia do café, chefe, dono de empresa ou do seu próprio nariz. É a número três de quatro irmãs, e a dinda da Vic e da Manu.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • O primeiro episódio da série "Inspire e Expire Porto Alegre" a convite da Melnick Even para comemorar o lançamento do Pontal tinha que ser aqui: no meu amado Moinhos de Vento, onde nasci, cresci, passeio e respiro sempre uma boa nostalgia. Devidamente acompanhada, claro. #InspireExpirePOA #MelnickEven
  • Mais um #tbt nosso, meu companheiro de jornada. Dezessete anos juntos, todos os dias, dá nisso. Aqui, olhando sempre na mesma direção, na nossa Punta del Este amada! #2014 #bento #xerife #amigodeumavidatoda ♥️🐶
  • Pensa numa criança na Disney: pensou em Mariana no dia em que visitou pela primeira vez a fábrica do seu biscoito favorito e companhia inseparável há 7 anos. Me senti em casa, amigo @stroopwafelmoinho @willemvosbrasil ♥️ Tem detalhes (deliciosos!) no Stories #stroopwafel #spekulaas #biscoitoholandes
  • Dica da Mari 👌🏻🤣 #quemavisaamigoé
  • É uma linguiça artesanal? É um salsichão? Não!! É a língua da Gorda só pelo pastel de queijo da @jubassani 🤣
  • O melhor de uma Copa do Mundo? É motivo pra gente estar com quem ama e quer bem! ♥️