Se o Instagram é uma ótima vitrine digital, por que não colocar os preços dos produtos?

Quem é usuário do Instagram percebe que muitas marcas que utilizam a rede como forma de divulgação dos seus produtos não incluem os preços. O comum é o potencial cliente interessado no produto postado comentar perguntando o preço e a pessoa que está gerenciando o Instagram da marca responder: “valores inbox”. Imagino que o raciocínio seja dificultar a operação de venda e não facilitar a vida do cliente. Só pode.

Se o produto é bom, se tem valor agregado, se tem conceito, se é bonito, se é útil, por que não publicar quanto custa? Precificar não espanta comprador. Tenho ouvido muitas críticas sobre esse tema, por isso acho válida a discussão. Conheço empreendedores que vendem apenas pelo Instagram, que não têm site de venda dos produtos. A divulgação do produto é por foto, com email ou número de WhatsApp para mais informações (preço e valor do frete, por exemplo) na descrição da postagem.

Sigo algumas marcas que me interessam e outras apenas com o intuito de observar como trabalham a imagem e a relação com o público. Esta, por exemplo, vende camisetas e quase sempre informa o preço.

lu-vogue

Em outros casos, quando a marca tem site de vendas, geralmente coloca a informação na descrição, mas o interessado tem que entrar no site via link na “bio” ou externo mesmo. Veja o exemplo na foto postada pela Style Market:

lu-style-market
Sigo uma loja de acessórios maravilhosos que não tem site, não vende por e-commerce. O Insta é a vitrine. Sem preço, claro. Quem realmente quiser comprar tem que ir à loja porque, sequer, respondem o valor do produto.

Estratégia? Medo da concorrência? Aposta? Os três, ou nenhuma destas respostas está correta?

Outro dia procurei etiquetas pra colar em vidros de mantimentos. Fiz o caminho contrário. Encontrei primeiro o site da Ateliê Estro, comprei pelo e-commerce (nota 10!) e depois os segui no Instagram. Eles também não precificam, mas como gostei dos produtos e minha experiência foi positiva, se preciso me dou ao trabalho de procurar o preço no site, que eles indicam nas postagens. Veja:

lu-atelie-estro
Como consumidora, minha teoria é: preço é informação básica para quem se dispõe a vender. Quem quiser comprar um produto, compra, independentemente de o preço estar ou não exposto.

O que vai diferenciar o meu produto do produto da concorrência (que talvez precifique o mesmo produto nas redes sociais) é a alma do meu negócio, é como a minha empresa se posiciona em relação ao seu público consumidor. Informa corretamente? É clara? É coerente? Responde comentários, emails, demais canais de comunicação? Tem alma?

Acho que se eu tivesse um e-commerce colocaria os preços e prefiro saber quanto custa em vez de ter que acessar um site para buscar a informação.

E você, o que acha?

Compartilhar
Luciane Bemfica

Luciane Bemfica

Luciane Bemfica é jornalista no mundo corporativo que foi escolhida pela profissão. Em 2015 decidiu fazer MBA em Negócios Digitais para arejar as ideias. Foi aí que descobriu sua paixão pelo branding pessoal. Fez cursos e criou um site para ensinar que o nome e a imagem são o patrimônio mais valioso de qualquer profissional - estagiário, tia do café, chefe, dono de empresa ou do seu próprio nariz. É a número três de quatro irmãs, e a dinda da Vic e da Manu.

1 Comentário
  1. Tenho também uma loja e não coloco preço disponível a todos, aos que se interessam respondo o mais breve possível com os valores e mais informações do produto inbox; dessa maneira tenho acesso a quem tem interesse para poder negociar… além de aumentar o alcance da publicação com os comentários pedindo valor da peça!

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Eu tinha 28 anos; Bento, 3 meses. Vou completar 45; Bento, 17. Uma jornada juntos. Somos imensamente gratos por aquilo que há de mais valioso: saúde. Com ela, há infinitas possibilidades e mil formas de amar e ser amado. ♥️🐶🙏🏻 #bento #xerife #comendador #lhasadesaforado #companheirodejornada
  • "Foi a melhor palestra que já assistimos". Tem coisas que o dinheiro não compra. Para todas as outras existe o testemunho da @tatilaschuk e do @betofabbrin de que ouvimos esta frase ao final da palestra na @uniritterdesignweek, né @mairafranz? ♥️🙏🏻🙌🏻 Gratas pela confiança @uniritter
  • É amanhã nossa palestra na @uniritterdesignweek! O tema: como construir uma marca com conteúdo, transparência e verdade. Obrigada pelo convite @uniritter! Dormindo cedo hoje, hein sócia @mairafranz 😜#implicandocomaloira #uniritter #uniritterdesignweek #9h #CampusdaFAPA
  • Kale Chips: folha de couve crespa, desidratada e temperada com pasta de castanha de caju, pimentão vermelho, suco de limão siciliano e pimenta caiena) 🌶Pensa numa coisa ardida e croc! #semfiltro #urbanfarmcy
  • Pipoca e altos papos ♥️#joãobenício #amordosdindos
  • Muito honrada com o convite da @uniritterdesignweek para ministrar a palestra "Conectando Marcas e Pessoas por meio de Conteúdo com Transparência e Verdade". É na próxima terça 17, às 9h, no Campus da FAPA que subo ao palco com a @mairafranz pra um papo sem fórmula mágica. Todos convidados!!! #uniritterdesignweek #uniritter