A mesma praça, a mesma blusa….

Fico nervosa quando passo muitos dias seguidos chegando em casa com a noite já fechada. A sensação que me dá é de que só o que resta é comer e ir dormir – para acordar no outro dia e começar toda a roda viva de novo.

ShriekA RODA NÃO PARA DE GIRAR NUNCA

Nest quarta-feira, 13 de novembro, depois da minha terça-feira de escritora em estado de graça na Feira do Livro, voltei ao mundo real de jornalista com prazo determinado para fechar a revista Donna. O que eu posso dizer é que trabalho com um time de colegas e amigas e amigos que são demais. Seguram a bronca, pegam junto. A gente se abraça para pular juntos do precipício, sabe assim?

precipicio (3)UM, DOIS E…. FOI!

Devo muito à Gabi, à Melina, à Mommy e à Thamis essa bela segurada de peteca da “loxinha” nesses dias que estão sendo tão tumultuados na tentativa de conciliar tudo ao mesmo tempo aqui e agora: lançamento de livro com meu trabalho na RBS.

Whitney Huston… música para as gurias!

movie-theme-the-bodyguard-whitney-houston_610AND AIAIAIAIAI
WILL ALWAYS LOVE YOU!!

Feita minha declaração de amor, quero dizer que hoje, quarta-feira de fechamento da revista, eu só consegui chegar em casa antes da noite escura por causa das gurias que adiantaram todo o trabalho. E como é bom chegar em casa ainda com dia claro, vai dizer? Cheguei pronta para levar o animal até o térreo para o pipizão da tarde. Mas.. cadê o animal?

bento-clássica53AINDA NÃO VOLTEI DA VÓVA

O animal alugou a Elis. A Elis trabalha na casa da vóva paterna do animal e é apaixonada pelo animal. Os dois estão unha e carne. A Elis passa aqui com a chave da casa, arrecada o animal, faz peitinho de frango grelhado de almoço para o animal e só devolve o animal de noite.

bento-clássica53EU AMO A ELIS

Então, no silêncio da casa, eu me sento no meu bunker particular, olho para o lado pensativa e o que vejo?

foto-612MINHA FOTO COM A CLAUDETE COLADA NA PAREDE!

Foi tirada na Feira do Livro do ano passado, como dá para perceber pela capa do livro, Peregrina de Araque. Então, eu aproximo o olhar, levanto da cadeira, olho bem pra mim mesma e o que vejo?

foto-612OLHEM DE NOVO!

Repararam na vestimenta?
Pois agora olhemo traje deste ano!

091759_nNA COMPANHIA DESSE TRIO ADORÁVEL!!

E então? Notaram algum ponto de semelhança entre as duas fotos?
Opção 1) Mariana usa máxi brincos.
Opção 2) Mariana continua sorrindo.
Opção 3) Mariana está com a mesma blusa!

03-por-ai-mulher-gritando5OPÇÃO TRÊS

03-por-ai-mulher-gritando5ESTOU COM A MESMA BLUSA!

focaHAHAHAHAHAHA!!!

Gosto tannnnnto da minha blusa tipo bata branca que usei ela em dois grandes momentos da minha vida sem nem me dar conta! Porque vamos e convenhamos: uma blusa tipo bata branca faz a felicidade de uma vivente. Então, na falta de outro assunto mais relevante para o momento, venho por meio desta sugerir a você, querida leitora, que invista numa blusa tipo bata branca. Juro por Deus Pai Todo-Poderoso que ela sempre me salva. Salvará a sua alma também.

São mil possibilidades de uso. Tentarei convencê-la enquanto ninguém chega em casa. Como estou com dificuldade de achar especificamente fotos de uma blusa tipo bata branca parecida com a minha, colocarei ideias de camisas e outras blusas brancas, mas vocês imaginem como se fosse a blusa tipo bata branca.

4oliviaELAS NÃO SÃO RETARDADAS

O que é isso agora, Olivia?

4oliviaNÃO PRECISA FICAR REPETINDO BLUSA TIPO BATA BRANCA

Pronto. Sabem o que é isso? Convívio com o animal. Era só o que me faltava agora uma cusca desaforada. Vamos às opções de estilo! Tcharan!

camisa branca com saia longaBlusa tipo bata branca com saia longa de cintura alta e cintinho marcado essa cintura alta. Pra quem é alta, uma rasteirinha ou sapatilha e pronto. Pra quem é mais baixinha e gosta de um salto, um sapato de plataforma. Chique e simples!

Antes que me perguntem qual é a diferença que eu vejo entre uma blusa tipo bata branca e uma camisa de alfaiataria branca, já respondo.

Mulher brabaA GOLA

Tenho problema com golas. E as golas das camisas de alfaiataria nunca ficam no lugar. Pelo menos nunca comigo. Fora que gosto de máxi brincos – e com blusa tipo bata posso usá-los do comprimento que quiser. Já com camisa de alfaiataria, fico nervosa que o brinco fica batendo na gola.

Continuando.

moda-shorts-couro-blusa-brancaOlha! Achei uma blusa tipo bata branca bem parecida com a minha. Ela preferiu usar com short de cintura alta e sandália de tiras. Fina!

Saia-Lápis-Com-Fenda-o-Hit-do-Outono-inverno-2013-14Esse é um dos estilos mais clássicos de usar a blusa tipo bata branca: com saia lápis. Não tem erro. Coquetel, evento, comemoração de fim de ano, de dia, de noite, com salto ou sapatilha: blusa tipo bata branca e saia lápis é óóótemo!

rrSe a saia for colorida e ainda com um cintinho divertido na cintura, dá aquele ar esportivo chique, sabe assim? Um pouco menos clássico e formal

Huuumm… ouço barulhos no elevador. Huuummm, fechadura da porta.

03-por-ai-mulher-gritando5CHICO E BENTO CHEGARAM!

– Ué, mas vocês estavam juntos?
– A chave da Elis ficou comigo e eu fui buscar o cara.

bento-clássica53TEM JANTA?

Ué, a Elis não está te dando bóia? E os teus franguinhos grelhados?

bento-clássica53CHICO MANDOU REDUZIR

Por quê?

bento-clássica53PRA EU NÃO FICAR DOS OBESOS

– Falei para a Elis não entupir o cara de comida!
– Ah….

bento-clássica53PISADA DAS MÉDIAS

Nós vamos jantar lombinho de porco beeeem torradinho na grelha + saladinha. Quer?

bento-clássica53NÃO GOSTO DE SUíNOS

Carne de porco é ótimo. É magrinha, saudável – e com um limãozinho e um queijinho ralado por cima então!

bento-clássica53TU PODE VER LOGO A MINHA JANTA?

Sim, senhor.
Vocês me dêem licença. Vou preparar o jantar do animal. Antes de me despedir, só aviso que podem ficar tranquilas: não vou usar a minha blusa tipo bata branca amanhã, pela terceira vez, nos autógrafos e convescote na Mostra Casa & Cia.

menina-megafoneÉ NESTA QUINTA ÀS 19H PRA QUEM AINDA NÃO OUVIU!

 

 

 

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.
  1. Adorooooo !! Sou fã de camisas e batas das brancas tb. Bjs para você, o Bento e a Olivia, que tornam nossos dias “dos coloridos e divertidos”. Parabéns por tanto talento !!!

  2. Amanhã, se Deus quiser, e Ele há de querer, vou levar, meu exemplar para autografares. Não te preocupa com a blusa tipo bata e usa sempre que quiseres, pois os acessórios é que chamam a atenção. Abraço e até.

  3. Você é D+, Mariana !! Ri muto aqui em meu quarto, enquanto, simultaneamente, faço um trabalho no NOTE, baixo um filme para ver no feriado, observo os gols da rodada e ainda leio as msgs do FACE e seu BLOG !!! É muito divertido ler tudo que VC escreve, é uma distração total, faz bem até para nossa alma (ou espírito, dentro de minha crença). Parabéns, querida amiga, pelo excelente profissionalismo e por EXISTIR EM NOSSAS VIDAS e nos FAZER TÃO FELIZ nesses momentos ímpares. O mundo anda carente de pessoas alegres e cheias de vida como VC !!! Deus lhe abençoe sempre !! E não se esqueça: agora ninguém mais lhe deixa só !!!! Boa noite !! Com carinho e respeito,

  4. Mariana, tu fazes meus domingos mais felizes.. quando abro a Zero-Hora, a primeira coisa que leio é a tua matéria na Donna! Adoro a forma como escreves, teus “gif’s” parece que se movem, tal a realidade e perfeição dos textos.. adoro o Bento e o Chico. São os legítimos: “-cães que falam!” hehehe
    Continue na tua profissão, afinal quem faz o que gosta apaixona os da volta!

    beijo grande

  5. Bah Mari, acabei de jantar, mas tua ideia da carninha de porco grelhadinha, bem tostadinha, com limão e queijo ralado me deixou com água na boca. Como moro do lado de uma churrascaria,o cheirinho aqui ajudou a imaginação… hummmmmmm!!!!

  6. Amei o post! haha Ah tu repetiu a blusa mas isso não é nada, tu estavas linda! E o Bento é hilário, parece que ele fala mesmo! Sucesso pra ti em mais uma noite de autógrafos, não vou porque vou viajar e já garanti o meu na feira do livro :D Parabéns, és uma excelente escritora e uma simpatia de pessoa!

    Beijos pra ti e para o Bento.

  7. Mari!

    Li teu livro em uma noite, emprestei-o e ainda não consegui buscar um autógrafo!

    Minha mãe, depois de ler o livro, também quer te conhecer pessoalmente – hehehehe.

    Hoje estou passando por aqui pra contar que minha mãe e eu estamos, desde quarta, lendo o livro que conta a história da Laura Pires. Após ler teu post sobre o livro, fiquei bastante curiosa… e agora, lendo o livro, estou bastante admirada e impressionada com tudo…

    Então, me surgiu uma ideia: que tal a revista Donna promover um evento com a Laura e o Marcus, mais ou menos nos moldes daquele encontro com o Jorginho Goulart?

    Minha mãe e eu seríamos as primeiras da fila!!!

    Hehehe

    Agora vou tentar recuperar meu “Vida Peregrina” e comparecer a uma nova sessão de autógrafos…

    =)

  8. Mari querida! Adorei teu livro, comecei a lê-lo ao sair da Feira na sua sessão de autógrafos e terminei ontem retornando pra casa do trabalho (tudo isso entre um balanço e outro da lotação), nem senti o trajeto de 40 minutos que levo diariamente até a zona norte.
    Livro gostoso de ler, divertido, empolgante… bom não preciso te dizer que ri muito (tipo gargalhadas mesmo), me identifiquei com várias situações, me empolguei com outras e também me emocionei bastante.
    Parabéns! Que trabalho extraordinário, te “descobri” a poucos meses e coincidiu com um período chatinho da minha vida e teus posts e coluna tem me animado mais e como tu colocaste na dedicatória do meu livro estou tentando rir mais de mim mesma (sempre achei que eu era expert nisso, mas descobri que eu preciso exercitar mais) e assim tenho certeza que tudo vai dar certo e as coisas vão melhorar.
    P.S : nos encontramos ontem no elevador de serviço da “firma” e eu estava com teu livro em mãos, hehe!!
    Beijos!

  9. Genial tua declaração. Agora fiquei observando mais a #blusatipobatabranca e notei que a Cleo Pires usa no comercial das novas Havaianas, confere?

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.