Como emagrecer sete quilos em dois anos? Bi-ci-cle-ta!

Eu tinha 30 e não 42 anos. Mas não acho que isso tenha sido determinante. Fato é que, durante minha temporada de dois anos em Barcelona, meu meio de transporte foi a bicicleta. Bicicleta para ir e voltar da aula, para ir e voltar da praia, para ir e voltar do supermercado, para ir e voltar da ioga. Bicicleta era a extensão das minhas pernas.

Bebia vinho todos os dias, me alimentava da dieta mediterrânea, nunca comi tanto pão com tomate, alho e azeite. Se engordei? Fui para lá com 54 quilos e voltei com 48. Foi a única vez na vida que não fiz dieta – e emagreci seis quilos. Até hoje me pego pensando que fórmula mágica foi essa. Só consigo associar ao fato de ser a faxineira da minha própria casa e a motorista de uma bicicleta.

:Joelho de porco e outras histórias

No Natal passado, pedi (e ganhei!!) uma bicicleta do Papai Noel. Mas a minha bicicleta sai da garagem nos finais de semana apenas. Ou seja: nem com a volta de Jesus Cristo à Terra eu vou emagrecer seis quilos andando apenas sábado e domingo. Já me peguei pensando em vir trabalhar de bicicleta, mas são tantas as coisas que faço entre a hora que acordo e a hora que venho trabalhar que não consigo fechar essa equação de andar de bicicleta pra lá e pra cá numa Porto Alegre sem muitas ciclovias e com caminhonetes cada vez mais furiosas à solta nas ruas.

woman-yelling-istock-de20FALA DA PESQUISA, MARIANA!

Pois então: lembrei da temporada espanhola com seis quilos a menos na circunferência porque li uma notícia que só podia me fazer lembrar aquele tempo: “Trocar carro por bicicleta emagrece até 7 quilos em dois anos”.

httpwpclicrbscombrporaifiles201211sacougifSACOU?

Acabo de me dar conta de que sou a prova viva de que essa pesquisa tem fundamento, com a diferença que emagreci seis e não sete. Faço parte daquela margem de segurança de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Sobre a pesquisa: foi feita com 3 269 voluntários do periódico científico Journal of Epidemiology & Community Health. Durante o período de dois anos, os participantes deram informações sobre seu peso, altura, hábitos de vida e o principal meio de transporte utilizado para ir ao trabalho.

:Pertencer ao mundo fashionista? Não estou disposta!

Dos 3 269 voluntários, 109 haviam trocado o carro pela bicicleta ou pela caminhada e 70 deles pelo transporte público. De forma geral, os pesquisadores descobriram que aqueles que optaram pela mudança, houve redução de pelo menos um quilo no peso corporal original. Quanto maior a distância do trajeto, maior o emagrecimento. Os estudiosos chegaram à conclusão de que é possível perder até sete quilos em dois anos, se o percurso for de ao menos 30 minutos.

mulher-pensando-com-lapis-no-queixo30 MINUTOS

Trinta minutos é exatamente o que eu levaria de casa para o trabalho. Mas, por exemplo: hoje, quando sair do trabalho, preciso passar no supermercado antes de ir para casa. Fora que vou sair do trabalho por volta de 8h da noite. E então me verei no escuro, no meio da avenida Ipiranga, tendo que chegar de bicicleta em algum Zaffari mais próximo. E então eu acomodo as sacolas do Zaffari onde?

:Celular é o novo cigarro?

Na verdade, para trocar o carro pela bicicleta neste momento da minha vida, teria que rever e rearranjar toda a minha rotina. Teria, por exemplo, que ir ao supermercado agora de manhã. Só que agora de manhã tenho o passeio com o animal. Depois, ele tem que tomar banho na pet, eu tenho aula de ioga, tenho que buscá-lo na pet, tomar banho e ir trabalhar.

hysteria10VOU AO SUPERMERCADO QUE HORAS?

bento1COMEÇOU CEDO A HISTERIA HOJE

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.