Depois do chocolate, a batata frita belga!!

Eu nunca sei se foram os americanos que inventaram a batata frita ou se a autoria cabe aos franceses, uma vez que ela chama-se french fries em inglês. Não que essa minha dúvida tenha alguma relevância para o futuro da humanidade nem vá mudar o curso da minha vida, ou me fazer ganhar dinheiro, ficar milionária e passar o resto dos meus dias fazendo só o que bem me der na telha. Eu só acho é que estão tentando me deixar confusa com essa história da origem da batata frita

crazy-woman-vesga1SÓ ACHO ISSO

Porque agora fico sabendo que a batata frita como conhecemos, das porções acompanhadas de catchup ou servida como acompanhamento de lanches e diversos pratos, é originária da… Bélgica! Não só isso: o país está, inclusive, solicitando que sua mais famosa especialidade culinária seja reconhecida como patrimônio cultural imaterial da Unesco.

mulher com raivaSÉRIO, MARIANA?!

E para fincar mesmo pé de que a invenção da batata frita pertence aos belgas, uma rede de franquias chamada BELGA MIX (daquela nunca tinha ouvido falar), chega ao Brasil comercializando batatas fritas em cone e trazendo para cá o conceito belga de elaboração do produto.

httpwpclicrbscombrporaifiles201211mulher-duvidapngQUE CONCEITO É ESSE, MARIANA?

No processo de preparo, a batata recebe um corte mais grosso e, mesmo após de ser frita, sua maciez e sabor são preservados. Todo esse cuidado se deve porque para os belgas a batata não é apenas um acompanhamento, ela recebe status de prato principal, algo similar ao nosso arroz e feijão.

Olha!

BATATA FRITAOOOOOOHHHHHHH!!!!
Nada muito diferente das batatas daqui, vai dizer?

A paixão pelo alimento na Bélgica é tão grande que o país abriga um museu dedicado apenas à batata frita.

Olha!

museu-da-batata-frita-bruges-belgicaFACHADA DO MUSEU DA BATATA FRITA

museuDETALHE DA PARTE INTERNA DO MUSEU

top_10_museus_estranhos_07MAIS UM RECANTO DO MUSEU DA BATATA FRITA

Para intensificar o pedido de reconhecimento da batata como uma invenção nacional, os belgas dedicaram uma semana à distribuição gratuita da especialidade pelos fritkots – estabelecimentos especializados em batata frita. Há cerca 5.000 fritkots espalhados pela Bélgica.

Cada uma dessas lojas dessas vende, em média, cem pacotes de batatas, o que significa um consumo diário de 130 mil quilos. O pedido à Unesco protagonizará este ano a “semana das fritas”, que aconteceu até o dia 7 deste mês. Durante o período foram distribuídos gratuitamente cones com batatas fritas nos populares fritkots por todo o país.

Olha!

fritkotSÃO FOOD TRUCKS DE BATATA FRITA!

A Belga Mix contempla em seus cones de batatas fritas molhos tradicionais – maionese, catchup, mostarda, rosé, barbecue, tártaro, picles, mostarda com mel e maionese com azeitonas – e mais outros três especiais: cheddar, requeijão e queijo ralado.

Olha!

nosso-produtoOOOOOHHHHH!!!!

Olha os molhos!

molhosOOOOOHHHHH!!!!

As porções são vendidas a partir de R$5, e podem variar de acordo com o tamanho e a quantidade de molhos de acompanhamento. A rede possui lojas no estado de São Paulo e recentemente inaugurou sua primeira unidade em Salvador.

woman-yelling-istock-de22E PORTO ALEGRE, MARIANA?

Pois é. Por aqui ainda nada…

bento1QUANDO EU DIGO QUE ESSE BLOG É UM DESSERVIÇO, ELA BRIGA COMIGO

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.