É agora ou nunca!

Na época do auge do Orkut, eu morava no Rio e fazia parte da comunidade “Quando bebo fico rica”. Eu e minhas amigas. Mas a gente não bebia champanhe francês e muito menos gastava dinheiro no São Conrado Fashion Mall. A gente tomava um chopinho no Baixo Gávea, atravessava a rua e ia feliz da vida comprar blusinhas no Mix Bazar, no Joquey.

SACOU O ORÇAMENTO?

Lembrei agora com saudade dos nossos encontros – e da Rê, da Rita, da Juli, da Cla e da Lets – porque estava folheando essas trocentas revistas de moda que tenho que ler todos os meses. Todas tratam com uma naturalidade que me impressiona muito esses sites de e-commerce que cobram R$ 2 mil por um colete.

No site Superexclusivo, este vestido de Reinaldo Lourenço era R$ 7325,00 e agora está por R$ 3665,00

Não estou questionando o talento do Reinaldo Lourenço, tampouco se o vestido vale 7 ou 3 mil. O que eu me pego pensando é se tem gente que vai lá, abre a carteira, puxa o cartão de crédito e compra um vestido neste valor (e sem experimentar!!) pela internet.

SERÁ?

Acho que tem, sim. E muita gente. Do contrário, não haveria mais e mais sites de e-commerce desse perfil surgindo todos os dias. No fim de semana, eu fiquei rica bebendo suco de tangerina espremido na hora na Feira de Orgânicos da Redenção.

AMO O SUCO DE TANGERINA DE LÁ!

Gastei todo o dinheiro que havia levado para comprar legumes e verduras em… dois livros! Um mais lindo do que o outro.

MEU PRIMEIRO JANTAR VEGETARIANO, DE ALICE HART

COMIDINHAS VEGETARIANAS, DE RITA TARABORELLI

O que sobrou de troco, comprei um saquinho das melhores bolachinhas do mundo.

CROC, CROC, CROC, CROC, CROC, CROC, CROC!!

A ideia é a seguinte: manter meu objetivo de reduzir a carne em dias de semana – até porque não ando mesmo com vontade de comer carne – e selecionar receitinhas bacanas dos livros para a Rosa fazer.

EU E O CHICO ESTAMOS FERRADOS

A primeira receita já será degustada esta noite. O momento é mais do que especial: comemorar o desaparecimento da Nanda Costa para todo o sempre – e fazer um brinde ao primeiro capítulo da nova novela das nove. Não que eu simpatize com as novelas de Walcyr Carrasco, longe disso. Mas pelo menos vai dar para viajar para o Peru nesses capítulos iniciais, comendo uma comidinha vegetariana e, sobretudo, tomando um bom vinho.

QUEM SABE NÃO FICO RICA?



Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.
  1. Também ando apaixonada por livros de comidinhas vegetarianas! Agora que descobri os legumes…. eles não fizeram parte do meu cardápio por longos anos… até eu me apaixonar por uns legumes salteados e querer beringela todo dia!!!
    Nem gosto mais tanto de carne assim… hehehe

  2. Também ando apaixonada por livros de comidinhas vegetarianas! Agora que descobri os legumes…. eles não fizeram parte do meu cardápio por longos anos… até eu me apaixonar por uns legumes salteados e querer beringela todo dia!!!
    Nem gosto mais tanto de carne assim… hehehe

  3. Oi Mari, o que vou comentar nada tem a ver com o assunto, já que por problemas médicos (deficiencia de vitamina B12, q meu organismo não absorve direito) não posso largar a carne vermelha de mão…
    Quero te elogiar pelo trabalho feito aqui no blog, que adoro, e pelo trabalho na Donna ZH.
    Meu pai virou teu fã! Ama ler tua coluna no domingo… hehe
    E ele sempre comenta comigo coisas do tipo “A Mariana não sabe fazer brigadeiro…” “Como é o nome do cachorrinho mesmo?” “O Bento é um pilheiro mesmo” hahahaha.
    Ele só não lê o blog pq não sabe usar internet…

    Beijos.

  4. Oi Mari, o que vou comentar nada tem a ver com o assunto, já que por problemas médicos (deficiencia de vitamina B12, q meu organismo não absorve direito) não posso largar a carne vermelha de mão…
    Quero te elogiar pelo trabalho feito aqui no blog, que adoro, e pelo trabalho na Donna ZH.
    Meu pai virou teu fã! Ama ler tua coluna no domingo… hehe
    E ele sempre comenta comigo coisas do tipo “A Mariana não sabe fazer brigadeiro…” “Como é o nome do cachorrinho mesmo?” “O Bento é um pilheiro mesmo” hahahaha.
    Ele só não lê o blog pq não sabe usar internet…

    Beijos.

  5. Depois de fotografar um beija-flor as 07:40h de uma SEGUNDA-FEIRA cinza, inventei de ler a coluna que apareceu no feed do facebook. Pra que?!? Adorei e li mais que uma dezena, num intervalo de quarenta minutos. Ja acompanhava as colunas na ZH de domingo, e não sabia que era todo dia havia um post novo. Achei que só eu fosse louco por um negrinho (brigadeiro) mas vi que não.. (rs)
    Parabéns pela forma criativa que fala dos mais diversos assuntos, seja apresentando algo novo e diferente, seja fazendo uma critica. #vouviciar

  6. Depois de fotografar um beija-flor as 07:40h de uma SEGUNDA-FEIRA cinza, inventei de ler a coluna que apareceu no feed do facebook. Pra que?!? Adorei e li mais que uma dezena, num intervalo de quarenta minutos. Ja acompanhava as colunas na ZH de domingo, e não sabia que era todo dia havia um post novo. Achei que só eu fosse louco por um negrinho (brigadeiro) mas vi que não.. (rs)
    Parabéns pela forma criativa que fala dos mais diversos assuntos, seja apresentando algo novo e diferente, seja fazendo uma critica. #vouviciar

  7. Adoro ler sua coluna na zero impressa e hoje resolvi entrar no blog e? adorei…o problema lá em casa é que meu marido não abre mão da ginástica matinal: ir até o portão pegar a Zero e eu amo tecnologia ….já viu né podiam fazer uma assinatura meio a meio!?!?!?

    Graças a Deus acabou aquela chatice de Salve Jorge, nestas horas eu penso: que falta faz o casseta e planeta parodiando as novelas…kkk eu dou risadas só pensar no que eles fariam com o Téo e a Nanda… até mais ! Bjus

  8. Adoro ler sua coluna na zero impressa e hoje resolvi entrar no blog e? adorei…o problema lá em casa é que meu marido não abre mão da ginástica matinal: ir até o portão pegar a Zero e eu amo tecnologia ….já viu né podiam fazer uma assinatura meio a meio!?!?!?

    Graças a Deus acabou aquela chatice de Salve Jorge, nestas horas eu penso: que falta faz o casseta e planeta parodiando as novelas…kkk eu dou risadas só pensar no que eles fariam com o Téo e a Nanda… até mais ! Bjus

  9. Eu gosto pra caramba de carne vermelha. Não tem nada que me tire mais da minha dieta que um bom churrasco, principalmente com fogo de lenha mas, com o passar do tempo a gente aprende que diminuir a quantidade de carne faz muito bem.
    Durante a semana evito bastante a carne vermelha e acabo optando por frango ou peixe.
    Deixo a comilança pros domingos de almoços na casa da mãe.

    Aprendi também algumas receitas com legumes e algumas vezes não como nada de carne.
    Tem um de beringela e outro de abobrinha que como puro! Ou acompando um arroz e feijão caprichado.
    A gente se sente bem, se sente mais leve.
    Aliás, se fôssemos pensar friamente no consumo de carne e do quanto tempo aquela coisa fica dentro da gente fazendo digestão, viraríamos todos vegetarianos.

    Um beijo!

  10. Eu gosto pra caramba de carne vermelha. Não tem nada que me tire mais da minha dieta que um bom churrasco, principalmente com fogo de lenha mas, com o passar do tempo a gente aprende que diminuir a quantidade de carne faz muito bem.
    Durante a semana evito bastante a carne vermelha e acabo optando por frango ou peixe.
    Deixo a comilança pros domingos de almoços na casa da mãe.

    Aprendi também algumas receitas com legumes e algumas vezes não como nada de carne.
    Tem um de beringela e outro de abobrinha que como puro! Ou acompando um arroz e feijão caprichado.
    A gente se sente bem, se sente mais leve.
    Aliás, se fôssemos pensar friamente no consumo de carne e do quanto tempo aquela coisa fica dentro da gente fazendo digestão, viraríamos todos vegetarianos.

    Um beijo!

  11. Oi Mari! Sempre tive um pouco de resistência para registrar as minhas opiniões em caixas de diálogo. Mas os teus posts são tão, mas tãaaaaaoo maravilhosos que não posso me furtar de dizer que te acho demais! Eu também “fico rica” aos sábados bebendo o suco ou o caldo de cana da feirinha da Redenção! Gasto todos os trocadinhos que levo adquirindo alimentação saudável e o que sobra ainda compro algum “regalito” nos artesanatos! É a minha terapia. Me submeti a uma redução de estômago ha um ano, e carne vermelha se tornou mais pesadinha do que antes da cirurgia. Então consumo moderadamente para manter a B12 em dia. Beijão e boa semana!

  12. Oi Mari! Sempre tive um pouco de resistência para registrar as minhas opiniões em caixas de diálogo. Mas os teus posts são tão, mas tãaaaaaoo maravilhosos que não posso me furtar de dizer que te acho demais! Eu também “fico rica” aos sábados bebendo o suco ou o caldo de cana da feirinha da Redenção! Gasto todos os trocadinhos que levo adquirindo alimentação saudável e o que sobra ainda compro algum “regalito” nos artesanatos! É a minha terapia. Me submeti a uma redução de estômago ha um ano, e carne vermelha se tornou mais pesadinha do que antes da cirurgia. Então consumo moderadamente para manter a B12 em dia. Beijão e boa semana!

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.