Em busca de calças fofinhas para ficar em casa? Eu sei onde tem!

Não queiram saber o que foi o processo de arrancada do meu dente. Apenas para resumir a história e mudar de assunto, porque quanto mais eu lembro, mais dor eu sinto: foram necessários 45 minutos do dentista e seu assistente empoleirados em cima da minha boca aberta, com o corpo todo enrijecido, agarrada nos braços da cadeira. Martelo, broca, duas anestesias e nada do maldito dente me largar. Eu crio relações profundas com os órgãos do meu corpo e sei que eles nutrem o maior carinho e respeito do mundo por mim.

mulher-doidissima6MAS TUDO TEM LIMITE

O dente, ou melhor, os fragmentos dele estavam infiltrados por todos os cantos e foi necessário removê-lo em três partes. Ao final da tortura, comigo vendo estrelas, o dentista soltou: “Foi pior que remover três sisos”.

bento1FIQUEI COM PENA DELA

Cheguei em casa atordoada e agarrada a uma caixa de Tylex, com morfina na composição – e a ela estou agarrada até agora. Não me falem em pipoca, por favor. Sou capaz de matar. Estou mucho loca de Tylex. A saída do bunker também possibilitou que eu visse o que anda acontecendo no mundo lá fora – e é engraçado isso. Quando a gente passa muito tempo sem contato com os seres humanos, percebe que eles estão cada dia mais loucos e estressados. O que são os motoqueiros dessa cidade, por favor? Quase atropelei dois. Ou melhor, quase fui atropelada por dois. O que são as caminhonetes? Cada dia mais sem paciência. Estou pensando seriamente em nunca mais sair de casa. E pensando nisso o que fiz?

03-por-ai-mulher-gritando5COMPRAS!

bento1TUDO É MOTIVO

Como estava na rua sem previsão de quando voltaria para a rua novamente, aproveitei e dei uma chegadinha na Riachuelo do Praia de Belas. Havia visto na Riachuelo do Bourbon Country, uns meses atrás, calças de abrigo apeluciadas e de todas as cores. Daquelas perfeitas para ficar em casa, sabe assim? Como meus pijamas estão em revezamento insano, achei por bem dar uma trégua para eles e adquirir uma calça de abrigo. Quase chego tarde. Encontrei uma preta tamanho P, algumas pretas tamanho M e muitas pretas tamanho G. Apenas uma cinza tamanho G e muuuuitas cor de rosa, verdes, azuis. Prefiro cores neutras e fiquei ali tentando adivinhar se eu seria P ou M, com muita preguiça de ir ao provador. Mas acabei sucumbindo.

Experimentei a P e a M. A P ficou certinha, linda, linda. A M ficou um pouco mais larguinha, mas ótima para ficar em casa. Na dúvida sobre qual levar, o que fiz?

bento1COMPROU AS DUAS, ÓBVIO

03-por-ai-mulher-gritando5COMPREI AS DUAS

httpwpclicrbscombrporaifiles201212danca-hipo1gifDUAS CALÇAS DE ABRIGO NOVAS

httpwpclicrbscombrporaifiles201301vaca-dancandogifPARA ESCREVER MEU NOVO LIVRO

Paguei R$ 59,90 cada. Achei a qualidade excelente. Ontem já passei o dia todo com ela e hoje vou passar de novo, assim que voltar do passeio com o animal, já que ainda estou de pijama – e ele me ameaçou seriamente sobre sair de pijama com vossa excelência. Logo mais, à tarde, farei um vídeo na página do blog no Facebook para mostrar a calça. Ah, e a echarpe que ficou me olhando, quando eu estava na fila do caixa, e não resisti.

felizHE HE HE

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.