Alguém avisa que está na hora de deixar as grávidas em paz

Tenho a impressão de que as pessoas pensam que as mulheres grávidas são patrimônio público. Todo mundo acha-se no direito de emitir uma opinião a respeito do que elas devem ou não fazer. Já tinha percebido sutilmente este comportamento com algumas amigas, mas agora que tenho a companhia constante de uma irmã prestes a dar a luz, pude constatar como há gente sem noção nesse mundo.

scared-womanCHEGA A SER ASSUSTADOR!

O fato de exibir uma barriga torna a pobre da grávida disponível para ouvir toda sorte de conselhos e histórias – sobretudo de quem não a menor intimidade com a gestante. “É menino ou menina? Vai ser parto normal ou cesárea? Quem é o médico? E o hospital? Não está bebendo nada de álcool, né? Toma muito café? Chazinho de camomila é melhor. Nem pense em dirigir, viu? Está fazendo treinamento funcional? Está louca? Não é bom fazer muito esforço…”

mulher-super-vesga1A COISA NÃO PARA POR AÍ

As pessoas interferem também no nome escolhido para o filho (ou filha) que não é delas. “João o quê? Mas por quê? É nome de família? O que significa? Não prefere outro nome?”.  Também se acham no direito de escolher o que a grávida deve usar. “Meia, viu? Não pode deixar de usar aquelas meias bem justas. Está usando cinta? Ah, tem que usar cinta! Quantos meses? Oito? De calça jeans? Legging é muito mais confortável”.

mulher-arrancando-os-cabelosANHÃÃÃÃÃ

Sabe o que mais me impressiona nisso tudo? A paciência das pobres das grávidas!

young-angry-woman-with-baseball-bat-in-hand1AH, SE FOSSE COMIGO…

bento1SAI DE PERTO

A turma dos sem noção também julga-se no direito de intervir na vida da grávida antes e após o parto. Quer saber se ela vai amamentar, até quando vai amamentar, se vai voltar a trabalhar, se a criança vai logo para a creche, se a grávida vai contratar babá, se teve algum desejo, se está muito inchada, quantos quilos ganhou, se já encontrou alguém bom para fazer drenagem linfática, ou se já está fazendo drenagem linfática.

shouting-womanNÃO É DA TUA CONTA!

Por favor, deixem as grávidas em paz! Sem cobranças, sem conselhos que não foram pedidos, sem comentários desnecessários. Se querem dizer alguma coisa, elogiem as grávidas, digam que elas estão lindas, que aquele momento é sublime, que existe a certeza de uma vida ainda mais feliz a caminho. Desejem sorte, boas energias e bons fluídos.

olivia10ELAS MERECEM

Elas já estão pesadas, estão cansadas, estão inchadas. Não joguem mais peso ainda em cima das coitadas. Não relatem experiências traumáticas, casos de emergências ou doenças em recém-nascidos. Não digam que ela vai ficar com a pele manchada, o nariz de batata, que nunca mais vai dormir na vida. Sejam gentis, contem boas histórias, ofereçam um carinho, um sorriso, uma mão amiga. É muito mais simples e enriquecedor para todo mundo.

pregnant-1E BEM MAIS INSPIRADOR, VAI DIZER?

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.