Geladeira queimada; Lagerfeld emburrado

Acho engraçado dois momentos bem diferentes na hora de adquirir um bem durável – no meu caso, um eletrodoméstico. Me refiro à  geladeira Electrolux Infinity.

WebDesignerOI, EX-BONITONA!

Na hora de comprar é uma beleza. A geladeira é praticamente um Porsche. O vendedor enche a boca para dizer que possui prateleiras de vidro temperado, sistema Ice Maker para produção de gelo sem necessidade de conexão hidráulica, tecnologia Touch on Control sem botões aparentes, painel Touch Screen – mais isso e mais aquilo e mais aquilo outro.

Então, a mimosa é instalada em sua casa (no caso, a minha). Resiste impecavelmente durante 10 dias…

Mulher Doidissima QUANDO O ICE MAKER PARA DE FUNCIONAR 

Então, chega o momento de ligar para o técnico, que vem até a sua casa (no caso, a minha) e diagnostica que nada pode ser feito. Como está na garantia, a geladeira será trocada. Então, ele leva embora aquela geladeira velha com 10 dias de uso (você que se vire com o que tiver dentro dela) e, em alguns dias, traz a substituta.

bento clássicaA SUBSTITUTA PASSA TRÊS ANOS DANDO PROBLEMAS

Uma hora é o Ice Maker, outra hora é o tal painel Touch Screen, outra hora é nem lembro mais o quê. O último capítulo da saga aconteceu ontem à noite, como relatei em No foco; no freezer; no Brad.

Mulher com vergonhaA GELADEIRA APAGOU DE VEZ

Mas o melhor e mais inacreditável tem a ver com…. a assistência técnica Electrolux!!

palmas_uniao_adventista11CLAP, CLAP, CLAP, CLAP, CLAP

Palmas para a agilidade da assistência técnica Electrolux!

palmas-1CLAP, CLAP, CLAP, CLAP, CLAP

Ligamos hoje de manhã. Precisamos da desgraçada da peça que faz o desgraçado do painel funcionar. Resposta da primeira empresa autorizada Electrolux:

– Demora de 7 a 10 dias úteis para conseguir essa peça. Então, a senhora agenda a visita do técnico e ele repara.
– Só pra eu entender: preciso ficar de sete a 10 dias sem geladeira até vocês conseguirem a peça e depois mais alguns dias até o técnico ter agenda. É isso? – perguntei.
– Exatamente.
– Ok, obrigada. Bom trabalho pra ti.

Ligamos para a segunda opção de empresa autorizada Electrolux. Só piorou.
– Demora de 10 a 15 dias úteis para conseguir essa peça. Então, a senhora agenda a visita do técnico e ele repara.
– E se eu for atrás da peça? – perguntou o Chico.
– Não sei se o senhor encontra.
– Eu vou encontrar. Eu vou encontrar hoje esta peça e quero saber se o técnico pode vir amanhã.
– Mas o senhor quer marcar a visita do técnico enquando não tem a peça?

ANGRY_MANEU VOU TER A PEÇA

De fato, Chico não precisou ir muito longe para conseguir hoje a peça que as autorizadas Electrolux demoram até 15 dias para conseguir. E é nessas horas que eu me questiono muito seriamente a respeito desse mundo descartável em que a gente vive, onde tudo é facilmente jogado fora e trocado por outro.

Minha mãe e minha sogra são detentoras de geladeiras dos anos 1970 que produzem gelo feito Dodge até hoje e nunca deram problema.

antiga3OI, BONITONA!

Não sei se sou apenas eu que não me acostumo com essa cultura descartável de trocar de carro toda hora, trocar de celular, trocar de computador, trocar e trocar. Mas, enfim, é apenas uma reflexão sem mais desdobramentos para o momento.

Da série “trocando de saco pra mala”, venho por meio desta dizer o que não é novidade para ninguém. Caí de amores com a nova coleção da Farm. Sou da turma AdoroFarm, o que não é segredo para ninguém. Paixão herdada do meu tempo de carioca.

Olha!

19_baixa (2)A coleção chama-se Tudo de Bom e “é inspirada em meninas que amam viajar, se misturar com novas culturas e levar um pouquinho da nossa beleza pro mundo”, segundo a marca.

26_baixaA coleção fala do coletivo, do encontro entre diferentes culturas, por isso as linhas misturam referências que vão desde as meninas moscovitas até as gypsets. Eu AMO essas blusinhas batinhas!!

24_baixa (2)Também AMO essas blusinhas com lavagem jeans

Da série “trocando de saco pra mala 2″, olha isso!

tag no sanduba copyOOOOOOHHHHHH!!!!!

Vou experimentar neste fim de semana!!

feliz SmileHE HE HE HE

É o sanduíche oficial Donna, parte integrante do cardápio do Jasmim Restaurante, que opera na Mostra Casa&Cia Praia – para onde todas nós, donnas, nos bandearemos no sábado para o workshop de drinks que Donna promove, como contei no post Vamos tomar uns bons drinques na praia?

angry-womanLERAM?

angry-womanSE INSCREVERAM?

Sobre o Sanduíche Donna, eis a receitinha: ciabatta servido com salmão marinado ao limão siciliano, tomates grelhados, queijo brie e rúcula. Criação do chef Jean Rodrigues.

nham nhamNHAM NHAM

Agora, peço licença porque estou fechando outro Donna, desta vez um pocket: Donna Pocket Kids. A Mel, nossa designer, está que nem pisca, colocando créditos e ajustando cada uma das páginas.

O clima está tenso.
Olha!

foto (7)ELA NEM PISCA

Enquanto isso, na sala de Justiça…
Eu e meu amigo Karl batemos um papo em nosso mundo cor de rosa.

Vamos lá, Karl!!

foto (8)UM, DOIS E….

foto (9)XIIIIIS!!!

bento clássicaACHO QUE ELE NÃO QUER BRINCAR

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.
  1. Mari, não sei se devo, mas já vou contando: Eletrolux é uma bomba! Tivemos o mesmo tipo de problema com uma geladeira que nem era uma Porsche, mas acabou valendo o preço de um. Meu freezer dançou, digo, sucumbiu. Era um Prosdócimo da época da geladeira da tua mãe e sogra, mas desisti de pagar a conta da luz (eles consomem muuuuito) e as contas de conserto também.
    R.I.P ao meu freezer.
    Então, depois de comprar um freezer Frost Free Flex (chic, né? Sabe porque flex? Ele pode ser usado como geladeira também!!!! – merece claps, claps, claps) a minha geladeira iniciou um processo de incontinência urinária. Então me atirei no chão… E descobri que era apenas o reservatório de água que estava lotado! UFA! Ao menos isso.
    Então, sinta-se acompanhada na empreitada, porque sem gelo EU NÃO VIVO!!!!!
    E parece que você também não.
    bjo

  2. Ah! Esqueci de dizer que uma amiga comentou que eu havia batido um papinho com a Karl sobre a moda de usar tênis com tudo, incluíndo vestidos diáfanos, já que sou a mais antiga adepta deste modelito. Bem, diga a ele, por favor, que não conte nada a ninguém, é nosso segredinho. A ideia pode ficar sendo dele. Faço questão!
    Bjo Karl! Bjo Bento!

  3. Mari, estou passando por um momento parecido com o seu, só que em relação ao meu notebook. Este é o meu terceiro notebook, o primeiro durou quase 5 anos e só troquei porque não podia expandir mais a memória dele, o segundo durou 3 anos e último agora menos de um ano. E as pessoas, digo técnicos, vendedores e etc querem que a gente ache normal algo ser feito intencionalmente para durar pouco. Ás vezes acho que nasci em uma época errada, só isso para explicar o meu total descompasso com o que as pessoas acham “normal”.

  4. Bah, Mariana, escrevo em total solidariedade!
    Já tive problemas com essas inovações super-mega-power, uma trabalheira só.
    No momento optei por um freezer e uma geladeira do menor tamanho que encontrei, porém separados. Fiz as contas e cheguei a conclusão que minha conta de luz ficaria menor, e no caso de problema quero crer que não acontecerão ao mesmo tempo e devem ser mais simples de resolver.
    Infelizmente os vendedores só estão preparados para empurrar o produto, não tem conhecimento do pós venda, que parece ter a intenção real de não funcionar, pra que a gente compre outro.
    Abcs

  5. Oi Mari, te digo na hora de comprar tudo é uma beleza, tive tb problemas com minha geladeira e adivinha a marca Electrolux, algo bem simples uma troca de borracha que estava rasgada mas pelo método de fabricação da geladeira eu deveria trocar a porta inteira mas como minha geladeira é velha (a definição de velha deles é 4 anos de uso) a porta não é mais fabricada e a funcionária da autorizada me orientou que já que não há mais porta para reposição que comprasse uma nova, só por causa de uma borracha!!! Um absurdo pelo preço que pagamos pela geladeira e no caso da minha funcionando. A indústria está investindo cada vez mais em produtos descartáveis. Bjos pra ti e pro “xerife” Bento, aliás que ele imponha sua autoridade aos técnicos de geladeira.

  6. Também tive problemas com a assistência técnica da Electrolux. Prometi que nunca mais compro nada deles e nem da Brittania. E é NUNCA MAIS, mesmo!

  7. oi Mari

    Concordo contigo, não pode ser normal trocar tanta coisa de ano em ano.. estou passando por isso com um smart da Motorola.. 11 meses de uso e o bichinho já está pedindo arrego.. sinto saudades do tempo que comprávamos produtos que não nos deixavam na mão depois de uns poucos meses..

    boa sorte na empreitada.

    abraços

  8. Adoro teu blog Mari, sempre passo aqui dar uma olhadinha, e em relação a geladeira, sempre ouvi falar que eletrolux é uma bomba, pra mim a melhor geladeira é brastemp, a da casa dos meus pais durou 20 anos, da minha sogra quase 30 e a minha já tem uns 4 anos sem problema algum…
    Bjuss

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.