Livros pra alimentar o corpo e a alma

A minha Escolha de Sofia de ontem recaiu sobre o seriado Copa Hotel. Confesso que não foi uma escolha fácil. Quando o apresentador do Roda Viva, Mário Sérgio Conti, anunciou que no centro do programa estaria o fotógrafo J.R Duran, fiquei bem tentada em assistir. Mas não pude deixar de acompanhar o capítulo de estreia de Copa Hotel, no GNT.

E QUE TAL, MARIANA?
GOSTOU?

Achei beeeem chato. Resumo da história: nunca mais terei escolhas de sofia às segundas-feiras. Vou seguir com meu bom e velho Roda Viva. Também nunca mais vou precisar escolher se corro ou caminho na maldita esteira.  Depois que li a notícia de que caminhar pode trazer mais benefícios do que correr, decidi que não me estrebucho mais. Caminho a passos largos e rápidos e pronto.

TÁ ÓÓÓÓTIMO ASSIM!

De acordo com um estudo publicado este mês na revista Arteriosclerosis, Thrombosis and Vascular Biology, a caminhada rápida é tão positiva quanto a corrida para controlar a pressão arterial, o colesterol e o risco de diabetes, três fatores importantes no desenvolvimento de doenças cardíacas.

TU SOFRE DE DOENÇAS CARDÍACAS, MARIANA?

Não, eu não sofro. Mas eu me agarro em qualquer coisa que afirme que não preciso correr na maldita esteira, na maldita rua ou em qualquer outro maldito lugar. Outra novidade do estudo: o importante é a distância e não o tempo.

NOSSOS PASSEIOS ESTÃO CERTOS!

Sim, Bento, nossos passeios estão certos. Qualquer dia vão nos apontar na rua: os andarilhos de Porto Alegre. Numa dessas caminhadas, a gente podia aproveitar para ir atrás das dicas da Renata. A Renata é uma leitora super querida que trouxe um alento ao meu bem-estar num dia em que já fui chamada de fútil e arrogante.

EM QUE MOMENTO DA MINHA EXISTÊNCIA EU JOGUEI PEDRA NA CRUZ?

A Renata me mandou o seguinte e-mail.

“Meu nome é Renata Coelho, sou médica cardiologista e meu próprio laboratório de alimentação saudável, assim como tu! Gostaria inicialmente de te parabenizar por sua coluna, da qual sou fã! Te escrevo para dizer que há cerca de 8/9 meses venho usando nao só a goji, mas suplementos de outros alimentos que são considerados Superalimentos, como a espirulina e a clorela ( em pó) – que são algas, assim como o pólen, a maca e  o já famoso açaí” .

PERAÍ, PERAÍ, PERAÍ!!

Para que todos entendam: a Renata está se referindo à coluna Por Aí que saiu publicada domingo passado na revista Donna e aqui no blog: Minha Goji Berry Ameaçada.

MINHA TURMA DE GOJI BERRY SECAS

… AMEAÇADA PELO ANIMAL

Como conta a Renata, ela também é consumidora de espirulina e clorela ( em pó) – que são algas, assim como o pólen, a maca e  o já famoso açaí. Eu não sou consumidoda de nada disso, renata. Mas adorei as dicas e vou buscar mais informações.

Continua a Renata:

“Sou também uma estudante da chamada Culinária Viva, e cada vez mais. utilizo alimentos In natura na minha alimentação. Tenho obtido resultados fantásticos, como perda de peso, energia e disposição. Aproveito para te enviar dicas de livros maravilhosos, que podem ajudar muita gente que se interessa pelo tema Saúde e Alimentação”.

Super Alimentos
de David Wolfe

Lugar de Médico é na Cozinha
de Alberto Peribanez Gonzalez

Alimentação Viva e Ecológica
de Rosellis Moraes

E ainda o maravilhoso Nutrição Evolutiva
de  Gabriel Cousens

No Dia Mundial do Livro, eis que a Renata aparece para nos dar esse presente. Portanto….

UMA SALVA DE PALMAS PRA RENATA!!!!

CLAP, CLAP, CLAP, CLAP, CLAP, CLAP, CLAP, CLAP, CLAP!!!!


Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.
  1. Adorei as dicas, e também nao me desespero correndo. Pelo que tenho me informado o mais importante é a disciplina, a freqüência. Quem consegue ir todos os dias, 30/45 min são suficientes.
    Agora essa de alimentação ainda penso que tem coisas mais simples e mais perto do que ficar procurando essas novidades lá de longe, que devem ser boas sim, mas que temos equivalentes.

    Bjs

  2. Adorei as dicas, e também nao me desespero correndo. Pelo que tenho me informado o mais importante é a disciplina, a freqüência. Quem consegue ir todos os dias, 30/45 min são suficientes.
    Agora essa de alimentação ainda penso que tem coisas mais simples e mais perto do que ficar procurando essas novidades lá de longe, que devem ser boas sim, mas que temos equivalentes.

    Bjs

  3. Oi Mari!! Amei o Bento satisfeito pelos passeios de vocês estarem certos. E tb a fotinho dele experimentando a goji berry, mas acho que ele deve preferir carnes ao molho. Adoro ler o blog. Um beijo.

  4. Oi Mari!! Amei o Bento satisfeito pelos passeios de vocês estarem certos. E tb a fotinho dele experimentando a goji berry, mas acho que ele deve preferir carnes ao molho. Adoro ler o blog. Um beijo.

  5. Ih, eu também não gosto de correr não. Sem contar que tenho medo de correr na esteira e tomar um tombão, eheheh. Faço transport que acho mais divertido. Mas nessa “volta à vida saudável” – estava longe da academia há meeeeses- só tenho conseguido ficar 30 min. Tomara que funcione, heheeh.
    E pasme! Estou adorando a goji berry junto com a aveia bem quentinha!!!!!
    Bjos

  6. Ih, eu também não gosto de correr não. Sem contar que tenho medo de correr na esteira e tomar um tombão, eheheh. Faço transport que acho mais divertido. Mas nessa “volta à vida saudável” – estava longe da academia há meeeeses- só tenho conseguido ficar 30 min. Tomara que funcione, heheeh.
    E pasme! Estou adorando a goji berry junto com a aveia bem quentinha!!!!!
    Bjos

  7. Oi Mari! Já que tu gostas de caminhar, tenho uma dica pra ti. No interior do estado, na comunidade de Tamanduá, municipio de Marques de Souza, acontece mensalmente um projeto chamado Passeios na Colônia. A intenção é unir pessoas para realizar caminhadas pelo interior, mas lá não caminhamos por caminhar. A ideia é que as pessoas possam ir contemplando a natureza, tomem um café da colônia, e após o percurso (a média é de 7km), almocem na localidade em que chegam. O almoço é no estilo piquenique, ao lado de rios, com árvores passando por nossas cabeças. O projeto começou com 40 pessoas caminhando, hoje o grupo está em 200. Para quem quiser conhecer, no facebook está como Passeios na Colônia, e mais informações podem ser obtidas com o idealizador Alício de Assunção (também no face). Vale o passeio, para caminhar, se exercitar, provar a gastronomia rural e desestressar. Um beijo e te espero na próxima edição, que vai terminar num típico Filó Italiano!

  8. Oi Mari! Já que tu gostas de caminhar, tenho uma dica pra ti. No interior do estado, na comunidade de Tamanduá, municipio de Marques de Souza, acontece mensalmente um projeto chamado Passeios na Colônia. A intenção é unir pessoas para realizar caminhadas pelo interior, mas lá não caminhamos por caminhar. A ideia é que as pessoas possam ir contemplando a natureza, tomem um café da colônia, e após o percurso (a média é de 7km), almocem na localidade em que chegam. O almoço é no estilo piquenique, ao lado de rios, com árvores passando por nossas cabeças. O projeto começou com 40 pessoas caminhando, hoje o grupo está em 200. Para quem quiser conhecer, no facebook está como Passeios na Colônia, e mais informações podem ser obtidas com o idealizador Alício de Assunção (também no face). Vale o passeio, para caminhar, se exercitar, provar a gastronomia rural e desestressar. Um beijo e te espero na próxima edição, que vai terminar num típico Filó Italiano!

  9. Também não gosto de correr. Caminhadas rápidas, para mim, são muuuito mais eficientes. Adoro! E obrigada por mais esta dica legal – Goji Berry! Já vou comprar. E os livros tb. Sensacionais! Maravilha estas atuais possibilidades de trocas de informações – blogs!!! Ágil e eficiente! E o teu é mais que especial! Dia a dia! Vida real! Amo! Obrigada! bjos. Raquel

  10. Também não gosto de correr. Caminhadas rápidas, para mim, são muuuito mais eficientes. Adoro! E obrigada por mais esta dica legal – Goji Berry! Já vou comprar. E os livros tb. Sensacionais! Maravilha estas atuais possibilidades de trocas de informações – blogs!!! Ágil e eficiente! E o teu é mais que especial! Dia a dia! Vida real! Amo! Obrigada! bjos. Raquel

  11. Isso Mari, te programa! Temos até uma pousada já, para receber os turistas. Estamos organizando um curso de turismo rural, para que a comunidade fique 100% nessa área. Detalhe: em 2010 uma enchente submergiu boa parte da vila. O Passeios na Colônia além de fazer bem ao turista, é uma renovação da alma da comunidade. Venha nos conhecer!

  12. Isso Mari, te programa! Temos até uma pousada já, para receber os turistas. Estamos organizando um curso de turismo rural, para que a comunidade fique 100% nessa área. Detalhe: em 2010 uma enchente submergiu boa parte da vila. O Passeios na Colônia além de fazer bem ao turista, é uma renovação da alma da comunidade. Venha nos conhecer!

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.