“Mãe, qual o tamanho do teu amor?”

Tenho uma amiga que mora no Rio, a Aninha Petrik. A Aninha é daquelas cariocas que falam aquele chiado bom e que torna qualquer história que ela venha a contar ainda mais divertida do que a história já é. A Aninha também vive por dentro das últimas novidades do Rio. E vive me atualizando do que de melhor aparece por lá. Vem da Aninha, portanto, uma lindeza que me fez quase chorar.

crying-babyCOISA MAIS LINDA DO MUNDO

Escreveu a Aninha:
Oi, Mari,
Tudo bem, querida?
Queria te apresentar a marca YOU DO. Tudo começou com uma declaração de amor entre mãe e filha e, hoje, a marca acaba de inaugurar seu atelier. Este mês, lança o seu e-commerce. Te mando mais informações e imagens do ateliê e peças!
Beijos, Aninha

Olha, por favor,  a graça do ateliê, que fica na Av. Epitácio Pessoa, 4224 –  112.

ANINHA2 NÃO É UM SONHO?

ANINHA1OUTRO CANTINHO!
Adoro as paredes de tijolinho à vista!

ANINHA3MAIS OUTRO CANTINHO!
Adoro luzes indiretas, como a da luminária na mesa e a ideia das lâmpadas na escada

A história da criação da marca You Do começou com a pergunta:
– Você me ama de que tamanho, mãe?
– Te amo do tamanho da girafa em cima do elefante, em cima de todos os prédios, em cima de todas as nuvens.

Esse diálogo aconteceu por muitos anos e virou símbolo de uma relação de amor desmedido. Depois, virou uma tatuagem feita por mãe e filha. E agora, então (e pra nossa sorte!), se materializou em forma de colares produzidos You Do, marca que foi criada pelas duas personagens dessa história: Suzy Gouvêa e Thais Scot – mãe e filha.

Olha uma das peças!

ANINHA4OOOOOOOOHHHHHH!!
Como se vê, a You Do é baseada no afeto, no amor ao acessório e na alegria ao se expressar para se vestir. Mas, principalmente, na afetividade e parceria de mãe e filha

A marca lança duas linhas: “Te amo do tamanho”, formada por colares, brincos e anel em forma de prédio, girafa, elefante e sol (que se originaram da história de amor entre mãe e filha e da tatuagem) e “Fauna Brasileira”, que traz colares de 3 animais — o tucano, a capivara e o macaco.

ANINHA5O TUCANO, A CAPIVARA E O MACACO

Os colares são de aço com banho de ouro amarelo, ouro rosé, ou metal prata. A linha “Te amo do tamanho” vem com fecho diferenciado em ímã, e tem como proposta a sobreposição, para brincar com as peças.

Olha!

ANINHA7NÃO É UM SHOW DE DELICADEZA?

ANINHA6E APENAS UM DELES SOZINHO!

Os colares da “Fauna Brasileira” vêm em um kit: o animal escolhido + um pingente de coração + dois fios de seda com ponteiras de prata. “Nossa proposta é que você use de diversas formas: como colar, pulseira, o coração junto com o bichinho e até aonde sua imaginação puder chegar”, conta Thais Scot. E agora me desculpem, preciso sair correndo. Abri a porta para o animal parar de espirrar e perceber que já estamos indo passear e ele está lá no hall de entrada do prédio latindo feito um cão raivoso e querendo avançar em alguém.

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.