Mari em Punta: a moda das camisetas, a viseira do desejo e o almoço com Tom Ford

Não sei muito bem por onde começar a quantidade de coisas que tenho para contar, porém já mostradas em vídeos e mais vídeos e mais vídeos e fotos e mais fotos e mais fotos no Insta Stories. Reza a lenda que as coisas devem começar pelo começo – e o começo me leva ao exato ponto de onde parei o último post Diário da Mari: o sorvete, o livro, o prato principal, o livro e assim correm os dias em Punta. Em primeiro lugar, não corri a San Fernando. Meu respectivo marido aportou por essas paragens, com folga do trabalho por alguns dias e, em vez de me incentivar, começou a dizer que eu seria muito mais feliz correndo ao lado dele pela península durante a manhã e não no meio de 4 mil pessoas pelas ruas de Maldonado às 18h. Não tirei a razão, não me arrependi e no exato momento em que era dada a largada, eis onde jazia Mariana.

mari-em-punta1OI, GURIAS!

httpwpclicrbscombrporaifiles201212pinto-dancandof1gifINDO A LA PLAYA, Ô, Ô, Ô, Ô, Ô

mari-em-puntaCON UNA CERVEZA, Ô, Ô, Ô, Ô, Ô

Em vez das minhas queridas leitoras e seguidoras ficarem curiosas a respeito de quais são as melhores cervejas de Punta del Este, elas tiveram mais curiosidade a cerca de minha viseira. Na verdade, esta viseira pertence à minha querida irmã. A minha é igual, porém, verde. Mas como há viseiras e chapéus e bonés a rodo neste apartamento – e apenas uma habitante para fazê-los feliz e levá-los para passear -, resolvi fazer revezamento.

Olha!

mari-viseiraLINDA, NÉ?
Protege muito também, não fica um pedacinho do rosto de fora! É da marca carioca Sollas

Esta temporada em Punta também é a temporada de usar antigas camisetas que andavam esquecidas. Estou cada vez mais fã de camisetas. Camisetas andam com a gente por qualquer lugar. Estão cada vez mais elaboradas, coloridas, divertidas e antenadas com a moda. Há camisetas que não dou de jeito nenhum, vivem comigo há anos e têm muitas histórias para contar. Pois no ano passado, eu estava seis quilos mais roliça e muitas camisetas estavam meio apertadinhas. Sabe sutiã marcando as gordurinhas das costas?

mulher-hysteria3ODEIO

Então, o que fiz: subi essas camisetas para cima do armário aqui do apartamento de Punta e jurei que voltaria neste 2017 apta a usá-las. Promessa cumprida. Seis quilos mais magra, muito menos gordurinhas saltam por pontos estratégicos (algumas teimam em nunca ir embora, mas agora não quero falar sobre isso para não perder meu humor que está inacreditavelmente bom para uma segunda-feira).

bento1124SE ESTIVESSE DE MAL HUMOR EM PUNTA, TINHA QUE MANDAR INTERNAR

Senhoras e senhores, a primeira camiseta que voltou a servir em Mariana!
Olha!

mari-hello-kittyHELLO KITTY!
Comprei esta camiseta sabe quando? Em 2005! Ou seja, há 12 anos. Morava em São Paulo e morria de amores pela loja da DocDog ali na Alameda Lorena. Nem sei se existe ainda!

mari-camisetaSEGUNDA CAMISETA: TOM FORD
Ganhei de presente de uma leitora. É a caricatura do estilista e agora preciso contar o que aconteceu… Rola o mouse!

13260067_132449870504222_2502585651193525473_n

ME DIZ SE NÃO É PARECIDO COM O CHICO, MEU RESPECTIVO MARIDO?
Se eu tinha me dado conta? Que nada!! Foram as leitoras que me alertaram no Insta! Só uma amostra da repercussão que me fez rolar de rir. Ainda mais quando o Chico me larga: “Parece eu mesmo… Achei que tu soubesse”

comenta1comenta2comenta3

Já que estamos falando de Chico, ontem foi o dia de ele ir para a cozinha preparar uma de suas especialidades-barbada. Fica aqui a receita da salada de verão do Chico para você, querida leitora, que curte camarão. Começando do começo. Voltávamos da corrida diária quando o tempo começou a fechar e terminou com nossos planos de fazer um passeio pela Barra e beber um Clericot no Flo.
– Vamos aproveitar que estamos aqui no Porto e comprar camarões? – sugeriu o Chico.
– Comemos em casa com vinho branco! – topei.

Compramos, então, 600 gramas de camarões frescos e pré-cozidos. Uma vez em casa, Chico deixou marinando no suco de cinco limões, acrescentou pimenta preta, uma cebola roxa, picou muuuuita salsinha (amamos salsinha) e fomos tomar banho enquanto a mistura ficava pegando gosto na geladeira.

Olha!

mari-e-chico-cozinhaTOM FORD PICA CEBOLA, QUEM DIRIA, HEIN?

bento1124ELA ESTÁ IMPLICANDO MUITO COM O COITADO DO CHICO

gargalhadas3

mari-saladaOLHA A IGUARIA DO TOM FORD!!!
Nham Nham!!!!

mari-e-chico-na-mesaMARIANA E TOM FORD EM FOTO ENVIADA PARA AS FAMÍLIAS POUCO ANTES DE DEVORAREM O PRATO INTEIRO!

dom-pascualA QUEM INTERESSAR, ESTE ERA O VINHO URUGUAIO!
Ótimo custo benefício: Don Pascual Sauvignon Blanc

mari-ngA QUEM TAMBÉM INTERESSAR POSSA, ESTE É O ÓLEO QUE SALVA MEU CABELO NESTE VERÃO!

ng-de-france-biossentiel-oil-50mlBIOSSENTIEL OIL
Da NG de France. Um reparador de pontas absolutamente e também o melhor antifrizz que já tive a sorte de experimentar! Em Porto Alegre, comprei na YouHair! Indico para todo mundo que amo!

E agora me despeço porque sete quilômetros de corrida me aguardam. Não que eu esteja disposta hoje. Confesso que acordei com bastante preguiça – coisa da segunda-feira. Mas prometi ao Tom Ford que pagaria as duas blusas da Nike que ele comprou para mim com um almoço no Boca Chica. Quero repetir o prato que devorei com o pai, que recomendo ao mundo e que tenho certeza que ele vai adorar.

Olha!

punta-merluza-boca-chicaHOLA, MERLUZA GUAPA!

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.