O pão meu de cada dia


Teve uma época em que eu encasquetei de eliminar aquelas gordurinhas que já tinham me avisado que não pretendiam ir embora tão facilmente assim. Mas eu morava no Rio de Janeiro e tinha entrado naquela onda de corpos sarados na praia. E resolvi travar uma verdadeira guerra contra aquelas malditas gordurinhas.
– Vocês não vão embora? – perguntei diante do espelho. – Vocês é que pensam!
Procurei o Dr. Alexandre Merheb, um mestre em Nutrologia, e me encantei com seu método (para saber mais, basta colocar o nome dele no Google, o Dr.Merheb é fera. Ou mesmo acessar o site www.metabolikey.com).
Bom, resumindo a história: EU GANHEI A GUERRA!
***
Mas sofri, como sofri, com uma das determinações do Dr.Merheb: eliminar por 15 dias o pão da minha vida. Juro por Deus que não burlei a recomendação médica, mas não lembro de ter passado uma privação tão grande como aquela. E por um único motivo. Eu AMO pão. Eu AMO cheirinho de pão. Eu AMO padarias e AMO sanduíches.
***
E lembrei de toda essa história quando fiquei sabendo que a Barbarella Bakery está com novo sanduiche no cardápio, o Mata Hari – com recheio de carne de panela e queijo brie. A massa amarelinha da baguette viennoise é feita à base de leite, manteiga e ovos e ela é mais fofinha do que as baguetes tradicionais. Como não vivo mais no Rio de Janeiro e como não preciso ir à praia no inverno…. BARBARELLA, AÍ VOU EU!!!!

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.
  1. Querida Mariana, estou adoooooorando teu blog, BUT,
    com esse clima,propício para se cometer o pecado da gula,
    tú poderias não postar as fotos das tuas descobertas?
    Descupa, mas o motivo de meu pedido é baseado em uma grande verdade, pois como diz o ditado: O que os olhos não vêem, o coração não deseja, hehehehe.
    Super bj e parabéns

  2. Querida Mariana, estou adoooooorando teu blog, BUT,
    com esse clima,propício para se cometer o pecado da gula,
    tú poderias não postar as fotos das tuas descobertas?
    Descupa, mas o motivo de meu pedido é baseado em uma grande verdade, pois como diz o ditado: O que os olhos não vêem, o coração não deseja, hehehehe.
    Super bj e parabéns

  3. As gordurinhas não voltam com um sanduiche vez ou outra, Mariana!
    E a felicidade que aqueles pães da barbie proporcionam…
    Vamos comer sem culpa!

  4. As gordurinhas não voltam com um sanduiche vez ou outra, Mariana!
    E a felicidade que aqueles pães da barbie proporcionam…
    Vamos comer sem culpa!

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.