O passeio ao Vale dos Vinhedos


Prometi que contaria em detalhes sobre o passeio ao Vale dos Vinhedos. Então, vamos lá. Bom, pra variar um pouco, saí mais tarde de Porto Alegre do que gostaria, sábado por volta de 14h. Porém, a ideia era fazer um passeio sem estresse – e lá fomos nós, sem estresse, em direção a Bento Gonçalves. Ainda na estrada, comecei a procurar no iPhone algum restaurante que ficasse aberto até mais tarde para a gente almoçar. Nos indicaram o Cantamaria, quase na chegada a Bento. Comi de joelhos o melhor galeto desse mundo.
***
O Cantamaria é uma ótima opção para quem perde a hora do almoço. Os restaurantes da região costumam ficar abertos até às 15h. Pois o Cantamaria fecha às 17h. Sentamos à mesa eram quase 16h. Pedimos o rodízio simples: sopa de capeletti, galeto al primo canto, espaghetti com molho de tomate, polenta na chapa, radicci com bacon, salada de maionese e sobremesa da casa (sagu, pudim de leite ou ambrosia).
***
Preciso dizer que vieram quatro polentinhas fritas desavisadas no prato de polentas na chapa. E eu comi, sério, a melhor polentinha frita do universo. Ela fazia croc, croc, croc por fora e era fofinha, muito fofinha, por dentro. A polenta na chapa também era deliciosa, mas essa fritinha é imbatível.
***
E a sopa de capeletti? Eu me encaminhava para o quarto prato quando achei melhor ponderar um pouquinho, já que tinha todo o galeto pela frente (e com a dor nas panturrilhas que estou por causa da maldita corda que eu não vou mais pular, estou impedida de fazer qualquer exercício de impacto). O capeletti é caseiro, pequeninho e eles servem al dente. Eu nunca comi uma sopa de capeletti igual.
***
Pedimos a sugestão de um vinho, e o garçom nos ofereceu um Merlot da vinícola Almaúnica, que fica ali bem pertinho. Eu tinha anotado essa vinícola como dica para visitar. Portanto, a sugestão foi providencial. Devidamente muito bem alimentados, pegamos o carro e entramos na estradinha do Vale dos Vinhedos. Cinco minutos de carro, topamos com a vinícola Almaúnica. Entramos para visitar e foi uma grata surpresa. Rola o mouse, eu conto no próximo post.

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.