O saquinho de roupas salvador e o abajur de dupla função

Ontem estava um dia convidativo para ficar em casa, vai dizer? O tempo emburrado, a gente não sabia se chovia ou abria sol, friozinho… Eu estava quase me jogando, sem escalas, da cama para o sofá – para dele não mais levantar -, quando a voz da consciência falou mais alto: preciso ir à Tok&Stok, preciso ir ao supermercado. PRECISO. Então, tomei banho, me vesti e comuniquei ao Chico que essas tarefas eram estritamente necessárias para o bem de nossas roupas pararem de cultivar bolinhas na máquina de lavar e para o bem de termos o que comer durante a semana. Ele não só concordou como se alçou para ir junto.

bento1EU FUI DOS EXCLUÍDOS

Bento, este pobre animal, foi dos excluídos. Foi dos excluídos depois de passear bastante, depois de encher a pança com sua ração das hepáticas e ganhar de bônus um Biscrok. Então partimos rumo à Tok&Stok por orientação de minha cunhada Lila. Explico: sexta-feira, Rosa apareceu no quarto, onde eu buscava paciência para dobrar algumas roupas. Tinha um blusa de lã minha na mão e falou.

– Dona Mariana, olha isso aqui. As suas blusas de lã e as meias estão enchendo de bolinhas da máquina. Eu posso lavar na mão, mas vai demorar mais tempo para secar. Se a senhora quiser, tem uns saquinhos para colocar a roupa dentro e levar à máquina. Eles protegem a roupa, a lingerie, as meias.
– Sério, Rosa? E onde tem pra vender esse saquinho? – perguntei.
– A dona Camila sabe.

woman on phoneALÔ, LILA, SOCORRO, S.O.S, CÂMBIO!

Lila falou que os saquinhos eram da Tok&Stok. Branquinhos, meio furadinhos, com um fecho laranja. Avisou que havia de dois tamanhos e que o melhor era comprar logo o maior.
– Quantos tu acha que eu devo comprar?
– Ah, uns três resolvem – ela respondeu.

E lá nos fomos para a Tok&Stok em busca da salvação de nossas roupas. Fiquei impressionada com o movimento. Tok&Stok é programa de casal, de família, de namorado, de tudo quanto é estilo de gente aos domingos. E é muito prazeroso mesmo. Porque tu fica lá, sonhando com um lar doce lar cheio de novidades. O problema é que é preciso ter freio porque, de repente, tudo a gente acha que precisa. Chico já estava agarrado em uns tapetes para o banheiro – ao que eu alertei: “Estamos precisando?”. E ele: “Não, mas é bacana”. Ao que eu respondi: “Se formos pegar tudo o que é bacana, sairemos daqui falidos. Foco, por favor”.

bento1SHATSU ADORA PERDER O FOCO

Pra quem não sabe, Shatsu é como o Bento chama o Chico e como o Chico chama o Bento. É uma brincadeira dos dois. Um dia, estávamos passeando no Rio, e uma moça perguntou qual era a raça dele. Eu respondi: Lhasa Apso. E ela devolveu: “Ah, achei que fosse Shith Tzu”. E o Chico respondeu: “É Shatzu”. Shatzu de chato, captaram? Hehehe! Desde então, eles se implicam diariamente. Bom, voltando ao mesmo foco que eu pedi para o Chico: seguimos andando pela Tok&Stok e achei os saquinhos para colocar na máquina.

Olha!

safe2633018735A SALVAÇÃO DAS ROUPINHAS CONTRA BOLINHAS!

ec26EIS O QUE A ROSA ESTÁ FAZENDO NESTE MOMENTO, FELIZ DA VIDA!

Seguimos bisbilhotando a Tok&Stok atrás de um vidro grande (mais um) para colocar as rolhas de todos os vinhos que bebemos (e não é pouca coisa). Já temos três vidros cheios e, ultimamente, andávamos armazenando as rolhas em uma caixa à espera de um novo vidro. Então, eis que passamos por um setor de abajures da loja e vimos um vidro cheio de umas flores secas e sementes e tal com uma cúpula de abajur.

– Olha isso! – disse o Chico. – E se a gente colocasse nossas rolhas dentro desse vidro de abajur?
– Sensacional!
– Estamos precisando mesmo de um abajur, daí já resolvemos duas coisas.
– Por mim, fechado.

Ainda demos sorte que o vidro que queríamos era o último e estava invisivelmente danificado, o que nos rendeu um desconto de 30%. Mais sorte ainda porque a cúpula para o abajur que queríamos estava aberta e era a última, o que nos rendeu mais um desconto de 5%. E mais sorte ainda quando o Chico resolveu comprar um vidro para fazer caipirinha que estava sem o espremedor de limão, o que nos rendeu um desconto de 40%. Sim, os louquinhos das peças defeituosas invadiram a Tok&Stok ontem.

Olha nosso abajur em ação!

IMG_5331OOOOOOOOOOOOOOOHHHHHHHHHHH!!!!
Aquele cinzeiro eu trouxe do Peru e não estava sabendo onde colocar!
Não ficou legal?

scared-woman2-267x300ACHEI GENIAL!

Só depois fiquei pensando… Todas as rolhas ocuparam até a boca do vidro. Ou seja: a partir de hoje à noite, quando eu abrir uma garrafa nova depois de colocar meu pijama, mais uma vez não terei vidro para armazená-la. Ou seja: terei que voltar à Tok&Stok.

bento1SEMPRE ARRANJANDO DESCULPA PRA GASTAR DINHEIRO

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.