Pilates deixou de ser coisa de mulher: eles também estão amando a prática!

Logo que surgiu no Brasil, em 1991, o Pilates conquistou o público feminino fazendo com que a prática ficasse associada às mulheres. Os movimentos completos, a concentração na respiração e alongamento presentes na atividade, unidos à crença masculina de que os exercícios físicos só têm efeito se ligados ao “suor e cansaço”, colaboraram para a baixa adesão dos homens a princípio, explica a educadora física e diretora técnica da Personal Work, Adriane Lafemina.

Essa mentalidade, porém, tem mudado aos poucos. A compreensão de que a modalidade trabalha o corpo de uma maneira global trazendo flexibilidade, força, equilíbrio e tônus muscular tem atraído praticantes do sexo masculino para os estúdios de Pilates, seja por indicação médica, seja por não se adaptarem à rotina de exercícios de uma academia.

andy-murrayPILATES: CADA VEZ MAIS É COISA DELES TAMBÉM

Um dos fatores que tem gerado essa mudança é o fato de o Pilates auxiliar na melhora da postura, o que, segundo o fisioterapeuta da Club Físio, Heitor Cavalini, é a “reclamação recorrente de homens que procuram o Pilates: dores lombares, resultado de várias horas sentado no posto de trabalho”. Isso se dá pelo fortalecimento do chamado “power house”, conjunto de grupos musculares que abrange abdômen, coluna lombar e região pélvica, proporcionado pela prática uma vez que, do ponto de vista estético, o abdômen é uma das maiores preocupações masculinas.

+ FITNESS: Por que o treinamento funcional é tão bom e faz tão bem

– As dores nas costas, na grande maioria das vezes, é resultado de um abdominal fraco. O abdômen, por ser o responsável pela saúde da coluna, possui destaque nos exercícios de Pilates. Muitas vezes o aluno que chega até a clínica comunica que faz abdominais na academia, mas mesmo assim sente dores na coluna. A explicação é que o Pilates trabalha com outro tipo de abdominal, ele acessa uma musculatura mais profunda, bem próxima à coluna – explica Cavalini.

pilates-menA PRÁTICA FORTALECE O “POWER HOUSE”: CONJUNTO DE GRUPOS MUSCULARES QUE ABRANGE ABDÔMEN, COLUNA LOMBAR E REGIÃO PÉLVICA

Além dos benefícios adquiridos ao longo da prática, outro ponto positivo é a possibilidade de combiná-la com outras atividades físicas:

– O Pilates pode ser conciliado com qualquer prática esportiva, podendo ser usado como treinamento auxiliar na preparação física de atletas e intercalada com atividades aeróbicas como caminhada, corrida e natação, por exemplo – afirma Adriane Lafemina.

Por se tratar de uma técnica funcional, o Pilates também pode ser usado para prevenção de lesões em atletas. Segundo Cavalini, “no Pilates podemos direcionar os exercícios para movimentos que o atleta mais utiliza. Se futebol, por exemplo, trabalhamos com o gesto usual da prática, como chutes e movimentos nos membros inferiores”.

 

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.