Pílulas para ler e oferecer por aí

Quem já leu Peregrina de Araque sabe que tenho mania de tomar remédio. É que não gosto de sentir dor, sabe assim? Tem gente que fica com dor de cabeça o dia inteiro para não tomar remédio. Imagina! Ao menor sintoma, eu tasco duas Neosa de uma vez só. Masoquista é o que não sou. Hipocondríaca talvez. Hahahahaha!

Pois hoje, cheguei pra trabalhar e tinha um pacotinho, tipo esses pardos de farmácia, em cima da minha mesa. Abri e… SUSTO!

Dei de cara com uma cartelinha dessas, cheias de pílulas.

“De que serão?”, logo me perguntei. São de frases! Ideia da Lu Gastal. São as “pílulas lugastal”. Dentro da cápsula, tem um papelzinho com uma frase diferente.

Achei uma ótima para levar na bolsa e oferecer por aí  – principalmente para aquelas caras mais azedinhas, entendeu? Também achei ótima opção para complementar o presentinho de fim de ano.

Eu abri uma de cor laranja e cheguei a me arrepiar. Continha uma frase do Fernando Sabino que é uma das minhas prediletas e que vivo repetindo (principalmente em semana de fechamento de Donna tumultuado. Hahahaha!!):

“No fim, tudo dá certo, e se não deu certo é porque ainda não chegou ao fim”

Para conhecer mais, o site da Lu é ótimo: www.lugastal.com.br

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.
  1. Olá Mariana, primeiro obrigado pelo livro que me presentiasse, grato pela dedicatória; só que não entendi a mensagem em …( arabe,palestina, sei lá ). Espero que continues assim. Um feliz ano novo para tua família , que Deus de proteja, sempre. Um forte abraço no meu amigo Chico ( um cara guerreiro e está sempre com as antenas ligadas; isso é importante) .Faça um esforço, antes de descer do camelo, escreva outro livro; pois é importante a continuidade. Abraços e uma boa férias/Abraços/Edgar

  2. Olá Mariana, primeiro obrigado pelo livro que me presentiasse, grato pela dedicatória; só que não entendi a mensagem em …( arabe,palestina, sei lá ). Espero que continues assim. Um feliz ano novo para tua família , que Deus de proteja, sempre. Um forte abraço no meu amigo Chico ( um cara guerreiro e está sempre com as antenas ligadas; isso é importante) .Faça um esforço, antes de descer do camelo, escreva outro livro; pois é importante a continuidade. Abraços e uma boa férias/Abraços/Edgar

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.