Roll-on: o novo amigo da nécessaire


Neste post, há uns dias atrás, eu havia comentado sobre meu encantamento com uma novidade cosmética: o roll-on para a área dos olhos. Pois não é que virou febre? Mais e mais marcas começaram a lançar seus cremes em embalagens roll-on nos últimos meses, com o único e exclusivo propósito de tratar a região dos olhos. As promessas são tentadoras (no meu caso, se cumpriram): reduzir bolsas e olheiras por meio de ativos e também por conta da ponta de aço rotativa e geladinha.

Fui pesquisar mais a fundo esses produtos, li o que andam dizendo especialistas e me pareceu que o roll-on é uma novidade que veio realmente para ficar, pois sua eficácia é realmente festejada. Por exemplo: as olheiras aparecem principalmente em função da má circulação do sangue nessa região – e é aí que o  roll-on age. A ponta de aço cirúrgico estimula a contração dos vasos sanguíneos e a circulação do sangue.

Quanto às bolsas debaixo dos olhos, os especialistas dizem que são decorrentes de dois fatores principais: retenção de líquido e gordura acumulada. A  massagem do roll-on age como uma drenagem, diminuindo esse líquido da bolsa.

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.