Dia da Pizza: Pot.Pourrí e A Virgem Bar, dois lugares com pizza bem do jeitinho que eu gosto

Neste 10 de julho comemora-se o Dia da Pizza e dia desses vinha pensando em como Porto Alegre anda bem servida de pizzarias. Há lugares com massas e recheios para todos os gostos, mas minha intenção neste post é sugerir dois lugares diferentes que fizeram a festa das minhas papilas gustativas no quesito pizza como eu gosto: saborosa, de massa fininha e crocante.

pot-pourri-capaPOT.POURRÍ: PIZZARIA BOUTIQUE

Pot. Pourrí

Conhecida como a única “pizzaria boutique de Porto Alegre, é um lugarzinho encantador e tranquilo para comer aquela pizza croc croc croc, sabe? São pizzas de massa beeeeem fininha e crocantes servidas ao som de jazz. Podem ser acompanhadas de salada verde. Já comeu pizza acompanhada de salada verde? Pois é só o que eu faço desde que experimentei. Adoro colocar folhas de rúcula em cima.

O ambiente da Pot Porrí tem aquilo que eu mais prezo: luz baixa e intimista. Dica de sabores? Bom, eu adoro pizza com funghi. Portanto, a de cogumelos com funghi está entre as minhas preferidas. A pizza de carne de panela, mussarela de búfala e manjericão é carro chefe da casa, assim como a Lemon Pepper ( mussarela, queijo de cabra, raspas de limão siciliano e mix de pimentas).

Espia só o clima!

Única pizzaria boutique de POA, está localizada numa charmosa casa residencial
Única pizzaria boutique de POA, está localizada numa charmosa casa residencial
A entrada e os ambientes são bem intimistas
A entrada e os ambientes são bem intimistas

Pot. Pourrí
Rua Pedro Chaves Barcellos, 845
Bela Vista, Porto Alegre
Tel. (51) 9234-3343
Das 19h às 23h30. Fecha às segundas.

VIRGEM-_n-748x561A VIRGEM BAR: PIZZA COM AMBIENTE DE BARZINHO

A Virgem Bar

Uma das melhores experiências no quesito pizza que eu já tive. Fomos em dois casais, Chico e eu, Georginho e Paulinha. Naquela noite de sábado, não havia a menor hipótese de eu sair de lá sem comer a pizza tão aplaudida. Me distraí conversando com a Paulinha e, quando percebi, Georginho já tinha escolhido uma dos sabores com filé mignon. Preciso dizer que não seria a minha escolha porque pizza é pizza, filé mignon é filé mignon. Mas Georginho fez o que adora fazer – ele e o Chico aliás. Como não enxergam o cardápio e se negam a sair de óculos à noite, eles chamam o garçom e perguntam qual é o campeão de vendas da casa. Daí compram a ideia.

VIRGEM-IMG_5324A PIZZA DE FILÉ MIGNON

Não pude falar. Estava ótima! Massa finiiiinha e croc, croc, croc. Ela vem assim, no prato e com talheres pra todo mundo. Já vem cortada. A gente só precisa separar com garfo e faca os pedaços e se atirar feito viking. Estava tão, tão, mas tão boa que pedimos outra.
– Agora a Mariana escolhe – disse o Georginho.

Pedi metade metade. Metade margherita e a outra metade um outro tipo de margherita com pesto. O garçom disse que há um sabor com camarão que também é campeão de vendas. Mas filé e depois camarão não estava muito nos planos.

VIRGEM-IMG_5327MARGUERITA E MARGUERITA COM PESTO
Divinas!

A Virgem Bar
Rua Olavo Bilac, 251
Cidade Baixa, Porto Alegre
Tel. (51) 3085-9090
Das 18h30min à 1h/ Sextas e sábados até 2h
Fecha aos domingos

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do site MK e colunista do programa Band Mulher e da rádio Band News FM. É também autora dos livros "Peregrina de Araque (2011), "Vida Peregrina (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Leva um tempo até a gente perceber que por trás da figura de mãe existe também uma mulher como nós. Com gostos, desejos, anseios, vontades, expectativas, decepções. Não dizem que são nas viagens que a gente conhece profundamente a essência dos amores e amigos? Pois viagens também contribuem para aproximar mães e filhas no papel de duas mulheres adultas e companheiras. Em nossas viagens, mãe e eu convivemos com nossas imperfeições e fizemos mútuas descobertas – das profundas às mais comezinhas. Ela bebe pouca água; eu vivo com uma garrafa na mão. Ela critica a minha garrafa; eu critico a falta de água no organismo dela. Ela já planeja a Páscoa do ano que vem; eu ainda nem cheguei no próximo Natal. Ela não compreende a minha falta de planos; eu não entendo a ansiedade dela. Ela pensa em voz alta; eu reflito em silêncio. Ela diz pra eu falar alguma coisa; eu suplico que ela cale a boca por cinco minutos. Ela prefere o sol do meio-dia; eu prefiro o ar-condicionado. Ela diz que estou branca feito um bicho da goiaba; eu respondo que ela está laranja feito um nacho de Doritos. Agora estamos de novo aqui, juntas, em viagem, sentadas na grama da praça de José Ignacio. Que bom, né, mãe? Que bom que a vida nos concedeu este prazo para descobrir ainda a tempo o privilégio de passearmos juntas por aí e explorar como adultas esta delicada amizade — e o que existe de melhor em cada uma de nós. ♥️ #amordemãe #amordefilha #viajecomsuamãe
  • Né?! 👌🏻
  • Início de namoro no balanço. Fazenda Tapera, Santo Augusto, RS. Junho 2007. #tbt #valentinesday2019 ♥️
  • Uma tarde em família descobrindo @pueblogarzon e as maravilhas da cozinha do @restaurantegarzon do super chef @francismallmann 👌🏻🇺🇾🐶 #uruguay #poraí #francismallmann
  • “Não existe uma raça superior. Tem tanto valor um porteiro quanto um médico, porque cada um desempenha o seu trabalho com dignidade e cada um é importante para toda a sociedade. Nós não vamos acabar com os problemas sociais enquanto não mudarmos nossas cabeças e exigirmos dos que estão acima de nós o respeito que o povo tem que ter e merece ter. Tem que nos dar respeito, e não caridade pública, mas respeito”. Dona Mercedes, mãe de Ricardo Boechat. A fruta não cai longe do pé. 🖤 #rip #ricardoboechat
  • Gostaria de dizer para você que viva como quem sabe que vai morrer um dia, e que morra como quem soube viver direito. 🙌🏻🇺🇾♥️ #graciasalavida #ricardoboechat #vivaempaz