Água da torneira, filtrada ou mineral? Saiba qual é a melhor opção para a saúde do pet

Existe uma grande preocupação sobre a qualidade dos alimentos, rações, cuidados com o pelo, dentes, quantidade de água que o pet deve tomar durante o dia. Em relação a água, além da quantidade, é importante saber sobre qual é recomendada: água de torneira, filtrada ou mineral?

Segundo a veterinária Flávia Engles, proprietária da Riviera dos Cães, mesmo que o controle de qualidade da água seja requisito obrigatório aos órgãos de distribuição, a água de torneira não é apropriada para o consumo dos Pets.

– Isso porque no percurso até a residência, a água está sujeita a sofrer várias contaminações, desde as unidades de tratamento, tubulações, até as caixas d’água – destaca ao completar que entre os principais contaminantes estão os microrganismos, como bactérias, vírus e protozoários. – Mesmo com a adição do cloro e flúor, alguns protozoários permanecem vivos, como é o caso da Giardia Lamblia, afetando cães, gatos e humanos, e causando diarreias, má absorção dos nutrientes, cólicas e emagrecimento crônico – ressalta a veterinária.

dogÁGUA DA TORNEIRA: MELHOR EVITAR

Em relação à água mineral, por maior que seja a garantia de qualidade em comparação com a água de torneira, ela também não é indicada para a hidratação dos animais. Como a maioria vem acondicionada em recipientes plásticos, a água pode ser contaminada com substâncias tóxicas liberadas pelas próprias embalagens, como o ftalato, composto associado a várias doenças como câncer e distúrbios endócrinos.

No caso da água filtrada, existe uma enorme variedade e tipos de filtros, sendo que a maioria deles, além de filtrar sujidades, livram a água de alguns microrganismos, incluindo a Giardia Lamblia, e também não contêm as substâncias provenientes das embalagens plásticas.

+4PATAS: Como fazer seu querido amigo cão parar de puxar a guia durante o passeio

O filtro realiza a retirada dos excessos de algumas substancias presentes na água de torneira e filtra bactérias e protozoários, garantindo melhor qualidade. Vale ressaltar a necessidade de higienizar com frequência a caixa d’água da residência, pois a ausência desta higienização influencia diretamente na quantidade de bactérias e sujidades que o filtro, por sua vez, terá dificuldade de eliminar.

Em suma, a veterinária afirma que a melhor opção é de fato a água filtrada:

–O segredo de uma água boa para a saúde do seu pet está na junção de três fatores: caixa d´água limpa, filtro de boa qualidade e trocas periódicas da água presente na vasilha do Pet que, de preferência, não deve ser de plástico – finaliza Flávia.

petPRATOS DE CERÂMICA: ENTRE OS MAIS INDICADOS PARA A SAÚDE DO PET

E quanto aos pratos dos pets? As opções de plástico são de longe as mais comuns e justamente as menos indicadas. Estudos que pesquisam os efeitos do plástico na saúde (de todos, inclusive na humana) demonstram que ele libera petroquímicos na água e em outros líquidos. Bactérias e outros micro-organismos fazem a festa em seus poros e ranhuras, podendo transmitir falhas de pelo e dermatites em focinhos e bocas. Nos gatos, o plástico pode provocar nos queixos uma doença inflamatória específica.

Quando aquecido ou lavado com água quente o plástico libera Bisfenol A, um composto orgânico associado ao diabetes, câncer de mama e a outras doenças crônicas. Potes de alumínio são sabidamente tóxicos por liberar alumínio na água e comida, intoxicando em longo prazo. Os dois materiais apresentam a desvantagem de juntar bactérias e outros micro-organismos quando sofrem arranhões ou mordeduras, muito comuns no caso de serem usados para cães, principalmente filhotes. Poucas pessoas lavam comedouros com a frequência necessária e de maneira correta.

Comedouros e bebedouros de cerâmica polida e pintada, de vidro e de aço inoxidável são fáceis de limpar e não liberam substâncias nocivas à saúde dos animais. São, portanto, os mais indicados.

Compartilhar
mariana kalil

mariana kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do portal MK. É autora dos livros "Peregrina de Araque - Uma Jornada de Fé e Ataque de Nervos no Oriente Médio" (2011), "Vida Peregrina - Uma Jornada de Desequilíbrios, Tropeços e Aprendizado" (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. Dona do Bento, da Papaqui e tia da Olivia, vive em Porto Alegre ao lado do marido e dos peludos. Escreve diariamente na seção Por Aí, que funciona como uma espécie de blog e diário do site, e também nas outras seções do portal MK.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Aquele sorriso que enche o coração da gente e faz toda a dedicação a um cachorrinho idoso valer a pena ♥️🐶 #bento17
  • Meus três filhos lindos e exibidos na Banca 14 da @feiradolivropoa ♥️ Neste último fim de semana, estão com descontão, avisa a @luthome e a @dublinense 😱
  • Sempre fui uma moça séria 😜 #fotodeportaretrato #estanciadonagenoveva #bage
  • Sanduiche de sorvete com #stroopwafel devorado em... Acho que cinco dentadas! 😜 Onde? Como? Quando? Por que? Conto em detalhes no meu blog no site MK! #www.marianakalil.com.br
  • Um feriado feliz ♥️🐶♥️ #casadaalemoa #diadepiscina
  • Abrindo os trabalhos do feriado! Banana + mirtilo + água de coco + canela + gengibre! 🙌🏻♥️🙏🏻 #vitaminados 💪🏻