“Você quer ter razão ou quer ser feliz?”

Posso dizer que sou um ser humano controlado e disciplinado. Quem me conhece de perto sabe o quão grandiosas são essas duas características da Mariana. É por isso, que quem me conhece de perto, fica tão barbarizado quando me vê diante de um prato de brigadeiros. Perco a noção de tempo, de espaço, de limite. Eu tenho que comer todos até sentir que vou explodir pelos ares.

Não existe melhor doce no mundo. Não há chocolate belga, suíço, metido a nórdico que me convença ser melhor do que um negrinho. Simplesmente, porque não há chocolate com a cremosidade do negrinho. Aquela mordida puxa, aquele granulado fazendo croc, croc, aquela outra mordida…

Todos os dias na redação, depois do almoço, vou até o bar – e a Lara já sabe: nem pergunta. Me oferece a bandejinha de quatro brigadeiros para eu escolher o meu. E eu, quase chorando, pego um só (neste momento me controlo MUITO!). SIM, EU COMO BRIGADEIRO DE SOBREMESA TODO SANTO DIA. Com orgulho, sim senhor! E ai da Lara que me diga que acabou.

Dia desses, o Brig’s – Atelier de Brigadeiro, o paraíso dos brigadeiros de Porto Alegre, me enviou uma marmita liinnda com vários sabores de brigadeiros.

Eu comi todos numa sentada. Juro: eram uns 12. Eu tenho medo de pegar a Anita Garibaldi em direção ao Iguatemi justamente porque não sei qual seria minha reação ao passar em frente ao Brig’s. O que eu mais amo de todos ainda é o brigadeiro tradicional, mas eu faço questão de convidar você que me lê a experimentar o Floresta Negra, o 70% Amargo e o Nutella. Estou quase chorando de saudade.

E estou quase chorando com a perspectiva de conhecer a Juliana Motter.

A Juliana é jornalista como eu, trabalhava em redação, como eu. Um belo dia, disse para sua mãe:

– Vou deixar o jornalismo para fazer brigadeiro.

– Mas, minha filha, onde é que já se viu largar uma carreira de jornalista para fazer brigadeiro pra fora? – retrucou o pai dela.

– Podia não fazer muito sentido, é verdade, mas descobri, numa aula de filosofia, que coerência demais nem sempre é bom – conta Juliana. -”Vocé quer ter razão ou quer ser feliz?”, questionou o professor quando eu ainda estava no primeiro ano de jornalismo. Respondi à pergunta 10 anos depois, vibrando em silêncio, quando entreguei minha primeira encomenda de brigadeiros: “Quero ser feliz”.

Juliana é tão, tão feliz, tão realizada com seus brigadeiros, que vem a Porto Alegre nesta quarta-feira lançar seu primeiro livro, O Livro do Brigadeiro, uma delícia de leitura que eu devorei hoje de tarde enquanto fazia o trajeto Novo Hamburgo-Porto Alegre. Pra quem não sabe, ela é proprietária e chef da Maria Brigadeiro, uma brigaderia gourmet de São Paulo que oferece uma experiência mais do que gastronômica. É lúdica, sensorial, única.

Algumas delícias da Maria Brigadeiro

brigadeiro de colher e marmita de brigadeiros

olha a delicadeza do kit!

meu deus…

Pode-se dizer que Juliana é a pioneira no Brasil em perceber que o brigadeiro é um doce genuinamente nacional, que não existe em nenhum lugar do mundo e que pode ser muito, muito rentável. Desde então, muitas brigaderias têm aberto suas portas no país – e podem escrever: o brigadeiro ainda ganhará o status da caipirinha como nosso doce exportação. Eu poderia ficar a noite inteira aqui falando de um dos assuntos que mais amo na vida, mas agora preciso jantar para comer um brigadeiro de sobremesa. Há!

E prestem atenção: não deixem de ter na cozinha o livro de Juliana. Além de receitas incríveis e fáceis de fazer com brigadeiro, ela ensina passo a passo do brigadeiro dos deuses. Além do mais, tem uma prosa toda especial e um sem número de curiosidades.

Pra terminar, ela conta o motivo que nos leva a chamar, aqui no RS, brigadeiro de Negrinho – e de onde teria surgido a origem do nome brigadeiro. Querem saber? Não vou estragar a surpresa.

 

 


Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.
  1. Bom dia, Srta. Brigadeiro.

    Fiquei fascinado com a sua opção, colocou a mão na massa e pelo jeito deu muito certo, meus parabéns; Estou orgulhoso de ser daqui do sul uma opção de sobremesa fantástica .
    Necessito saber o endereço da loja , com certeza irei conhecer pessoalmente.
    Ainda não consegui me desvencilhar( serviço ), mas um dia chego lá.
    Abraço, tudo de bom.

    Gustavo Zart
    Dom pedrito -RS
    Cep-96450 000

  2. Bom dia, Srta. Brigadeiro.

    Fiquei fascinado com a sua opção, colocou a mão na massa e pelo jeito deu muito certo, meus parabéns; Estou orgulhoso de ser daqui do sul uma opção de sobremesa fantástica .
    Necessito saber o endereço da loja , com certeza irei conhecer pessoalmente.
    Ainda não consegui me desvencilhar( serviço ), mas um dia chego lá.
    Abraço, tudo de bom.

    Gustavo Zart
    Dom pedrito -RS
    Cep-96450 000

  3. Adorei o post…lindo!!! tão doce quanto nosso Negrinho!!! além de tudo entendo perfeitamente teu amor por este doce…tá aí nunca tinha pensado que o melhor de todos…mas você respondeu por que está entre os meus preferidos…”Simplesmente, porque não há chocolate com a cremosidade do negrinho. Aquela mordida puxa…” Inexplicável realmente!!! Parabéns e muitos doces pra você!!!

  4. Adorei o post…lindo!!! tão doce quanto nosso Negrinho!!! além de tudo entendo perfeitamente teu amor por este doce…tá aí nunca tinha pensado que o melhor de todos…mas você respondeu por que está entre os meus preferidos…”Simplesmente, porque não há chocolate com a cremosidade do negrinho. Aquela mordida puxa…” Inexplicável realmente!!! Parabéns e muitos doces pra você!!!

  5. Que Delíciaaaaaa, hummmm, me deu água na boca!!!! Sou apaixonada por doces, amo mesmo, do tipo que troca qualquer comida por um lindo prato de torta de limão, por quindim, brigadeiro, branquinho…. hummm este é meu preferido! As vezes me deparo com comentários das pessoas e fico meio, tipo, invocada. A razão de estarmos aqui é justamente ser feliz, e porque ficar a vida inteira(ou, meia vida, hehehe) de mal humor? Não faço apologia de nada, mas qual o problema das pessoas serem felizes? qual o problema de comer um maravilhoso doce, sem ser criticado? só porque doce exageradamente, faz mal? Mas, tudo que é exageradamente faz mal, até o amor em exagero, causa desconforto! Bom enfim, vim, agradecer pela matéria do brigadeiro, vez-me, pensar que preciso seguir mais meu coração e ser feliz! Abraços com afagos de uma apaixonada por doces!!! =)

  6. Que Delíciaaaaaa, hummmm, me deu água na boca!!!! Sou apaixonada por doces, amo mesmo, do tipo que troca qualquer comida por um lindo prato de torta de limão, por quindim, brigadeiro, branquinho…. hummm este é meu preferido! As vezes me deparo com comentários das pessoas e fico meio, tipo, invocada. A razão de estarmos aqui é justamente ser feliz, e porque ficar a vida inteira(ou, meia vida, hehehe) de mal humor? Não faço apologia de nada, mas qual o problema das pessoas serem felizes? qual o problema de comer um maravilhoso doce, sem ser criticado? só porque doce exageradamente, faz mal? Mas, tudo que é exageradamente faz mal, até o amor em exagero, causa desconforto! Bom enfim, vim, agradecer pela matéria do brigadeiro, vez-me, pensar que preciso seguir mais meu coração e ser feliz! Abraços com afagos de uma apaixonada por doces!!! =)

  7. Também sou apaixonada por brigadeiros e a Juliana Motter é uma grande inspiração para mim. A Arte Brigadeiros estará presente nesse “Bate-papo” na Fnac, representada por mim e não vejo a hora de conhecê-la pessoalmente. A loja Maria Brigadeiro é parada obrigatória sempre que vou à São Paulo e recomendo a todos conhecê-la.

  8. Também sou apaixonada por brigadeiros e a Juliana Motter é uma grande inspiração para mim. A Arte Brigadeiros estará presente nesse “Bate-papo” na Fnac, representada por mim e não vejo a hora de conhecê-la pessoalmente. A loja Maria Brigadeiro é parada obrigatória sempre que vou à São Paulo e recomendo a todos conhecê-la.

  9. oi Mari, o post ficou uma delícia! E, se alguém ainda tem dúvidas, o livro da Juliana é lindo, do tipo ‘tem que ter’. Eu já tenho o meu e ainda distribuí pra algumas amigas, tão fãs do doce, quanto…
    bjs e, sejamos felizes!!!

  10. oi Mari, o post ficou uma delícia! E, se alguém ainda tem dúvidas, o livro da Juliana é lindo, do tipo ‘tem que ter’. Eu já tenho o meu e ainda distribuí pra algumas amigas, tão fãs do doce, quanto…
    bjs e, sejamos felizes!!!

  11. Mari, ficamos muito honradas em fazer parte deste post no qual reuniu a “fera” dos brigadeiros… Infelizmente não poderei conhecer a Juliana pessoalmente e pedir para autografar o livro que serve de inspiração para toda mulher que se preze né… Como já havia te “cobrado” em post anterior, está nos devendo uma visita aqui no Brig’s. Sabemos que tua preferência é o nosso bom e velho “negrinho”, mas agora estamos entrando com uma linha de chocolates importada que é de dar água na boca. Ficamos te esperando para a “tarde da degustação” ok? Bjs querida

  12. Mari, ficamos muito honradas em fazer parte deste post no qual reuniu a “fera” dos brigadeiros… Infelizmente não poderei conhecer a Juliana pessoalmente e pedir para autografar o livro que serve de inspiração para toda mulher que se preze né… Como já havia te “cobrado” em post anterior, está nos devendo uma visita aqui no Brig’s. Sabemos que tua preferência é o nosso bom e velho “negrinho”, mas agora estamos entrando com uma linha de chocolates importada que é de dar água na boca. Ficamos te esperando para a “tarde da degustação” ok? Bjs querida

  13. Oba! :-) Irei, sim, até porque preciso conversar com vcs para a matéria de brigadeiros que vou fazer para o Donna. semana que vem? Combinamos horário. Bjo. MK

  14. Oba! :-) Irei, sim, até porque preciso conversar com vcs para a matéria de brigadeiros que vou fazer para o Donna. semana que vem? Combinamos horário. Bjo. MK

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.