Era uma vez uma carne linda, pena que não tinha o gosto que imaginava

Chico e eu estamos tentando convencer o animal a se candidatar a síndico do prédio. Moramos em um edifício de quatro andares, com apenas uma dezena de moradores – e olhe lá. A síndica, vira e mexe, diz que está cansada de ser síndica. Quer passar o mandato adiante, mas daí encontrar quem queira assumir o posto já é outra história. Eu não tenho tempo; Chico tampouco. Já o terceiro residente desta casa, pelo que se sabe, tem tempo de sobra. Apenas passeia, come e vive de pelotas. Então, resolvemos sentar hoje e falar sobre todos os prós de Bento ser o síndico.

mulher-com-vergonhaNÃO HÁ ARGUMENTO QUE CONVENÇA O ANIMAL

bento1VIM AO MUNDO A PASSEIO

Eu que o diga. Bento nunca esteve tão disposto para passear nos últimos tempos. Acredito que os medicamentos para a artrose associados à esse calorzinho e baixa umidade têm contribuído com a saúde das articulações do xerife. Anda com a corda toda. Mal abro o portão de casa, sai se descabelando lomba abaixo. Não adianta sair atrás, não adianta pegar no colo, não adianta repetir que espere um pouco, que está proibido de subir e descer lombas. Com a terceira idade, o animal anda desenvolvendo uma espécie de ouvido seletivo.

bento1SÓ ESCUTO O QUE QUERO

E o que acontece? Dá nisso!

bento 88_1075343643_nRESGATE DE EMERGÊNCIA DE PELOTAS NO MEIO DO PARQUE
Isso acontece depois que o animal corre como se não houvesse amanhã e depois escuta que tem que caminhar de volta para casa. Então, claro, já cheirou tudo o que queria. O que faz? Senta e fica me olhando. Eu que me vire para subir lomba acima com esse peso morto de língua de fora nos braços.

bento1ESSA POSIÇÃO É DAS BOAS

Das boas eu pensei que fosse a carne que compramos para o churrasco de Dia dos Pais. Aliás, pensei que fosse das muito boas. Havia um tempo, ouvia falar muito bem da Voa Boi, uma empresa especializada em cortes nobres, entre elas o Kobe Beef. Considerada uma das carnes mais saborosas do mundo, o kobe beef é um corte da carne do gado Wagyu, originário do Japão. A raça é tratada a música clássica, cerveja e sessões de massagem, para marmorizar a gordura entre suas fibras da carne. Para quem não conhece ou ainda não tinha ouvido falar, a Voa Boi é uma empresa gaúcha que trabalha com 25 tipos de cortes, sendo alguns deles exclusivos e encontrados no Uruguai e Argentina.

O processo de distribuição é todo feito por meio aéreo, o que, segundo a empresa, garante a qualidade e a entrega em um prazo de 48 horas. Entusiasmados com a ideia, encomendamos uma caixinha com vários cortes que foi entregue pontualmente na porta de casa.

Olha!

mail.google.comOOOOOOOOHHHHHHH!
O kit chega assim, congelado, lindamente empacotado nesse recipiente de isopor até a porta de casa. Pagamos cerca de R$ 500 por tudo. O preço é justo se levado em conta a carne, o transporte e o preço de peças nobres que encontramos nos supermercados.

O aspecto das carnes era realmente de chorar no cantinho de tão lindo!
Olha!

mail.google1.comCLOSE NO KIT
Vem também uma caixinha de sal!

mail.google2.comNHAM NHAM!
Olha o marmoreio desse filé de costela!
Não é de dar água na boca?

mail.google3.comDETALHES DA ETIQUETA

mail.google4.comOOOOOOHHHH!
Olha que espetáculo esse assado de tira!

Então, ontem, fizemos o churrasco. Cadê o gosto de carne? Mastiguei, mastiguei e nada. Olhei para o Chico e perguntei baixinho:
– Meu paladar que está ruim ou essa carne não tem o sabor que eu imaginava?
– Não tem…  – ele respondeu.

Muito, muito estranho. O sabor não condizia com o lindo aspecto de todas elas. Para não cometermos nenhuma injustiça, ainda guardamos dois pedaços e pretendemos fazer mais uma tentativa aqui em casa.

bento1DAREI O VEREDITO FINAL

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.