Mari Kalil: biquínis que adquiri para o projeto #correndodebiquíninapraia

Uma taça de café me acompanha e dois pães de mel não me acompanham mais. O primeiro a ser devorado tinha recheio de brigadeiro; o segundo, de doce de leite. Quem fez o favor de deixar uma caixa de pães de mel aqui em casa foi a adorada Jamile, da Maria Pettite Confeitaria Artesanal. Obrigada por não contribuir para o meu projeto #correndodebiquínibranconapraia, Jami! Estou mais para um outro projeto, sabe? O tradicional #nãomeverãonapraia.

20mhgburca-1-300x191#OUMEVERÃOASSIM

Durante os dias em que passei com mami no Rio, adquiri três novos biquínis. Foi uma experiência hedionda entrar no provador com a tez branca feito um bicho de pêssego e com os quilos adquiridos no inverno para experimentar biquínis. Eu jurei que não submeteria meu pobre psiquê a tamanha tortura, porém estou há uns nove anos sem comprar biquínis, os elásticos de todos os meus biquínis tinham se despedaçado e não havia mais maneira de frequentar mares e piscinas. Não que eu goste muito, mas é o tal mal necessário.

Woman looking crazy.MALDIÇÃO

Eu só tinha uma coisa em mente quando chamei a vendedora da Vix para ajudar: não me vem com fio dental, tanga de lacinho, sutiã tomara que caia ou cortininha que amarra atrás do pescoço e me faz passar o dia tomando Tandrilax para suportar a dor na cervical. Quem aguenta aquele lacinho atrás do pescoço, me diz?

sutia-cortininha-sem-bojoIMAGINA TENDO QUE SUSTENTAR ISSO?

De todas as lojas de moda praia que entrei, a Vix foi, sem dúvida, a que ofereceu a coleção mais linda a mais a ver com meu conceito de moda praia. Lindos biquínis, maiôs e saídas de praia. O bom é que dá para fazer as próprias combinações de troca troca de parte de cima com parte de baixo – e foi o que fiz. Comprei três biquínis que acabam virando seis.

canvasNÃO COMPREI ESTE SUTIÃ
Este é um modelo tradicional da Vix e o preferido da minha querida irmã Lulu. Foi o que me contou mami, enquanto eu estrebuchava dentro do provador pensando em todas as palavras de ordem que gostaria de gritar. Cheguei a experimentar, mas o que não gostei foi a história do sutiã prender atrás do pescoço e me promover dores de cabeça fortíssimas. Fiquei só com a calcinha!

canvas1COMPREI ESTE SUTIÃ MA-RA-VI-LHO-SO!
Só o sutiã, ressalte-se. A calcinha, não. Fiquei com aquela outra li acima, que é maiorzinha. O que tenho a dizer sobre esse sutiã? O milagre na terra, um conforto absurdo. Pedi para a vendedora que me trouxesse de todas as cores, mas ela veio com a notícia de que só tinha mais um e preto. Então comprei o azul e o preto.

canvas2CLOSE NELE!
Olha que lindo fica nas costas – e o melhor: sem passar nem perto do pescoço!

Agora entrei no site da Vix para tentar achar o outro modelo de sutiã que não passa nem perto do pescoço e que amei e adquiri e acabei me perdendo… De posse do conhecimento dos meus tamanhos de calcinha e sutiã, encontrei Jesus ao perceber que posso comprar biquínis sem experimentar!

manaENCHEU A SACOLA DA LOJA ONLINE

bento1124DEPOIS RECLAMA QUE NUNCA TEM DINHEIRO

Enchi a sacola, mas já fechei o site. Faço sempre isso. Me dou o prazer do gostinho da compra, encho a sacola com tudo o que tenho direito, daí levanto para dar uma respirada e me livro de ir à falência. Enfim, tenho a dizer que o segundo modelo de sutiã que comprei não está disponível na loja online da Vix. Prometo que, quando for usar o biquíni, tiro uma foto e coloco aqui, tá gurias?

manaCOITADA DA VIX

bento1124DEFINA ANTIPROPAGANDA

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.