O que os cachorros nos ensinam: 50 lições de vida que aprendemos com eles

Estava no caixa da Petz, uma das maiores pet shops do Brasil, buscando moedinha no fundo da bolsa para facilitar o troco da compra dos remédios do Bento, um senhor quase no alto de seus 18 anos que não vive sem suas glucosaminas e multivitamínicos, quando olhei para o lado e aquele livro, “O que os Cachorros nos Ensinam” me chamou a atenção. Abri aleatoriamente em uma página e tive certeza que precisava trazê-lo para casa. Acomodada no sofá de casa, dei mais uma breve folheada – e tive certeza que precisava compartilhar nesta coluna.

62961_520x520O QUE OS CACHORROS NOS ENSINAM

O livro escrito por Roberta Faria traz 50 lições de vida que aprendemos com nossos melhores amigos. Aproveite os pequenos prazeres, brigue por aquilo que acredita, confie nos seus instintos, coma com gosto, seja leal e companheiro, respeite sua preguiça… Faço minhas as palavras da autora:

– Acho que meus pais nunca se deram conta disso, mas me permitir crescer com cachorros foi uma das melhores coisas que fizeram por mim. Aprender a dar amor, atenção e limites a outro ser vivo, lidar com a crueza da biologia sem nojinhos e acompanhar o ciclo de vida do nascimento de um filhote à perda de um cão velhinho foram algumas das experiências mais fundamentais da minha vida, que me prepararam para o mundo adulto.

img_4449DE MÃOS DADAS COM BENTO, MEU COMPANHEIRO HÁ 17 ANOS

Foi difícil não reproduzir todas as 50 lições nesta coluna, confesso. Selecionei 15. Deixo a curiosidade pelas outras como incentivo para que você adquira o livro (custa R$ 7), pois ainda há uma linda causa por trás da obra da editora Mol: 100% do lucro da venda é doado para apoiar instituições que trabalham com animais abandonados.

Basta clicar na imagem para acessar a loja virtual da editora.

captura-de-tela-2018-07-27-as-16-23-02

Vamos aprender com eles?

Cumprimente todos com entusiasmo
Não importa se nunca nos vimos ou se faz meia hora que nos despedimos. A cada encontro, diga um “olá” alegre, olhe nos olhos, sorria, abrace, beije. Assim como os cachorros, faça com que cada pessoa no caminho seja especial.

As aparências sempre enganam
Sabe aquele chihuahua delicadinho que é uma fera? Já viu um pit bull dengoso? Conhece o labrador com cara de coitado, que na verdade é um sem-vergonha? Com gente também é assim. Julgue sempre pelas atitudes.

Não desista das pessoas
Às vezes, sua companhia preferida está meio triste, desanimada, de mau humor. Pode estar te ignorando ou até mesmo te dar uma patada. É chato, mas fique firme. Lute por quem vale a pena. Seja a razão para alguém voltar a sorrir.

giphy

Brinque mais todos os dias
Não se leve tão a sério. Não se preocupe tanto o tempo todo. Você merece uma folga. Você precisa, aliás, para ser mais feliz e saudável. Todos os dias, faça algo bobo e inútil que te deixe rindo – nem que seja por 5 minutos.

Viva o momento presente
Não deixe o passado definir sua história. Nem sofra hoje pelo que ainda não sabe se vai acontecer amanhã. Tudo o que temos é este instante. Tal qual um cachorro, veja tudo como se fosse a primeira vez – e viva como se fosse a última.

giphy1

Reivindique o que você merece
Você quer o cantinho do sofá? Tome. A maior coxa de frango? Pegue. A atenção de alguém? Chame. Pare de esperar que o mundo adivinhe os seus desejos. Assuma o que você quer e sirva-se – com educação, sim, mas com firmeza.

Diga logo o que você quer
Um cachorro é muito direto sobre suas vontades: “Me dá essa comida”, “quero passear agora”, “preciso de atenção”. Tratar nossos desejos com mais sinceridade e clareza nos pouparia de muita angústia e de desentendimentos.

giphy2

Disciplina é uma coisa boa
Não é castigo. Ter rotina, impor limites e cultivar bons hábitos de forma regrada faz bem para a saúde física e mental de bichos e de gente. Quem vive com ordem, inclusive, tem mais tempo para aproveitar o que importa – como brincar.

Não guarde ressentimentos
Um cachorro te diz que está irritado e que te perdoa com a mesma rapidez. Seja sincero quando gostar de algo. Seja generoso para aceitar desculpas. E seja desapegado ao seguir em frente. Você fica mais leve, e a vida também.

giphy3

Ame incondicionalmente
Um cachorro aceita um humano exatamente pelo que ele é. Sem se importar com o visual, o dinheiro, os padrões sociais. Sem esperar nada em troca. Sem “mas”. Com integridade e devoção. Quantas pessoas nós amamos assim?

Preste atenção nas pessoas
Humanos falam muito sem usar palavras. Cultivar a sensibilidade para perceber as emoções à flor da pele e as mensagens não verbais, como fazem os cachorros, nos ajuda a construir relações mais profundas e empáticas.

lazy-dog

Respeite sua preguiça
Você não precisa ser produtivo o tempo todo, nem responder a cada mensagem no instante em que ela chega. Escute o cachorro: se faça de morto às vezes. O mundo não vai acabar – e a pausa vai te fazer muito bem.

Esteja sempre pronto para dizer “sim”
Falou passeio, o cachorro está na porta. Você ainda nem jogou a bolinha, ele já saiu correndo. Quantas oportunidades perdemos por pensar demais? Saiba o que quer. E esteja pronto para agarrar sua chance de fazer acontecer.

gif

Brigue por aquilo em que você acredita
Você é tão grande e forte quanto pensar. Proteja quem você ama, defenda seu território, imponha seus limites, mostre seus dentes se for atacado. Não importa o tamanho do cachorro nem da briga – e sim da sua coragem.

Não sinta pena de você mesmo
Um cachorro pode ter a história mais triste do mundo e ainda assim estar feliz e faceiro. Supere seu passado, lide com suas limitações e encare a vida com otimismo. Você – e só você – é responsável pela sua felicidade.

Confie nos seus instintos
Ouça aquela voz que te diz quando algo está errado. Siga o caminho que a tua intuição te mostra. Respeite os sinais do seu corpo: ele antecipa o que a mente demora a perceber. E vá para onde seu faro aponta: ele é poderoso.

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do site MK e colunista do programa Band Mulher e da rádio Band News FM. É também autora dos livros "Peregrina de Araque (2011), "Vida Peregrina (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona.

1 Comentário

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Maxi brinco (amo!) inspirado nos planetas (amo!). Resultado: nada pode ser mais a cara de Mariana. Conclusão: aceitamos de aniversário 👌🏻 #coliseujoalheria #ComAmorColiseu #Pianeti https://www.coliseu.com.br/mobile/listas/mariana-kalil
  • Que parte da frase “tu tem a casa inteira para deitar, não precisa ser exatamente em cima dos meus tênis” tu não entendeu, Gorda? 🐶
  • Meu convite para desconectar neste domingo, olhar menos para a tela do celular e mais para o horizonte ao nosso redor. 🙌🏻💥🌞#carpediem #curtaomomento #aproveiteodia
  • ... Então as gurias saíram para passear de Maricota amarela e suas alças multiuso.💛 #maricota19  #bolsamk #ppacessorios
  • Só na contagem regressiva pelas muitas taças de vinhos e boas companhias no @vinhonapraca neste sábado na Praça Mauricio Cardoso. Vamos?! Óbvio, Mari! 🍷🍷🍷#vinhonapraca #vineria1976 #petfriendly #espaçokids #foodtrucks #muitovinho
  • Transformação do dia para o Band Mulher: jeans boyfriend + camiseta podrinha + casaqueto @twentyfourseven.poa e @thaylacollingduarte em um dia cor de rosa ♥️