Só uma bolsa assim pra (re)começar bem o dia

Cheguei a Porto Alegre ontem no início da tarde com a sensação de que tinha levado uma surra. É sabido que quando o corpo e a mente se encontram em estado de ansiedade, atenção e algum estresse, o efeito rebote do dia seguinte vem – e vem a mil. Pegar um avião, participar do Roda Viva, ficar uma hora e meia ao vivo em estado de alerta máximo para não perder o fio da meada, voltar para o hotel de madrugada, escrever para colocar as ideias em ordem, dormir às 2h da madrugada, acordar às 7h, pegar outro avião e, como se não bastasse, uma turbulência na chegada a Porto Alegre me atirou no chão feito um trapo.

– Sofreu muito com a descida em Porto Alegre – perguntou a Martha já no saguão do Salgado Filho, uma vez que não voltamos na mesma fileira de poltronas como na ida.
– Estou tremendo até agora. E não tinha uma mão por perto para segurar.
Ela começou a rir, claro.
– Não acontece nada, Mariana. Deixa de ser boba.

mulher chorandoQUEM ME DERA UM DIA PENSAR ASSIM

Havia deixado o carro no aeroporto e do aeroporto passei correndo no Zaffari. Sim, pobre bicho faz tudo ao mesmo tempo. Trabalha, vai e volta de viagem, chega em casa e não tem nada – sobretudo porque havia emendado uma volta de férias.

bento1EU ESTAVA SEM DOS FRANGOS

Chico havia me enviado uma mensagem dizendo que tinha passeado com o cara mais cedo, mas ele não quis comer. Logo calculei que havia oferecido ração pura e que obviamente o xerife não comeria.

bento1SÓ COM DOS FRANGOS OU COM DOS GUISADOS

Meu pit stop no super foi para comprar guisado e peito de frango, mais algumas frutinhas, atum em lata, pão Secale, blanchet de peru e requeijão Santa Clara. Resumindo: pra garantir a comida do cara e meu café da manhã de agora há pouco. Então parti para a redação de Donna e de lá só saí às 8h30 da noite.

Mas por que estou contando tudo isso? Porque eu ia começar a reclamar que não se pode mais acordar em paz na própria casa sem o telefone residencial tocando com corretor querendo vender apartamento a prazos a perder de vista, com instituição de caridade querendo doação, com oferta disso e daquilo. Meu telefone tocou três vezes agora de manhã, num prazo de meia hora, justo a meia hora em que tentava tomar meu café.

olivia10ELA FICOU MUITO IRRITADA

bento1UM MONSTRO PRATICAMENTE

Então eu me pergunto com que direito essas pessoas ligam para a casa dos viventes às 8h da manhã com este propósito? E por que razão eu não tenho o direito de me transformar num monstro? O monstro em que me transformei só deu uns berros pela casa. Porque tive a lucidez de tirar o telefone da tomada antes que ele tocasse de novo e eu matasse alguém.

bento1EU ME REFUGIEI NO CLOSET

Mas por que comecei a contar tudo isso mesmo? Acho que para desabafar mesmo. Escrever me ajuda a desabafar, sabe assim? Sim, eu sei que não precisava estar desabafando em um blog público, que poderia estar escrevendo em um documento de word só pra mim, mas o blog é meu e eu escrevo o que quiser, não é assim?

felizHE HE HE

Esperem só um minutinho que acaba de entrar um Whats App. Se não for alguma imobiliária que me descobriu não haverá de ser nada. (Mariana pega o celular). É a Lulu, minha adorada maninha. “Superaram a Nanda Costa“, ela escreve. Baixo a tela. E eis que me defronto com a visão do inferno em chamas.

Ela, a insuperável, a rainha internacional de todas as bregas e musa de todas as cafonas.

GQ Men Of The Year Awards - Red Carpet ArrivalsKIM KARDASHIAN DE FRENTE

GQ Men Of The Year Awards - Red Carpet ArrivalsKIM KARDASHIAN DE COSTAS
(Com direito a gominhos nos braços saltando do corselete apertado)

Não sei o que estão querendo de mim nesta manhã de quarta-feira. Ou que eu não consiga tomar meu café. Ou que vomite todo ele. Para tentar melhorar o mal estar, venho por meio desta dizer que recebi ontem um cartãozinho da Arezzo sobre as bolsas da linha Paris. Uma gracinha a coleção.

Olha!

AREZZONÃO É UM AMOR?
Há de 8 cores diferentes e foram inspiradas no estilo das mulheres francesas – daí o nome da coleção, Paris.

Comprei uma Arezzo de franjas para mim no Rio. Não sou fã das bolsas da Arezzo e nunca tinha adquirido uma, mas esta estava na vitrine e era a materialização de uma bolsa preta que eu havia idealizado há horas.

Olha!

AREZZO PRETAOOOOOOOOHHHHHH!!!!
Não é linda? Sabe o que é a pessoa pensar “preciso de uma bolsa preta assim, assim e assado”, passar na frente de uma vitrine e ela estar lá? E ainda por cima a vendedora dizer que só tinha aquela?

E agora fiquei muito a fim de ter uma Paris. Mas vou sair com o animal para espairar as ideias antes de um ataque consumista que pode ser dado por e-commerce mesmo.

bento1JÁ NÃO ERA SEM TEMPO

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.
  1. Oiiiii Mari!! Mesmo emburrada, estressada, irritada teu texto me deixou rindo sozinha!!
    Quanto a Kim, OMG!!! É mesmo a rainha mor da breguice!! Eu fico imaginando a breguice das pessoas bregas que chamam essa aberração de MUSA!!! hehehe

  2. Deus dá dinheiro pra quem não tem gosto!!!! Como é que essa criatura tem tanto pila pra sair horrorosa desse jeito???? Bah, mas que desabafão que vc fez, te compreendo, viajar de avião é de enlouquecer, eu vou em outubro e estou em pânico porque o meu marido não vai pra segurar a minha mão e me dar uns “pára-te-quieta”… mais esse monte de avião caindo… Dê-lhe floral!!! Mas bem vinda, e taca-lhe pau, Mariana!!!!

  3. concordo com Marcela, e não te faz Mariana…além de teres tido sempre, em qq circunstância uma parceiraça do teu lado, segurando as pontas, agora essa!!!! Decepção é pouco. aproveitando, como não vais aceitar meu comentário no blog: 1. Donna está de chorar (copia e cola, coluna social de poa, roupas nada ver c nosso clima, só cláudia Tajes salva), que falta faz uma profissional “assistente” para bancar o babado. 2. No roda Viva, mais te arrumavas para o monitor q qq coisa, pode ter sido bom, mas a falta de experiência. Nunca, na história deste Estado, caí tão rápido ao conceituar alguém tão bem!!!! Triste, triste…ah e não esquece, a fila anda e tudo é descartável, menos a amizade verdadeira. Sorte para ti

    1. Está aceito o comentário, Mariangela. Não tenho problema de publicá-lo. Aliás, não é a primeira vez que você procura me ofender. Tanto que tive que bloqueá-la no FB. Como falou a Martha Medeiros e o Augusto Nunes no Roda Viva, a internet é mesmo terra de ninguém, onde as pessoas se julgam no direito de descarregar suas fúrias e frustrações sem que exista uma lei para puni-las. Estão registrada as tuas. Realmente não havia entendido o comentário da Marcela, mas agora me parece que estão falando da Gabrieli Chanas. Desejo toda a sorte para a Gabi na nova empreitada – e sempre disse a ela que achava a Kim Kardashian de última. Toda a redacão se divertia com isso, inclusive ela própria. Portanto, não fale o que você não sabe. Sorte para você também. Porque aqui você não entra mais. MK

  4. Oi Mari – Deixando esse povo mimi para lá… Concordo plenamente com o seu texto e acho sim que uma bela bolsa salva o dia de qualquer mulher 🙂
    Atualmente estou apaixona pelas bolsas da Petite Jolie – Fica a Dica 😉

  5. Mari, sou tua fã de carteirinha. Comprei teus livros e esperei na fila pelo autógrafo, mas somente agora me cadastrei para poder comentar, depois ter lido os comentários maldosos (que aliás só entendi depois de tua resposta). Realmente uma bolsa salva quase tudo para nós mulheres. Sugiro que pra esquecer os comentários sofríveis, compres duas bolsas! E como dizia Ibrahim Sued “os cães ladram e a caravana passa”. Teus textos são inteligentes, bem humorados e bem escritos e não se comparam com as imitações, mesmo que elas sejam por admiração e bem intencionadas.

  6. Oi, Mari! Algumas vezes eu acho alguns looks da Kim usáveis, mas raramente, das irmãs K, prefiro o estilo da Kourtney.
    De resto, Mari, não dá bola. 🙂
    Tú, Bento e Olívia formam um time e tanto

  7. Mari, adoro seu blog e realmente a Kim Kardashian tem umas roupinhas de matar! Acho ela musa pela autenticidade e coragem, hehe, mas de resto não dá! E paz pra esse pessoal aí dos comentários!

  8. Mari, vim aqui te cumprimentar, e à Martha, pelo programa de ontem. E encontro essas duas malas recalcadas te incomodando. Manda pastar. Como diria meu irmão, a inveja é uma merda (desculpa o palavrão, mas nada substitui algumas coisas de vez em quando).

  9. Oi Mari!!

    Não te preocupes com comentários maldosos, eu acompanho seu blog ha muito tempo e sei que você sempre criticou a Kim e a Nanda…(heheheh e com razão). Você tem uma personalidade incrível e única, quem quiser goste de você assim e desfrute de uma amizade virtual maravilhosa!!

    Beijos para você! E sem esquecer lambeijos para Bento e Olivia!!! (Amo eles…heheheh)

  10. Mari, que gente mais amargurada, poxa! Bem, vim aqui te dizer que compartilho do medo de aviões, desde que passei por uma turbulência horrível também descendo aqui em Porto Alegre e que também tomo um Rivotril pra me acalmar! Outra coisa é que também não entendo essa obsessão pela KimKa, também acho ela brega e vulgar, fala sério! E por último eu também andei namorando essa bolsinha na Arezzo, mas porque notei que ela é dior inspired, sabe? É muito parecida com aquelas que a Princesa Diana usava! Acho lindo, mas um tanto caro, não achou?
    Bjks e um sai pra lá pras invejosas de plantão!

  11. Mari (e demais leitoras)
    Me loguei aqui, com nome e sobrenome, e dei minha impressão do que tem rolado nas últimas semanas. Se a minha impressão foi errônea… ok…. retiro o que disse.
    Mas como não ofendi ninguém e nem concordo com o resto dos comentários que foram feitos, e você foi convincente na sua explicação, não tenho problema algum em admitir meu erro de impressão. Assim como foi falado no Roda Viva, as pessoas costumam se esconder na invisibilidade da internet para ofender e denegrir sem limites. Não é o meu caso.
    Agora, me chamar de “invejosa” ou “recalcada” é mais o tipo de comentário que ouvintes da Valeska Popozuda, e não leitoras da Mariana Kalil, fariam ou classificariam as demais.
    Abraços

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.