Uma GAP no meio de nós

Estou melhor, obrigada. Eu sei que ninguém perguntou, mas gostaria de dizer que após uma segunda-feira de tambor batucando na minha cabeça, a enxaqueca foi embora e eu voltei a ser gente.

Mulher rezando o terço vermelhoOBRIGADO, SENHOR

Obviamente, não foi sem ajuda médica. Engoli todos os medicamentos que existiam na minha farmacinha caseira, incluindo um Dramin para dormir logo e acabar com a segunda-feira de uma vez por todas. Sim, eu tomo Dramin para dormir. Aprendi com minha amiga Alessandra Lo Iácono Loureiro de Sousa, vulgo Alemoa. Eu morava no Rio, trabalhava na revista IstoÉ Gente, estávamos em plena época de Carnaval, quando eu deveria passar as noites no camarote da Brahma fingindo me divertir enquanto corria atrás de famoso.

Woman looking crazy.ODIAVA….

Ao chegar em casa, de manhã cedo, não tinha sono, mas precisava dormir para estar novamente no batente à noite.
– Toma um Dramin e pronto – disse a Alemoa, que não estava no Rio a trabalho, como eu, mas na folia.
– Mas Dramin é pra enjoo! – eu respondi.
– Mas tu cai dura.

felizSÉRIO!?

Sim, até hoje eu caio dura quando tomo Dramin pra dormir. Mas não tomo inteiro, tomo meio. Caso contrário, acordo muito lesada, com preguiça. Não, este nãoé um blog dedicado à auto-medicação. Comecei contando isso só para dizer que estou melhor do que estava ontem.

Mulher rezando o terço vermelhoOBRIGADO, SENHOR

E gostaria de vir agradecer também à informação que fico sabendo neste instante, terça-feira, dia de fechamento antecipado da revista Donna.

shouting-womanVAI ABRIR UMA GAP NO BARRASHOPPING!

Olha!

gap

Mas é o seguinte: eu espero que seja uma GAP com letra maiúscula e não uma GAP como essas de Freeshop, com meia dúzia de camisetinhas para enganar turista desavisado.

de olhoVOU FICAR DE OLHO

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.