Amor de lojinha, horror de coleguinhas

No mundo da moda, todo mundo é chique, fofo e lindo, certo? Não, nada certo. No mundo da moda (e fique claro que estou generalizando, porque, claro, toda regra tem suas exceções), as pessoas dão sorriso amarelo, beijinho no rosto e isso não quer dizer jamais que essas pessoas sejam sequer suas conhecidas. No mundo da moda, amigos são poucos – e eu nunca me iludi quanto a isso. Mas achei que coleguismo era coleguismo. E que, se estava todo mundo no mesmo barco – digo ralando para atualizar posts e mandar matérias da sala de imprensa -, uns deveriam colaborar com os outros.

HÃ????
COLABORAR?
QUAL É A LÍNGUA QUE VOCÊ FALA, FILHA?

Não bastasse ter que aguentar a pressa dos jornalistas de moda (sim, eles estão sempre com pressa e passam por cima da gente se cruzarmos o caminho), não há qualquer sentimento de solidariedade com o próximo. Nesta edição da SPFW, a briga por computadores na Sala de Imprensa beirou uma luta profissional de boxe. Hoje, quando uma amável colega disse que o lugar onde eu estava sentada era o dela, lembrei da minha mãe quando comuniquei em casa que iria fazer Jornalismo.

– Mariana, minha filha…. Já te imaginou tendo que se estapear com os outros pra conseguir matéria? Olha aquelas imagens da TV, minha filha… Todos os jornalistas amontoados tentando falar ao mesmo tempo com o entrevistado. Não é teu temperamento, Mariana…

NAQUELA ÉPOCA, QUIS COLOCAR UM ESPARADRAPO NA BOCA DA MINHA MÃE
NÃO LEVEI NENHUM CONSELHO EM CONTA
FIZ JORNALISMO
SÓ FUI ENTENDER DURANTE A PROFISSÃO O QUE ELA TANTO QUERIA ME DIZER

E entendo cada vez mais quando venho cobrir uma semana de moda.

Assim sendo, hoje, quando uma jornalista levantou a voz para dizer que aquele lugar que não era dela “era o dela”, eu apenas apertei na tecla Desliga, peguei minha bolsa e resolvi desopilar na lojinha do SPFW.

Oba!!
Eu AMO a lojinha do SPFW. Tem um montão de objetos de design.

OLHA ISSO!
É UM CINZEIRO!
ME DEI DE PRESENTE NA TEMPORADA PASSADA.
O QUE ACONTECEU COM ELE NA SEMANA PASSADA?
CAIU NO CHÃO E QUEBROU!!!
QUASE MORRI.

Entrei na lojinha certa de que encontraria outro tigre igual. Não. Não havia. Então fiquei me distraindo e postando fotos no Instagram.

OI, SOU UM GANSO! SOU UMA LUMINÁRIA!
NÃO ESTOU SUJO, NÃO! QUEM ESTÁ SUJA É A LENTE DO iPHONE DA MARIANA

OI, SOU UM CÃO E SOU UMA LUMINÁRIA!
ESSA SUJEIRA NO MEU BIGODE É DA LENTE DO iPHONE DA MARIANA

OI, SOU UM COELHO E SOU UMA LUMINÁRIA!
A MARIANA FICOU HORAS TENTANDO ESCONDER A MANCHA DA LENTE DO iPHONE E CONSEGUIU!

OI, SOU UM CANGACEIRO E SOU UMA LUMINÁRIA!
A MANCHINHA TAMBÉM FOI ESCONDIDA!

Quem disse que uma lojinha divertida não cura qualquer mágoa ou ressentimento?

 

 

 


Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.
  1. Mariana,
    Gosto muito do blog e sempre dou uma passadinha por aqui…
    Acho incrível o teu amor pela tua profissão, porque, sinceramente, só com muito amor pra aceitar pra passar por tudo isso.
    Acho moda realmente incrível, mas me parece que esse mundo foi tomado por uma orda de fake-chics que não tem a menor noção de o que é ser elegante. Parece que há muito tempo trocaram boas maneiras por um must-have qualquer que já foi substituído por vários outros, uma vez que os must-have se sucedem em velocidade inacreditável… Pena que algumas pessoas ainda não se deram conta que o que nós “must-have” é educação, é delicadeza, é polidez, é gentileza e não uma bolsa que precisa que se entre em uma fila pra se comprar ou um sapato que destrói os nossos pezinhos… Enfim, enfim…
    Parabéns pelo teu trabalho e pela tua paciência que acaba nos presenteando com textos tão honestos sobre um tema que tem tudo pra ser tão agradável.
    Grande abraço!

  2. Mariana,
    Gosto muito do blog e sempre dou uma passadinha por aqui…
    Acho incrível o teu amor pela tua profissão, porque, sinceramente, só com muito amor pra aceitar pra passar por tudo isso.
    Acho moda realmente incrível, mas me parece que esse mundo foi tomado por uma orda de fake-chics que não tem a menor noção de o que é ser elegante. Parece que há muito tempo trocaram boas maneiras por um must-have qualquer que já foi substituído por vários outros, uma vez que os must-have se sucedem em velocidade inacreditável… Pena que algumas pessoas ainda não se deram conta que o que nós “must-have” é educação, é delicadeza, é polidez, é gentileza e não uma bolsa que precisa que se entre em uma fila pra se comprar ou um sapato que destrói os nossos pezinhos… Enfim, enfim…
    Parabéns pelo teu trabalho e pela tua paciência que acaba nos presenteando com textos tão honestos sobre um tema que tem tudo pra ser tão agradável.
    Grande abraço!

  3. Que bom, que bom, que bom, Clarissa, receber esse carinho e admiração. Venha sempre aqui. É um prazer escrever para pessoas como você. Bjo. MK

  4. Que bom, que bom, que bom, Clarissa, receber esse carinho e admiração. Venha sempre aqui. É um prazer escrever para pessoas como você. Bjo. MK

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.