Levar animais de estimação para o ambiente de trabalho é tudo de bom!

Há uma prática invejável praticada por um número cada vez maior de empresas nos Estados Unidos. Elas permitem que os funcionários levem seus animais de estimação para o ambiente de trabalho. Aquelas que não autorizam a presença deles diariamente, estabelecem pelo menos um dia na semana em que são bem-vindos. É o chamado PetDay.

bento1OS AMERICANOS SABEM DAS COISAS

O Google é famoso por sua bandeira de companhia dog-friendly. Possui até uma política específica sobre animais no trabalho em que defende: .“A afeição do Google por nossos amigos caninos é uma faceta de nossa cultura corporativa”.

f103f5e1-8e8d-4b97-b7bb-7a250887e0e4O GOOGLE É O CARA

Um animal de estimação dentro da empresa oferece vários benefícios: cria um ambiente mais alegre e descontraído, promove interações entre os funcionários e  o ambiente de trabalho fica mais dinâmico e produtivo.

dogs2NÓS SOMOS OS CARAS

É claro que precisa existir regras. O movimento americano #PetsAtWork (animais de estimação no trabalho) lista algumas delas.

woman-yelling-istock-de23QUAIS SÃO ESSAS REGRAS, MARIANA?

1) Certifique-se de que seu bichinho é bem treinado e fica confortável perto de pessoas e outros animais.
2) Pergunte aos colegas se alguém tem alergia ou medo.
3) Sempre pergunte se o animal é bem-vindo antes de entrar em um elevador lotado.
4) Certifique-se de que não estará com a agenda cheia com reuniões e encontros com clientes nos dias em que levar o melhor amigo para o trabalho.
5) Respeite as áreas em que o animal não deve entrar, como banheiros e lanchonetes e refeitórios.

olivia10BARBADA DE OBEDECER

No Brasil, algumas empresas já começam a aderir à tendência. Na Absoluto Comunicação, em São Paulo, essa prática existe, mas com gatos. Dois persas moram na sede da empresa – e o primeiro funcionário a chegar tem sempre a tarefa de limpar e colocar as caixas de areia de Yoda e Mutante no jardim. Os funcionários também são orientados a beber água em garrafas, porque os gatos quebram os copos. Tem mais: por melhor que seja um candidato a uma vaga, se ele for alérgico, entre ele e os gatos… Ficam os gatos!

Persian-cat-lazy-modeÓBVIO

Pesquisadores da Universidade Virginia Commonwealth (EUA) concluíram que cães no ambiente de trabalho reduzem o estresse e fazem com que o emprego seja mais satisfatório aos funcionários. A pesquisa foi realizada com 550 pessoas. Os cientistas compararam os empregados que levavam seus cães, os que não levavam e os que não possuíam animais de estimação. Todos responderam a questionários de avaliação de estresse, satisfação e comprometimento com o emprego.

woman-question18QUAL FOI O RESULTADO, MARIANA?

A diferença no estresse observado nos dias em que o cachorro estava presente no local de trabalho e nos dias em que ele estava ausente foi significativa. Diz Randolph Baker, líder da pesquisa: “A presença do animal de estimação é uma intervenção de baixo custo e que causa bem-estar, sendo facilmente disponível para muitas organizações que queiram aumentar a satisfação de seus funcionários”.

olivia10TÁ DOMINADO!

bento1TÁ TUDO DOMINADO!

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do site MK e colunista do programa Band Mulher e da rádio Band News FM. É também autora dos livros "Peregrina de Araque (2011), "Vida Peregrina (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Ensalada de Durazno: pêssego queimado, folhas verdes, queijo de cabra, pistache, cebola roxa e um molho vinagrete indescritível. Autor: @francismallmann @restaurantegarzon 👌🏻♥️🇺🇾
  • Leva um tempo até a gente perceber que por trás da figura de mãe existe também uma mulher como nós. Com gostos, desejos, anseios, vontades, expectativas, decepções. Não dizem que são nas viagens que a gente conhece profundamente a essência dos amores e amigos? Pois viagens também contribuem para aproximar mães e filhas no papel de duas mulheres adultas e companheiras. Em nossas viagens, mãe e eu convivemos com nossas imperfeições e fizemos mútuas descobertas – das profundas às mais comezinhas. Ela bebe pouca água; eu vivo com uma garrafa na mão. Ela critica a minha garrafa; eu critico a falta de água no organismo dela. Ela já planeja a Páscoa do ano que vem; eu ainda nem cheguei no próximo Natal. Ela não compreende a minha falta de planos; eu não entendo a ansiedade dela. Ela pensa em voz alta; eu reflito em silêncio. Ela diz pra eu falar alguma coisa; eu suplico que ela cale a boca por cinco minutos. Ela prefere o sol do meio-dia; eu prefiro o ar-condicionado. Ela diz que estou branca feito um bicho da goiaba; eu respondo que ela está laranja feito um nacho de Doritos. Agora estamos de novo aqui, juntas, em viagem, sentadas na grama da praça de José Ignacio. Que bom, né, mãe? Que bom que a vida nos concedeu este prazo para descobrir ainda a tempo o privilégio de passearmos juntas por aí e explorar como adultas esta delicada amizade — e o que existe de melhor em cada uma de nós. ♥️ #amordemãe #amordefilha #viajecomsuamãe
  • Né?! 👌🏻
  • Início de namoro no balanço. Fazenda Tapera, Santo Augusto, RS. Junho 2007. #tbt #valentinesday2019 ♥️
  • Uma tarde em família descobrindo @pueblogarzon e as maravilhas da cozinha do @restaurantegarzon do super chef @francismallmann 👌🏻🇺🇾🐶 #uruguay #poraí #francismallmann
  • “Não existe uma raça superior. Tem tanto valor um porteiro quanto um médico, porque cada um desempenha o seu trabalho com dignidade e cada um é importante para toda a sociedade. Nós não vamos acabar com os problemas sociais enquanto não mudarmos nossas cabeças e exigirmos dos que estão acima de nós o respeito que o povo tem que ter e merece ter. Tem que nos dar respeito, e não caridade pública, mas respeito”. Dona Mercedes, mãe de Ricardo Boechat. A fruta não cai longe do pé. 🖤 #rip #ricardoboechat