Noiva em Forma: um serviço para entrar no vestido a qualquer custo

Domingo passado, fui ao batizado de uma sobrinha. Foi realizado na Igreja São Manoel, pertinho de casa. Minha sogra, fiel às missas na São Manoel, havia me comentado, um tempinho atrás, sobre o novo padre que havia assumido as missas ali e estava tirando a igreja do fundo do poço. Fiquei curiosa.

Não costumo ir a missas. Fui batizada na religião católica, mas minha crença neste Deus vigente foi por água abaixo já no primeiro dia de aula preparatória para a Primeira Comunhão, quando a professora Clélia olhou nos olhos de cada um dos alunos de 10 anos de idade e perguntou:
– Quem veio à missa domingo passado?
Fiquei muda. Não havia ido à missa. Ela perguntou de novo, com uma voz meio rouca.

bruxaQUEM VEIO À MISSA?

Alguns levantaram a mão. Eu não ia levantar, afinal não tinha ido à missa. Mas fiquei tão apavorada com aqueles olhos esbugalhados dela que resolvi levantar a mão também. Então, ela foi passando de mesa em mesa, olhando dentro dos olhos de cada um de nós e dizendo:
– Eu consigo ver dentro dos olhos de cada um de vocês quem está mentindo. E Deus vai castigar os mentirosos.

bruxaVÃO ARDER NO FOGO DO INFERNO!

Agora me responda você, cara leitora, como é que uma pobre criança de 10 anos vai sentir alguma identificação com uma religião que já começa a ser ensinada torta desse jeito? Fiz as pazes com a religião católica há cinco anos, quando participei de uma viagem de peregrinação religiosa como jornalista convidada a Egito, Jordânia e Israel, na companhia de um frei e um padre que me ensinaram um outro tipo de fé que passou a fazer todo o sentido. Esta jornada está contada em meu primeiro livro, Peregrina de Araque.

peregrina-280OI, BONITÃO!

Lembrei da minha viagem, lembrei do aprendizado com Frei Jorge e Padre Guido tão logo coloquei os pés na igreja São Manoel para o batizado e comecei a ouvir o sermão do novo padre. Simplesmente encantador. Ele me conquistou já no começo da cerimônia, quando as pessoas resolveram começar aquela coreografia de senta, levanta, senta, ajoelha, levanta.
– Quero pedir uma coisa a vocês – ele disse. – Esta é a casa de Deus, e como casa de Deus tudo o que Ele deseja é que vocês se sintam à vontade. Então, fiquem à vontade, sintam-se em casa. Podem ficar sentados.

:O amor em tempos de “aparador”

Outro assunto tocado pelo padre disse respeito aos casamentos. Hoje em dia, comentou ele, todo mundo está muito mais preocupado com a festa do que com o sacramento. Noivos estão muito mais voltados para o DJ, os docinhos, os convidados, a bebida, a comida, as lembrancinhas, as postagens em redes sociais. Trata-se de uma inversão de valores. O casamento é a celebração da união entre duas pessoas que se amam e querem jurar seus votos. Justamente esta essência está sendo esquecida.

casamentoNÃO TENHO COMO NÃO LEMBRAR DESSA HISTÓRIA DO FILME RELATOS SELVAGENS

Resolvi fazer toda essa introdução da inversão de valores percebida atualmente para que fique ainda mais claro meu embasbacamento com certos serviços que são inventados a cada dia para o mundo dos casamentos – o que não é de se estranhar já que, longe da crise, este setor movimenta cerca de R$15 bilhões no Brasil.

shouting-woman11R$ 15 BILHÕES

Hoje em dia, o Brasil conta com 8,5 mil empresas voltadas para o universo do casamento. De acordo com dados do IBGE, acontecem anualmente mais 1 milhão de uniões em todo o Brasil. Estima-se que para preparar uma cerimônia, os noivos precisem reunir de 38 a 42 serviços diferentes – muitos dos quais podem ser prestados por microempreendedores individuais – e agora chego aonde eu queria chegar: na personal trainer e empresária Carina Rosin.

:A maior declaração de amor

Carina entrou no bilionário mercado de casamento por acaso  quando decidiu auxiliar sua cunhada a perder peso e entrar no vestido de noiva dos seus sonhos, dando de presente um acompanhamento nutricional e físico nos seis meses que antecediam o casamento. “A ideia deu tão certo que ela emagreceu 10 quilos, mudou o seu hábito para uma vida mais saudável, o que motivou a dar continuidade neste trabalho”, conta Carina.

emoticon-cifraoPLIIIIIMMMM!

Carina percebeu que havia um filão ali: colocar as noivas em forma. Então, ela criou a… Noiva em Forma! E o slogan: “Como entrar no vestido dos seus sonhos?”. Trata-se de um programa de acompanhamento físico e com profissionais como nutricionista para as noivas que estão prestes a se casar. A personal trainer estudou e pesquisou o mercado e atende hoje 30 noivas por mês! E o negócio foi crescendo, crescendo… Cresceu tanto que Carina convidou sua amiga de faculdade Flávia Picolo para ser sócia do negócio. A Noiva em Forma hoje é constituída por 14 personal trainers, 2 nutricionistas e uma linha de comidas congeladas, a Light4you.

scared-womanDÁ PRA ACREDITAR?

“A noiva passa por uma avaliação completa e personalizada, e a partir daí é feito um programa de exercícios de acordo com o perfil e os objetivos de cada cliente. O programa tem duração de um ano, seis meses ou três meses, mas nada impede que seja mais longo ou um pouquinho mais curto. Treinando duas vezes ou três vezes na semana”, diz Carina.

O sucesso é tamanho que a empresa vai inaugurar uma nova parceria, com a Personal Trainer Lana Olione, que juntas, irão lançar nesta terça-feira o #circuitoD’elas, em São Paulo. As atividades propostas podem ser realizadas no local escolhido pela noiva, em parques, academias ou até na própria casa da cliente. Os pacotes destes serviços podem custar de R$ 880 reais a R$ 1320 por mês.

Como é que tu costuma dizer mesmo, meu amigo Tulio Milman?

tulioNÃO HÁ O QUE NÃO HAJA

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.