O melhor pão de mel do mundo para o dia nascer feliz

Então cá estou, agora exatamente 4h08 da madrugada, novamente insone sentada em meu BUNKER trabalhando em silêncio. Trata-se do segundo capítulo da saga “quero ver aonde essa história de produzir de madrugada vai me levar” – iniciada ontem e relatada no post O MINISTÉRIO DA SAÚDE ADVERTE: A INVEJA DESTRÓI COMO CÂNCER. Desta vez não tenho a companhia de um balde de café preto. Taí! Acho que estou precisando. Vou ali na cozinha ter um momento com minha cafeteira elétrica e já volto. (Mariana levanta-se e vai até a cozinha).

mulher-cansada-cafeOBRIGADA POR ME ESPERAREM
Meu café está sendo feito e se tem coisa que amo é esse barulhinho da cafeteira e o aroma de café se espalhando pela casa…. Cá entre nós: existe melhor companhia numa madrugada?

Menos mal que não sou daquelas que assaltam geladeira de madrugada. Não tenho essa vontade e agradeço a Deus. Caso contrário, meu shape de zumbi não sei bem aonde iria parar. A cafeteira está roncando como nunca. Vou ali pegar meu café e já volto. Não, não fiquei olhando o café ficar pronto. Fui lá, voltei e agora vou lá na cozinha de novo.

bento1DEPOIS ELA NÃO ENTENDE QUANDO A PSIQUIATRA DIZ QUE É ANSIOSA

Ah, o animal! Andava faltando um personagem para me azucrinar numa madrugada insone. Me aguarde com meu café. (Mariana levanta-se e vai na cozinha buscar seu balde de café).

bento1ESTOU PREOCUPADO COM ELA

“Como é que é, Bento?”, Mariana pergunta, voltando com seu balde de café e dando de cara com uma rara declaração de seu animal de estimação. Preocupado comigo? Só porque me dei conta que o único momento que tenho para trabalhar no meu terceiro livro é de madrugada e ontem passei o dia meio estonteada por conta da primeira madrugada insone, com um olho em cada canto da cara feito Nestor Cerveró?

bento1SIM

mujer-enojada-y-desconfiadaAÍ TEM

bento1MEU NOVO CORTE DE CABELO É CULPA TUA

mujer-enojada-y-desconfiadaEU SABIA QUE AÍ TINHA

olivia10BENTO PARECE UMA LOMBRIGA GORDA

bento1CALA ESSA BOCA, BICHO DE PELÚCIA INÚTIL

Seguinte, Bento: eu não acordei de madrugada para ficar apaziguando briga de vocês dois. Eu acordei de madrugada para produzir. Sim, eu entendo o teu desgosto com teu corte de cabelo. Eu mesma quase não te reconheci – e continuo te estranhando – depois de 14 anos de convívio. Mas o pelo cresce e tu vai ter que praticar o desapego por algumas semanas. Se está te incomodando tanto, podemos evitar os passeios para tu não precisar te expor muito e fazer apenas saidinhas rápidas aqui pela frente do prédio. O que tu acha?

bento1NÃO ABRO MÃO DO MEU PASSEIO NEM ESCALPELADO

Então aguenta algumas semanas e não reclama. Nem tudo na vida é exatamente como a gente gostaria. Vou contar rapidamente o que aconteceu porque sei que serei questionada. Aconteceu que ontem de manhã eu tinha uma tomografia computadorizada para realizar e achei digno o animal me acompanhar, visto que ele é meu companheiro de jornada. Enquanto eu ficaria por duas horas e meia no Sidi do Hospital Ernesto Dornelles tomando uma jarra de contraste e depois aplicando mais um outro saco de contraste na veia – o que não é nada agradável, pois dá um calorão no corpo, sensação de estar fazendo xixi nas calças e gosto amargo na boca -, o animal ficaria tomando seu necessário banho e fazendo sua necessária tosa.

bento1NECESSÁRIA PRA ELA

Tentei marcar na THE GROOMING PLACE, a pet shop que fica ali na Coronel Bordini, passando o Zaffari, quase esquina da Marquês do Pombal, mais ou menos em frente à tradicional CONFEITARIA MAX.

srzAH, O MIL FOLHAS DE BAUNILHA DA MAX…
Faria uma companhia e tanto para este meu café da madrugada…

Eu andava bem chateada com a The Grooming Place desde a última vez que ali havia estado após marcar hora para o banho do animal com 24 horas de antecedência, desmarcar meus compromissos para poder levá-lo e buscá-lo (tudo sempre com os minutos contados), chegado lá e ouvido que não havia hora marcada nenhuma. O problema é que a única tosa que considero bem feita em Porto Alegre, pelo menos a tosa que fica bem no animal, é a tosa feita lá. Foi então que novamente liguei e tentei marcar a tosa para ontem. Não havia espaço na agenda. Recorri, então, à segunda alternativa: BICHO PET STORE, ali em frente à academia BODY TECH MONT SERRAT, na Silva Jardim, pertinho da deliciosa e adorável PADARIE.

branco25Ô, ESSE CAFEZINHO DA MANHÃ DA PADARIE AQUI EM CASA….

 

woman-yelling-istock-de22CADÊ O CAFEZINHO DA MANHÃ, MARIANA?

Pois é, tirei do ar. Tinha achado liiiinda a mesa de café da manhã da Padarie, cuja foto encontrei no Facebook da Padarie. Mas então chegou aos meus ouvidos que o autor da foto, que desconheço, estava muuuuito bravo, furioooso por eu ter copiado a foto e feito essa homenagem. Como de problemas e de surtos por pouca coisa o mundo está cheio – e quero distância -, peço que imaginem uma linda mesa de café da manhã. Pois saibam que vocês encontram na Padarie.

Voltando ao que dizia: acho excelente o atendimento da Bicho Papão Pet Store, mas a tosa no Bento nunca fica como eu gostaria. Dessa vez ficou menos ainda. Eu preciso concordar com a Olivia que o animal está parecendo uma lombriga gorda. Ficou com uma cabecinha colada a um corpão. Digo isso baixinho porque ele voltou para o quarto – e que não me ouça. O Chico amou. Disse que o cara está parecendo um guri e que remoçou uns 5 anos. Como o Chico adora passar uma máquina no próprio cabelo, é suspeito para falar. Eu prefiro meu lhasa mais peludinho. Mas o pelo cresce – eis o mantra que terei que repetir aqui em casa pelas próximas semanas.

mulher-doidissima1DAI-ME PACIÊNCIA, JESUS

Ontem, sentada na antessala da tomografia computadorizada do Hospital Ernesto Dornelles, tomando de 20 em 20 minutos um copo de contraste com gosto de Ki-Suco amargo, fiquei observando aquele vaivém de pacientes, a maioria gente já idosa, com suas requisições de exames em mãos, o olhar assustado diante de diagnósticos não muito bem-vindos. Hospital é uma coisa que mexe comigo. Muito. Médicos e profissionais da saúde deveriam ser a classe mais bem paga do mundo (falo dos profissionais sérios, claro!). Deveriam ganhar o salário absurdo desses jogadores e técnicos de futebol.

:UM LIVRO INCRÍVEL PARA QUEM QUER COMPREENDER A VIDA E A MORTE

Fiquei ali observando aquele vaivém de pacientes, a maioria gente humilde que depende muito de um sistema de saúde eficiente e digno e pensando se não deveria existir pena de morte para político que coloca dinheiro no bolso. Não posso acreditar que essa corja de ladrões tenha algum dia presenciado um vaivém de pacientes humildes em busca de saúde pública. Prefiro não acreditar. Já sou bastante descrente na humanidade em geral para acreditar na capacidade de uma pessoa de deitar tranquilamente a cabeça no travesseiro tendo roubado milhões que poderiam tornar digna a vida de muitos cidadãos.

mulher-cansada-cafeSÃO 5H14 DA MADRUGADA

Antes de me dedicar ao novo livro, preciso confessar o que vou fazer agora. Algo que farei que não faria: assaltar a bomboneira que ganhei de aniversário da minha querida amiga Celia Ribeiro. Mas calma! Será um assalto comedido. Comerei o último e mais delicioso pão de mel que já tiver o privilégio de experimentar.

Olha!

lambertz-schokoladen-lebkuchen-vollmilch_z1
OOOOOOOOHHHHHHH!!!!!

Volto um pouco no tempo para explicar. No dia 19 de dezembro de 2014, data dos meus 42 anos, minha querida amiga Celia Ribeiro adentrou a redação de DONNA com um pacotinho nas mãos. Do alto de toda sua elegância e gentileza, havia ido até lá naquela sexta-feira calorenta só para me dar um abraço e uma lembrança. Trazia no pacote uma linda bomboneira de cristal recheada desses pães de mel alemães que até então eu desconhecia. Achei aquela lembrança de uma delicadeza e de um bom gosto inenarrável. Quantas vezes nos pegamos pensando o que dar de presente a uma amiga? Pois uma bomboneira recheada de deliciosos pães de mel não é algo incrível e que agrada a todas as idades?

celiaSABE TUDO ESSA MINHA GRANDE AMIGA!

Trouxe o lindo presente para casa e coloquei em cima do aparador da sala. Uma bela manhã de sábado, tomando meu café, cometei com o Chico: “Estou com desejo de um docinho… Vou atacar a bomboneira da Celia!”. Foi amor à primeira mordida. Na semana seguinte, mal a Celia entrou redação para editar sua coluna, parei estaqueada na frente dela:

– Celia, por favor! O que são aqueles pães de mel? De onde tu tirou? – quis saber.
– Pois não são divinos? Tem pra vender no Nacional – ela disse.
– Jura??
– São uma perdição. Ganhei de uma amiga certa vez e comi a caixa inteira. Não conseguia me controlar. Foi quando decidi que não poderia mais ter nenhum em casa – ela contou.
– E fez o favor de me apresentar, né? Muito obrigada! – brinquei.

Desde então, vivo o mesmo descontrole (e peço licença).

lamberz hugePhoto_2DE TODOS, SÓ RESTA UM!

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do site MK e colunista do programa Band Mulher e da rádio Band News FM. É também autora dos livros "Peregrina de Araque (2011), "Vida Peregrina (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Para estar junto não é preciso estar perto, e sim do lado de dentro. Estaremos te esperando, Chiquinho! Repost @chico_sperotto ♥️🐶🌞
  • • KARL LAGERFELD
10.09.1933 - 19.02.2019 🖤
•”Pense rosa. Mas não use".
•”Calça de moletom é sinal de fracasso. Você perdeu o controle sobre sua própria vida e comprou um moletom".
•”Eu acho tatuagem uma coisa horrorosa. É como viver o tempo todo em um vestido Pucci".
•”Meu maior luxo é não precisar me justificar para nenhuma pessoa.”
•”Gosto que tudo seja lavável. Eu mesmo, inclusive.”
•”Personalidade começa onde a comparação termina.”
•”As melhores coisas que fiz na minha vida, as vi nos meus sonhos. É por isso que tenho um caderno de rascunhos na minha cama.”
•”O politicamente correto, a preservação. Eu acho tudo isso extremamente chato.”
•”Coco Chanel jamais teria feito o que eu fiz. Ela teria odiado.”
•”Sou uma pessoa da moda e a moda não é somente sobre roupas. É sobre todos os tipos de mudança.”
•”Eu amo estar de passagem. Nasci em um porto, em Hamburgo. Então minha mãe disse: ‘É a porta do mundo, mas não é mais do que a porta. Portanto, já pra fora!’”.
#ripkarllagerfeld
  • - Dinda, entra no mar comigo?
- A dinda não gosta de mar gelado.
- Eu queria mergulhar com a dinda.
- Então a dinda vai te dar a maior prova de amor do mundo. E tu vai lembrar pra sempre, promete?
- Prometo, dinda.
E assim foi, e a lembrança eterna será de nós dois. #joaobenicio #amordadinda
  • Ensalada de Durazno: pêssego queimado, folhas verdes, queijo de cabra, pistache, cebola roxa e um molho vinagrete indescritível. Autor: @francismallmann @restaurantegarzon 👌🏻♥️🇺🇾 Detalhes no destaque do Stories
  • Leva um tempo até a gente perceber que por trás da figura de mãe existe também uma mulher como nós. Com gostos, desejos, anseios, vontades, expectativas, decepções. Não dizem que são nas viagens que a gente conhece profundamente a essência dos amores e amigos? Pois viagens também contribuem para aproximar mães e filhas no papel de duas mulheres adultas e companheiras. Em nossas viagens, mãe e eu convivemos com nossas imperfeições e fizemos mútuas descobertas – das profundas às mais comezinhas. Ela bebe pouca água; eu vivo com uma garrafa na mão. Ela critica a minha garrafa; eu critico a falta de água no organismo dela. Ela já planeja a Páscoa do ano que vem; eu ainda nem cheguei no próximo Natal. Ela não compreende a minha falta de planos; eu não entendo a ansiedade dela. Ela pensa em voz alta; eu reflito em silêncio. Ela diz pra eu falar alguma coisa; eu suplico que ela cale a boca por cinco minutos. Ela prefere o sol do meio-dia; eu prefiro o ar-condicionado. Ela diz que estou branca feito um bicho da goiaba; eu respondo que ela está laranja feito um nacho de Doritos. Agora estamos de novo aqui, juntas, em viagem, sentadas na grama da praça de José Ignacio. Que bom, né, mãe? Que bom que a vida nos concedeu este prazo para descobrir ainda a tempo o privilégio de passearmos juntas por aí e explorar como adultas esta delicada amizade — e o que existe de melhor em cada uma de nós. ♥️ #amordemãe #amordefilha #viajecomsuamãe
  • Né?! 👌🏻