Coloquei em prática a regra “não trabalhe muito, trabalhe certo” e o resultado é surpreendente

No fim de semana, os jornais e revistas que assino (não são poucos) costumam se acumular em cima da mesa da varanda e também no meu iPad. Sábado de manhã, ali me acomodo e trato de dedicar esse tempo para meu bel prazer – sempre com um café preto como companhia.

Sábado desses, atrasei um pouco minha leitura em função de um sem número de afazeres domésticos e burocracias profissionais e deixei a pilha toda pra domingo. No domingo seguinte, eu não sabia por onde começar. Resolvi fazer loteria. Puxei a Folha de S. Paulo do meio da pilha e pimba! Dei de cara com uma notícia que alegrou meu dia. Porque é sempre bom, muuuito bom quando eu conheço uma opinião semelhante à minha vinda de algum expert. Quando, enfim, me dou conta que não estou louca e que, embora muita gente não pense como eu (ou pelo menos não aja como), devo seguir meus princípios, sim. Ainda que pareça uma cabrita fora do rebanho de ovelhas.

O título da notícia: “Consultorias tentam resgatar motivação no trabalho”.
A linha de apoio: Especialistas em recursos humanos dos EUA criticam excesso de tarefas que domina o mercado na era da super conectividade.

O entrevistado da reportagem era Tony Schwartz, presidente da Energy Project – ele mesmo um ex-jornalista do New York Times e da Newsweek e autor do livro que eu quero ter já: “Não trabalhe muito, trabalhe certo”. A consultoria de Schwartz tem o Google, o Facebook e grandes bancos como clientes.

images-livrariasaraiva-com-brCAPA DO LIVRO

A premissa de Schwartz é que, para manter os funcionários com energia, focados e produtivos, é preciso preservar quatro aspectos de sua vida: físico, mental, emocional/psicológico e espiritual/filosófico.

A utilização do e-mail é mais nociva do que parece, diz ele. Cada vez mais esta ferramenta é vista como “ralo de energia e tempo”.

Anthony Tjan, da consultoria Parthenon, recomenda o telefone para resolver problemas em lugar de longas trocas de e-mail, menos produtivas e mais abertas a mal-entendidos. Meu respectivo marido é o maior entusiasta desta premissa. Na última sexta-feira, enquanto eu me digladiava por e-mail com o gerente de um banco, ele olhou pra minha cara e disse:
– Por que tu não liga pra ele?
Em menos de cinco minutos, o assunto de mais de 20 e-mails estava resolvido.

bento1124SE NÃO FOSSE O CHICO, NÃO SEI O QUE SERIA DELA

Nos Estados Unidos, 70% dos americanos se dizem desmotivados com o trabalho. Tony Schwartz atribui esse índice altíssimo, em parte, à angústia dos funcionários de não conseguirem cumprir o que parece ser hoje esperado de todo mundo: disponibilidade 24 horas e capacidade de empilhar tarefas.

– A isso se soma uma chefia que não elogia nem motiva. As pessoas se sentem culpadas de não conseguir cumprir a demanda.

Selecionei cinco dicas de Tony Schwartz que comecei a seguir há um tempo e realmente mudaram significativamente minha vida, humor e produtividade. Achei super indicadas para compartilhar com vocês para que a gente já comece a nova semana agindo diferente em prol de nossa saúde física e mental!

04-woman-sleeping-mainDORMIR SUFICIENTE DEVE SER PRIORIDADE MÁXIMA

1) Planeje a hora de dormir e comece a desacelerar com pelo menos 45 minutos de antecedência.
98% dos seres humanos precisam de pelo menos 7-8 horas de sono por noite para se sentirem completamente descansados. Somente uma fração de nós consegue dormir essa quantia regularmente, em parte porque nós compramos o mito de que sacrificar uma hora ou duas de sono por noite nos dá uma hora a mais de produtividade.

“Mesmo pequenas quantidades de privação de sono custam caro à nossa capacidade cognitiva, nossa habilidade de pensar criativamente, nossa resiliência emocional, da qualidade do nosso trabalho e até mesmo da velocidade com que o fazemos”

2) Crie uma lista de tarefas que inclua tudo o que você quer ou precisa fazer, dentro e fora do trabalho.
Me refiro a TODAS as coisas, inclusive qualquer problema não resolvido que mereça maior reflexão. Escrever tudo ajuda a tirar essas coisas da sua cabeça, liberando espaço para focar completamente no que mais importa naquele momento.

Studio shot of young woman working in office covered with adhesive notesEM VEZ DE POST IT POR TUDO, UMA LISTA BEM ORGANIZADA AJUDA

3) Faça as coisas mais importantes primeiro.
Siga essa orientação quando você chegar ao trabalho todas as manhãs, que é quando você tem maior probabilidade de ter maior energia e menos distrações. Decida na noite anterior quais atividades mais merecem sua atenção e então foque nisso por não mais de 90 minutos.

4) Viva como um velocista, não como um maratonista.
Quando você trabalha continuamente, você, na verdade, está progressivamente esgotando suas reservas de energia à medida que o dia passa. Torne importantes as renovações e reabastecimentos que fazem com que você regularmente preencha seus reservatórios, de modo que você não apenas pode focar completamente em intervalos pelo caminho, mas também manter um alto nível de energia durante o restante do dia.

5) Monitore o seu humor
Quando a demanda começa a exceder sua capacidade, um dos sinais mais comuns é um aumento das emoções negativas. Quanto mais nos movemos em direção ao “fight or flight“, mais reativos e impulsivos nos tornamos, e menos reflexivos e responsivos. A primeira coisa a se perguntar é “por que estou me sentindo assim, e o que posso fazer para me sentir melhor?”. Talvez você esteja com fome, cansado, sobrecarregado ou se sentindo ameaçado de alguma maneira. Perceber isso é o primeiro passo. Você não pode mudar o que não percebe.

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do site MK e colunista do programa Band Mulher e da rádio Band News FM. É também autora dos livros "Peregrina de Araque (2011), "Vida Peregrina (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona.

1 Comentário

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Novo cabelo de Mariana. Sem filtro. Obrigada. De nada! 👌🏻 Obra do master @rafabedulli ♥️
  • Terá a justiça dos homens e conhecerá como outros monstros da História a Justiça Divina.
  • Amor de primos irmãos. Um sentimento lindo de ver e vivenciar. Que a vida siga iluminando essa amizade hoje e para todo o sempre, meus amados Marina e João Benício. E que essa imagem sirva, especialmente agora que uma data tão simbólica como o Natal se aproxima, como entedimento e compreensão de que acima de qualquer presente de Papai Noel, está a entrega incondicional e o bem-querer ao próximo. ♥️
  • Cada vez mais marcas entendem que o presente e o futuro da comunicação passam por associar seu nome não apenas à imagem de influenciadoras digitais, mas, sobretudo, ao conteúdo capaz de humanizá-las. Obrigada @coliseujoalheria por delegar a mim a autoria do teu blog. O lindo e eterno universo da joalheria pode ser contado de um jeito leve, descontraído, bem-humorado e próximo do dia a dia de todas as mulheres. Menos conto de fadas e mais vida real. É isso que devemos compartilhar. É assim que a vida deve ser. #coliseujoalheria #coliseulovers #blogcoliseu #marianakalil
  • Transformação do dia para o Band Mulher: regata e scarpin de milênios atrás + jeans com aplicação de pérolas @twentyfourseven.poa + Maricota off-white ♥️ #bandrs #bandmulherrs #maricota19 #bolsamk #ppacessorios #twentyfoursevenpoa
  • Né?! 🍻🥂🍷