L’Oréal veio ciscar por aqui!

Tenho uma amiga em São Paulo, a Lia. Faz algum tempo que a gente não se fala, diferentemente de quando morava lá, que nossa convivência era mais estreita. A Lia adorava usar uma expressão que eu achava a maior graça: “cair da rede”. Sempre que alguma coisa surpreendia a Lia, ela dizia: “agora eu caí da rede!”.

caindo da redeCAPLOFT!

Pois eu caí da rede com uma notícia que apitou agora há pouco na caixa de entrada do meu e-mail e que já é manchete nos principais sites de negócios do país.

03mulher-nova-gritando-feliz-thumb89432486L’Oréal adquire 51% da brasileira Empório Body Store

Sabem a Emporio Body Store, né? A marca gaúcha de cosméticos que eu amo de paixão, a marca do meu querido, amado e idolatrado hidratante Lolita.

body-lolita-300x225ESTE!

Pois o grupo francês L’Oréal anunciou hoje que, através de sua filial The Body Shop, comprada em 2006, adquiriu 51% da empresa gaúcha – com a opção de elevar essa participação a 80% do capital até 2019.

03mulher-nova-gritando-feliz-thumb89432486EU JÁ SABIA QUE BODY STORE ERA COISA BOA!

A empresa foi fundada em 1997 em Porto Alegre e em 2012 registrou um volume de negócios consolidado de R$ 20 milhões.  Desde 2011, com a entrada de novos acionistas, a Body Store passou de 36 a 84 pontos de venda, que chegarão aos 130 estabelecimentos no final de 2013. O fundador do grupo Empório Body Store, Tobias Chanan, continuará como diretor do grupo.

Plantão_GloboGostaram desse meu momento!?

bento clássicaE O VALOR DA OPERAÇÃO?

Mas o que é isso, Bento? Desde quando tu fala desse jeito?

bento clássicaDESDE QUE TU DÁ PLANTÃO PELA METADE

Pois o valor da operação não foi revelado, mon amour.

4oliviaTOMA!

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.
  1. A única coisa que desejo é que a L’Oréal não mude a essência da Emporio Body Store, o que é uma tendência bem forte nessas compras de empresas… Oremos!
    Hehehe
    Mas tenha certeza que vou favoritar essa matéria, é sempre útil para alguma cadeira na faculdade (faço adm).

    Ps: não vou poder ir no lançamento do livro, mas desejo mto sucesso!!!

    Bjs

  2. Querida Mari

    Conheci tua coluna em fevereiro deste ano quando meus tios, leitores assíduos da zero, vereneavam aqui em Floripa. Depois de muito gargalhar nas manhãs de domingo, resolvi pesquisar mais sobre a moça que havia feito uma dieta maluca dos tomates e descobri o Por aí. Desde então o “Por aí” tem sido uma parte muito gostosa do meu dia, de descontração e identificação (eu costumava achar que eu era a personificação da lei de Murphy!!!) e morria de vontade de ler o peregrina de araque, porém nunca encontrava em livrarias físicas daqui – e tenho um certo azar com o e-commerce – mas ontem eis que um milagre aconteceu e dei de cara com ele na Saraiva. Adivinha? Li a primeira linha e não consegui mais largar, literalmente devorei, já que troquei até o horário de almoço pelo peregrina! A identificação foi ainda maior: quando pequena costumava dizer que seria jornalista já que amava contar histórias, ler, observar e escrever sobre absolutamente tudo isso. Tu conseguiu me explicar exatamente o que eu sinto ao dizer que “a sobrevivência, em situações críticas, eu sempre encontrei ao escrever. Escrever é uma formula mágica capaz de me fazer compreender minha profissão, minhas viagens, meus relacionamentos, minha vida. Eu sempre escrevi para me entender – a mim e ao mundo” Eu também. Esse sentimento andou esquecido em mim, mas tu conseguiu despertá-lo. Gargalhei e enchi olhos de lágrima com alguns momentos descritos no Peregrina! Infelizmente não estarei presente na quinta feira, mas tenho certeza que será um sucesso!!!! Estou aqui torcendo por ti e esperando ansiosamente pelo Vida Peregrina!
    Muitos Beijos!

  3. Oi, Thainá! Que lindo! Amei tuas palavras, fiquei emocionada por ter te emocionado. Que bom. Essa é a verdaderia recompensa que a escrita me dá: encontrar essa identificação com quem está aí desse outro lado e promover uma reflexão sobre a vida. Bjo grande. MK

  4. Aiiiii, se eu estou nervosa, imagina você!!
    Haja omeprazol!
    Estou indo a procura de alguma lembrança para você (a do Bento tá comprada, kkkk). Se eu não achar nada, te darei em algum outro momento, viu?
    Você não deve imaginar o impacto na vida dos seus leitores, pq falo de você e do Bento como se fossem meus amigos, kkk. Acompanhar vocês se tornou parte da minha vida, a maneira que se comunica criou um vinculo muito legal, um vinculo de amizade.
    Não sou tão boa com as palavras, mas deixo um beijao para vc e Bentinho. Desejo que a Terça passe logo para você ver o sucesso que é a tua nova obra.
    Tá, ficou muito longo….é assim que acontece com os amigos: um papo puxa o outro, kkkk.
    Bjos e até amanha!!

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.