Comer folhas verdes escuras todo dia deixa o cérebro 11 anos mais jovem

Novecentos e cinquenta idosos avaliados durante 10 anos. Neste espaço de uma década, os pesquisadores da Universidade Rush, nos Estados Unidos, debruçaram-se sobre a dieta e a habilidade mental dos estudados a fim de detectar a função mental, além da identificação dos alimentos que faziam parte da dieta deles. Resultado: aqueles que consumiam vegetais verdes folhosos escuros, como espinafre e couve, uma ou duas vezes por dia, tiveram declínio cognitivo significantemente menor que os outros participantes – mesmo levando em conta outros fatores como nível de escolaridade, prática de exercícios físicos e histórico familiar de demência.

Conclusão da pesquisa: uma única porção de folhas verdes escuras por dia pode rejuvenescer o cérebro. Alguma dúvida da necessidade de incluir folhas verdes escuras no dia a dia já?

Vale couve, espinafre, chicória, repolho, agrião, mostarda, couve de bruxelas, acelga, alface (não vale a americana, que é clarinha e sem nutrientes!). Vale na salada ou no suco. O que não vale é deixar de fora esse importante remédio natural.

green-leafy-vegetablesVEGETAIS VERDE ESCUROS: PROTETORES NATURAIS DO CÉREBRO

A nutricionista Talitta Maciel, do Espaço Reeducação Alimentar, explica que as verduras verdes funcionam como protetores naturais do cérebro.

– Todas as folhas de cor verde escura possuem vitamina E, antioxidante e neutralizador dos radicais livres, propriedade importantíssima na prevenção de doenças e envelhecimento precoce – explica.

O consumo das folhas verdes previne arteriosclerose, já que é rico em betacaroteno e vitamina C, conhecidos antioxidantes que impedem a fixação de colesterol ruim nas artérias e veias. Por fim, o ácido fólico evita a ocorrência de infarto e acidente vascular cerebral.

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do site MK e colunista do programa Band Mulher e da rádio Band News FM. É também autora dos livros "Peregrina de Araque (2011), "Vida Peregrina (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona.

1 Comentário

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Viva as nove primaveras da Marina! Viva! 👏🏼🥂♥️
  • É nosso, gurias @karinachav @reginalimaoficial ♥️Melhor programa de televisão do ano do Prêmio Press! Jamais vou esquecer o convite de vocês duas pra fazer parte dessa equipe! Que orgulho! Ao alto e avante! 💪🏻♥️👊🏻 @ceciliakramer eternamente grata pela confiança! #tamojunto #bandemmovimento
  • A persistência faz do impossível uma possibilidade. No caso, voltar a fechar com folga o jeans guardado há 15 anos à espera deste momento!  #yeswecan 💪🏻👊🏻🤣♥️
  • Né?! 🤣
  • BFF ♥️
  • Meu amor por Porto Alegre é tão grande que não cabe no peito e não coube na foto com a obra do super @jotapepax 🤣🤣🤣. #ilovepoa #vemseapaixonar