Comer folhas verdes escuras todo dia deixa o cérebro 11 anos mais jovem

Novecentos e cinquenta idosos avaliados durante 10 anos. Neste espaço de uma década, os pesquisadores da Universidade Rush, nos Estados Unidos, debruçaram-se sobre a dieta e a habilidade mental dos estudados a fim de detectar a função mental, além da identificação dos alimentos que faziam parte da dieta deles. Resultado: aqueles que consumiam vegetais verdes folhosos escuros, como espinafre e couve, uma ou duas vezes por dia, tiveram declínio cognitivo significantemente menor que os outros participantes – mesmo levando em conta outros fatores como nível de escolaridade, prática de exercícios físicos e histórico familiar de demência.

Conclusão da pesquisa: uma única porção de folhas verdes escuras por dia pode rejuvenescer o cérebro. Alguma dúvida da necessidade de incluir folhas verdes escuras no dia a dia já?

Vale couve, espinafre, chicória, repolho, agrião, mostarda, couve de bruxelas, acelga, alface (não vale a americana, que é clarinha e sem nutrientes!). Vale na salada ou no suco. O que não vale é deixar de fora esse importante remédio natural.

green-leafy-vegetablesVEGETAIS VERDE ESCUROS: PROTETORES NATURAIS DO CÉREBRO

A nutricionista Talitta Maciel, do Espaço Reeducação Alimentar, explica que as verduras verdes funcionam como protetores naturais do cérebro.

– Todas as folhas de cor verde escura possuem vitamina E, antioxidante e neutralizador dos radicais livres, propriedade importantíssima na prevenção de doenças e envelhecimento precoce – explica.

O consumo das folhas verdes previne arteriosclerose, já que é rico em betacaroteno e vitamina C, conhecidos antioxidantes que impedem a fixação de colesterol ruim nas artérias e veias. Por fim, o ácido fólico evita a ocorrência de infarto e acidente vascular cerebral.

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

1 Comentário

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.