Festival Restaurant Week traz como tema Gastronomia Afetiva

A cozinha da casa sempre foi espaço de reuniões e celebrações familiares. De lá que saem os melhores cheirinhos, seja do bolo de fubá feito pela avó ou do tradicional carneiro assado para o Natal, vai dizer?. Por isso, neste ano o festival Restaurant Week trouxe para Porto Alegre, entre os dias 9 e 29 de novembro, um ingrediente especial: os bons momentos familiares em torno da mesa. Oba!

O tema Gastronomia Afetiva pretende atrair os gaúchos aos melhores restaurantes da capital – e promete trazer experiências únicas vivenciadas em família e amigos, além de momentos que remetem à infância com pratos repletos de lembranças e boas memórias.

Restaurant-Week-Atelier-das-Massas-Prato-Principal (3)O PRATO PRINCIPAL DO ATELIER DAS MASSAS
Maltagliate al Cinghiale

Serão 21 dias em que os mais de 20 restaurantes participantes irão preparar pratos cuja composição traz referências de festividades em família, viagens e momentos marcantes na história dos próprios estabelecimentos. De acordo com o realizador do festival, Fernando Reis, há um aumento de 35% nas vendas das casas participantes durante o evento.

– O festival fomenta a economia local, pois 46% do público visita de três a 10 restaurantes durante os 21 dias do Restaurant Week. Deste número, 27% é fidelizado, retornando às casas após seu término – festeja Fernando.

O cardápio disponibilizado terá opções de entrada, prato principal e sobremesa a preços fixos de R$39,90 + R$1,00 de doação para o Instituto do Câncer Infantil do Rio Grande do Sul, totalizando R$ 40,90 no almoço e R$52,90 no jantar. As reservas podem ser feitas online pelo site www.restaurantweek.com.br, onde estarão disponíveis informações dos restaurantes e seus cardápios.

Restaurant W-Guacamole-SobremesaSOBREMESA DO CARDÁPIO DO GUACAMOLE
Sorvete Romeu e Julieta com geleia picante de morango

Dá uma olhada na galeria para se deliciar com os pratos de alguns dos restaurantes participantes (clica na foto para ver maior) e confira o endereço de todos eles!

 

· Atelier de Massas (Rua Riachuelo, 1482 – Centro Histórico)
· D.MZ Cozinha Criativa (Rua Furriel Luiz Antônio de Vargas, 379 – Bela Vista)
· Domenico (Rua Padre Chagas, 293, 2º piso – Moinhos de Vento)
· Dona Zefinha (Rua Lima e Silva, 776, loja 1 – Cidade Baixa)
· Guacamole Cocina Mexicana (R. Des. Augusto Loureiro Lima, 165 – Petrópolis)
· Haus Burger Bar (Rua Doutor Prudente de Moraes, 555 – Chácara das Pedras)
· Il Giardinetto (Av. Palmeira, 246 – Petrópolis)
· Lanna Thai (Rua Barão de Santo Ângelo, 487 – Moinhos de Vento)
· Lucca Casa de Chef (Rua General Couto de Magalhães, 1195 – São João)
· Marco’s (Av. Tulio de Rose, 80, 2º andar – Jardim Europa)
· Mulligan Irish (Rua Padre Chagas, 25 – Moinhos de Vento)
· Mulligan Irish (Av. Nilo Peçanha, 3228 – Petrópolis – Viva Open Mall)
· Outback – Shopping Barra Sul (Av. Diário de Notícias, 300 – Cristal)
· Outback – Shopping Iguatemi (Av. João Walling, 1800 – Chácara das Pedras)
· Quintal Orgânico (Av. Nilo Peçanha, 633 – Petrópolis)
· Sashiburi – Lindóia (Av. Panamericana, 865 – Lindóia)
· Sashiburi – Moinhos (Rua Dona Laura, 307 – Moinhos de Vento)
· Sashiburi – Zona Sul (Rua Pereira Passos, 1089 – Vila Assunção)
· Sharin (Rua Felipe Neri, 332 – Auxiliadora)
· Substância Gastronomia Light (Rua Dinarte Ribeiro, 128 – Moinhos de Vento)
· Tartoni Ristorante (Rua Tulio de Rose, 80 – Passo D’Areia, loja 333 Bourbon Country)
· Vinum Enoteca (Rua Marques do Herval, 52 – Moinhos de Vento)
· Zaituna (Al. Major Francisco Barcelos, 50 – Boa Vista)

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do site MK e colunista do programa Band Mulher e da rádio Band News FM. É também autora dos livros "Peregrina de Araque (2011), "Vida Peregrina (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Para estar junto não é preciso estar perto, e sim do lado de dentro. Estaremos te esperando, Chiquinho! Repost @chico_sperotto ♥️🐶🌞
  • • KARL LAGERFELD
10.09.1933 - 19.02.2019 🖤
•”Pense rosa. Mas não use".
•”Calça de moletom é sinal de fracasso. Você perdeu o controle sobre sua própria vida e comprou um moletom".
•”Eu acho tatuagem uma coisa horrorosa. É como viver o tempo todo em um vestido Pucci".
•”Meu maior luxo é não precisar me justificar para nenhuma pessoa.”
•”Gosto que tudo seja lavável. Eu mesmo, inclusive.”
•”Personalidade começa onde a comparação termina.”
•”As melhores coisas que fiz na minha vida, as vi nos meus sonhos. É por isso que tenho um caderno de rascunhos na minha cama.”
•”O politicamente correto, a preservação. Eu acho tudo isso extremamente chato.”
•”Coco Chanel jamais teria feito o que eu fiz. Ela teria odiado.”
•”Sou uma pessoa da moda e a moda não é somente sobre roupas. É sobre todos os tipos de mudança.”
•”Eu amo estar de passagem. Nasci em um porto, em Hamburgo. Então minha mãe disse: ‘É a porta do mundo, mas não é mais do que a porta. Portanto, já pra fora!’”.
#ripkarllagerfeld
  • - Dinda, entra no mar comigo?
- A dinda não gosta de mar gelado.
- Eu queria mergulhar com a dinda.
- Então a dinda vai te dar a maior prova de amor do mundo. E tu vai lembrar pra sempre, promete?
- Prometo, dinda.
E assim foi, e a lembrança eterna será de nós dois. #joaobenicio #amordadinda
  • Ensalada de Durazno: pêssego queimado, folhas verdes, queijo de cabra, pistache, cebola roxa e um molho vinagrete indescritível. Autor: @francismallmann @restaurantegarzon 👌🏻♥️🇺🇾 Detalhes no destaque do Stories
  • Leva um tempo até a gente perceber que por trás da figura de mãe existe também uma mulher como nós. Com gostos, desejos, anseios, vontades, expectativas, decepções. Não dizem que são nas viagens que a gente conhece profundamente a essência dos amores e amigos? Pois viagens também contribuem para aproximar mães e filhas no papel de duas mulheres adultas e companheiras. Em nossas viagens, mãe e eu convivemos com nossas imperfeições e fizemos mútuas descobertas – das profundas às mais comezinhas. Ela bebe pouca água; eu vivo com uma garrafa na mão. Ela critica a minha garrafa; eu critico a falta de água no organismo dela. Ela já planeja a Páscoa do ano que vem; eu ainda nem cheguei no próximo Natal. Ela não compreende a minha falta de planos; eu não entendo a ansiedade dela. Ela pensa em voz alta; eu reflito em silêncio. Ela diz pra eu falar alguma coisa; eu suplico que ela cale a boca por cinco minutos. Ela prefere o sol do meio-dia; eu prefiro o ar-condicionado. Ela diz que estou branca feito um bicho da goiaba; eu respondo que ela está laranja feito um nacho de Doritos. Agora estamos de novo aqui, juntas, em viagem, sentadas na grama da praça de José Ignacio. Que bom, né, mãe? Que bom que a vida nos concedeu este prazo para descobrir ainda a tempo o privilégio de passearmos juntas por aí e explorar como adultas esta delicada amizade — e o que existe de melhor em cada uma de nós. ♥️ #amordemãe #amordefilha #viajecomsuamãe
  • Né?! 👌🏻