MARI KALIL: Uma tarde de moda com a repórter Gorducha na Anzetutto Bagé

Estava cá aqui, com meus botões e teclados quando… Pim! Apitou a caixa de entrada do e-mail. Fui espiar e qual não foi a surpresa. Dizia assim:

“Com mais de vinte anos de história, a Anzetutto conquistou uma legião de apaixonadas por seus sapatos. A label, que é conhecida por desenvolver suas criações com a classe do shape italiano e a elegância da mulher brasileira, inaugura uma loja exclusiva em Bagé (RS). A abertura do espaço é uma iniciativa da empresária Leilah Kalil Castro, proprietária da loja multimarcas Efeito, que já comercializava a marca na cidade e, devido ao sucesso dos produtos, resolveu dar esse passo no relacionamento com a Anzetutto e suas consumidoras.”

olivia10A LEILAH KALIL CASTRO É A TIA LEILAH?

scared-woman2-267x300SIM, A TIA LEILAH!

Pois fiquei sabendo pelo e-mail da assessoria de imprensa da Anzetutto que a querida tia Leilah havia tomado essa bela iniciativa de levar a linda Anzetutto para Bagé, minha terra querida. Pra quem não conhece, os calçados da marca gaúcha são confeccionados a partir de materiais nobres, como o couro bovino, veludo e peles exóticas. Scarpins, sapatilhas, sandálias, botas, peep toes e modelos Chanel fazem parte permanente das coleções.

Mandei mensagem para a tia Leilah:
– Que história é essa de uma Anzetutto em Bagé?
Ela riu e disse que me esperava para uma visita. Não tive dúvida: de passagem por Bagé, convoquei minha repórter Gorducha para visitar a nova empreitada da tia Leilah.

Olha!

anzetutto-fachadaAQUI ADENTRAMOS
A Anzetutto Bagé está localizada na Rua Bento Gonçalves, 190

anzetutto-fachada-gordaGORDUCHA SENTINDO-SE EM CASA NA ENTRADA DA LOJA

anzetutto-bageUMA FOTINHO COM A TIA LEILAH ANTES DE ABRIR OS TRABALHOS
Perceba Mariana já agarradinha em um modelo vermelho…

Sim, digo “abrir os trabalhos” porque Tia Leilah não pode me ver que me coloca pra trabalhar.

– Méia, quero que tu faça uma seleção de tudo o que mais chamou atenção na loja – disse ela.
(Esclarecimento: Tia Leilah, minha vó Arleta e outras tias de Bagé me chamam de Méia, diminutivo de Meméia).

De pronto, enxerguei algo divinamente lindo em uma prateleira no fundo da loja. Reta como uma flecha, fui até lá e pincei um modelo de sandália de perder o fôlego.
Olha!

anzetutto-sandalia-pelinhoME DIGA SE PODE EXISTIR CHARME MAIOR?!

2_pqMAIS CHARMOSA AINDA COM MEIA ARRASTÃO
Esta é a foto de campanha de inverno da Anzetutto em que a modelo Carol Bittencourt apresenta a proposta da sandália com a meia. Acho um charme e fica linda usada tanto com saia como com jeans destroyed de barra dobrada!

anzetutto-gorda-e-pelinhosGORDUCHA LOGO CHAMOU ATENÇÃO PARA OUTRO MODELO COM PELO

anzetutto-peloCLOSE NELE!
Um deleite, vai dizer!

anzetutto-bota-meiaBOTA MEIA
Adorei o modelo por dois motivos: sou a maior entusiasta da moda bota meia e achei esse salto médio quadrado super interessante e confortável

anzetutto-botas-branca-e-pretaMODELO CHELSEA DE BICO FINO
Considero curingão do guarda-roupa. Trata-se de um dos meus modelos preferidos. O bico fino ajuda a alongar as pernas, e o salto quadrado médio proporciona maior conforto.

anzetutto-vermelhoGORDUCHA ENTÃO CHAMOU ATENÇÃO PARA A TENDÊNCIA VERMELHA

anzetutto-dourado-e-vermelhoSCARPIN COM DETALHE DE CORRENTE DOURADA
Imagine uma calça de alfaiataria preta, uma camisa branca e ele: très chic e simples!

anzetutto-vneck-vermelhoSCARPIN LISO COM A MODELAGEM DO MOMENTO: RECORTE V-NECK
O v-neck é este recorte em V que está presente em vários calçados deste outono inverno.

anzetutto-sapatilhaVERMELHO TAMBÉM APARECE NA COLEÇÃO DE SAPATILHAS
E elas também entram sutilmente na moda da temporada com o recorte v-neck. Difícil é escolher uma só!

anzetutto-sapatilha-metalPOR FALAR EM SAPATILHAS…
Metalizados estão na ordem do dia, e a biqueira em camurça traz o ar outono inverno para a produção.

anzetutto-sapatilha-phytonMODELO EM PYTHON
A nobreza do material faz desta sapatilha uma companheira para o dia a dia e também em eventos mais formais

anzetutto-linha-phytonPOR FALAR EM PYTHON…
Sapatilha, bota e scarpin: o trio que é um clássico do guarda-roupa.

palmas-1PALMAS PRA TIA LEILAH!

ANZETUTTO BAGÉ
Rua Bento Gonçalves, 190, Centro.
Tel: (53) 3242-5777
Whats App: (53) 9972-7235
FB: /AnzetuttoBagé

E aviso de utilidade pública: Tia Leilah entrega em todo o Brasil.

olivia10-350x4992TE METE COM A FAMÍLIA DE TURCAS

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

1 Comentário

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Penteados e escovados para a primeira de muitas noites de autógrafos de Vida Peregrina, que me levaria à lista dos livros mais vendidos do país e confirmaria Bentolino como um dos personagens mais importantes da minha existência como escritora. Seis anos hoje. Saudade, Xerife. ❤️🐶📘 #tbt #2013 #vidaperegrina #livromarikalil
  • Éramos uma família de bageenses morando no Rio e nossa família multiplicava-se com mais bageenses que chegavam no Carnaval. Tudo começava ao cair do sol com um primeiro chope para brindar a união e terminava com corpos ao mar pra curar o ressacão. Lembrança do nosso primeiro bailinho em que eu me retorci para entrar em uma fantasia de odalisca tamanho 14 comprada em uma loja infantil de Ipanema. É que ainda estava borracha da noite anterior. Borrachos entendem. 🍺
Casa da @renatabrasilvidal e do @marcelogoskes; Rio de Janeiro, Carnaval 2006. #tbt
  • Ter o privilégio de passar horas e horas conhecendo muitas das minhas perseguidoras faz a gente mais feliz. Ser recebida com carinho pelo @centrocarinaborges, que abriu suas portas para este momento tão especial de beleza e amizade faz a gente mais feliz. Poder oferecer a excelência dos produtos da @farmathuia para as amigas da Mari faz a gente mais feliz. Servir os melhores quitutes fit da @feeljoy.com.br e a delícia do capuccino proteico do @mundoverdeiguatemipoa faz a gente mais feliz. Rodopiar com um vestido de seda floral da @boutiquemariahelena capaz de traduzir com maestria meu estado de espírito faz a gente mais feliz. Felicidade é encontrar alegria na alegria dos outros; felicidade é a certeza de que a nossa vida não está se passando inutilmente. Obrigada a todas que hoje fizeram meu dia muito, muito mais feliz! ✨🙏🏻❤️
  • Quem nunca aplicou uma dessas?! 👆🏻
  • Me diga se pode existir desgraceira maior do que chegar ao vestiário de natação molhada em cima de um par de chinelos molhados, com o cabelo todo desgrenhado, com o rosto todo marcado dos óculos e ainda ter que pegar a sacola, botar a sacola em cima de um banco, abrir a sacola, retirar os saquinhos plásticos para guardar o maiô encharcado junto com a touca e o óculos, pegar a nécessaire, sair equilibrando toalha, xampu, sabonete e condicionador até o box, sempre pisando naquele chinelo nojento molhado, tomar banho na companhia de fios de cabelos de terceiros, recolher sabonete, condicionador e xampu, secar um por um com a toalha, se enrolar na tolha, voltar pingando até o armário em cima daquele chinelo nojento molhado, abrir o armário, abrir a sacola, guardar o xampu, o condicionador e o sabonete dentro da nécessaire, retirar o pente, desembaraçar o cabelo cuidando para não deixar fios caírem no chão, passar hidratante na volta dos olhos, sérum facial, creme com proteção solar, hidratante corporal, vestir a roupa toda amassada dentro da sacola, sentar no banco com o pé ainda molhado em cima daquele chinelo nojento com fio de cabelo de terceiros grudados na sola, secar dedinho por dedinho, colocar o sapato, secar o chinelo, ensacar o chinelo e terminar a maratona botando os bofes para fora do calorão que sai daquela quantidade de chuveiros quentes e secadores ligados. 
Me diga: pode existir desgraceira maior?!
  • Tenha coragem para as grandes adversidades da vida e paciência para as pequenas, e quando tiver cumprido laboriosamente sua tarefa diária vá dormir em paz. Deus está acordado. (Victor Hugo).