Acima de tudo, etiqueta hoje em dia significa ter respeito ao próximo

Ultimamente, tenho andado meio estarrecida com tantos casos de desrespeito e de falta de educação entre as pessoas. Seja no nosso dia a dia, ou nas mais variadas situações, percebo que alguns equívocos poderiam ser facilmente resolvidos, ou ao menos contornados, com um simples “muito obrigado” ou um pedido de desculpas. Tenho observado essa falta de amabilidade em várias esferas, seja no mundo corporativo, governamental ou virtual. Onde está a civilidade minha gente? Onde está o bom convívio em sociedade? Não é porque estamos em pleno século 21 que devemos parecer bárbaros da Idade Média ou nos remetermos a Game of Thrones e digladiarmos com espadas para demonstrar nossa opinião. É justamente o contrário.

Fui criada em meio a uma família tradicional, metade mineira metade paulista, onde a educação baseada em respeito e valores era fundamental. Cresci sabendo respeitar os mais velhos, ouvindo muitos nãos dos meus pais, aprendendo a entender que as pessoas pensam diferente umas das outras (e que isso não é um problema), brigando e fazendo as pazes com meus irmãos (somos seis), sabendo que as palavras mágicas são mágicas mesmo e que nunca devem ser esquecidas, entendendo o verdadeiro significado de palavras como solidariedade e caridade. A famosa etiqueta social fez parte da minha formação e dos meus irmãos.

etiqueta-social-no-FacebookSEM RIGIDEZ: A ETIQUETA É FLEXÍVEL DE ACORDO COM HORÁRIOS E SITUAÇÕES

Muitas vezes as pessoas confundem a real função da etiqueta e a entendem como “regras” rígidas de comportamento a serem seguidas, e não é bem assim. Esta é uma interpretação equivocada, pois a etiqueta também é flexível de acordo com situações e horários. São regras mesmo, mas podemos chamar de dicas, que foram testadas e modificadas ao longo dos séculos para que pudéssemos ter um bom convívio em sociedade.

+RACHEL JORDAN: Especialista em imagem ensina a causar uma ótima primeira impressão

Não só a etiqueta responde às especificidades das circunstâncias (como quem somos e em que região do mundo estamos) como aborda temas extremamente relevantes atualmente para a nossa sociedade e a forma como nos relacionamos, haja visto o ritmo do desenvolvimento e transformações tecnológicas e culturais. A etiqueta é sobre as expectativas. De acordo como uma situação se apresenta, a etiqueta nos permite antecipar o nosso comportamento.

dicas-de-etiqueta-profissional-vector-contact-center-patrocinadora-empresa-call-telemarketingAPERTO DE MÃO: RETRIBUÍMOS COM O QUE É ESPERADO DE NÓS

Entender o que é esperado de nós e dos outros cria condições para que todos se sintam mais à vontade. Quando alguém nos propõe um aperto de mão, por exemplo, sabemos estender a nossa mão em resposta. Não há estranhamento ou surpresa envolvidos. Quando estamos jantando com outras pessoas em uma mesa maior, sabendo que os pratos devem ser passados ​​pela esquerda, isso significa que estamos preparados para recebê-lo quando vierem em nossa direção. Também entendemos quando é hora de passarmos algo a outra pessoa para não ficarmos suscetíveis de entrar em uma colisão com alguém em plena mesa de refeição. Quando devidamente aplicada, a etiqueta minimiza a confusão e maximiza a confiança e conforto.

Successful business group in a meeting at officeA ETIQUETA FORNECE FERRAMENTAS PARA TORNAR A COMUNICAÇÃO AGRADÁVEL

A etiqueta é sobre a nossa relação com os outros, pessoas que conhecemos e temos afeto e também com pessoas que não conhecemos. Seja ao conhecer alguém novo, correndo para abraçar um conhecido em uma festa, homenageando alguém especial em um evento, pondo fim a um relacionamento amoroso, discordando de um colega, ou dividindo espaços apertados com estranhos, seja em um avião ou no elevador, a etiqueta está lá para guiar nossas ações. Não importa se na esfera social ou profissional, a etiqueta nos fornece as ferramentas necessárias para tornar nossas comunicações e encontros o mais agradável possível.

+RACHEL JORDAN: As maravilhas de vestir amarelo, a cor do sol e do entendimento

Posso afirmar a vocês que, acima de tudo, etiqueta é ter consideração com os outros. As “regras” são projetadas para garantir o conforto de todos os envolvidos e para evitar o comportamento de ofender, perturbar ou ferir os sentimentos dos outros. Desde os que procuram chegar no horário a um show ou a uma peça, para não atrapalhar a atenção de quem está assistindo, como manter o toque do celular desligado enquanto está com amigos, familiares e colaboradores em um restaurante. Os códigos de conduta têm suas raízes no senso comum e giram em torno de demonstrar respeito por aqueles que nos rodeiam, quer sejam conhecidos pessoalmente ou não.

rachel1CÓDIGOS DE CONDUTA TÊM RAÍZES NO SENSO COMUM E NO RESPEITO AO OUTRO

Etiqueta nos fornece as ferramentas que precisamos para tornar nossas comunicações e encontros sociais e profissionais o melhor possível, fazendo com que todos se sintam completamente à vontade. Mas, em ritmo acelerado, no mundo eletrônico de hoje, o que é considerado etiqueta apropriada? Não importa a situação, entendendo a vestimenta, comportamento e comunicação adequados, tudo tende a fluir de maneira mais agradável.

Compartilhar
Rachel Jordan

Rachel Jordan

Consultora de Imagem, Rachel Jordan é especializada em Comportamento, Moda, Etiqueta Social e Corporativa, Dress Code e formada em Protocolos Internacionais pela renomada The Protocol School of Washington. Referência em seu segmento, a consultora é palestrante e instrutora. Executa um trabalho estratégico e personalizado para empresas e pessoas que desejem melhorar sua imagem pessoal e profissional com o objetivo de se reposicionar na carreira ou se colocar de forma mais adequada nas diferentes situações do cotidiano. O olhar diferenciado, observador, sensível e profissional de Rachel Jordan é potencializado também por sua formação como artista plástica. Membro da Association of Image Consultants Internacional (AICI), tem especializações em História da Moda, Consultoria de Imagem, Produção de Moda, Comportamento, Etiqueta Social e Corporativa, Análise Cromática. Rachel Jordan estreia este mês (janeiro 2016) como colunista de moda, etiqueta e comportamento do site Mariana Kalil (marianakalil.com.br).

1 Comentário

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Chorei. De emoção, de nostalgia, de saudade. 😢 #OsDiasEramAssim
  • Rir ainda é sempre o melhor remédio, vai dizer? 🤣#maishumorporfavor #twentyfourseven #simpleandchic
  • Chegou direitinho pelo correio! Ficou lindo, EfeitoBagé! ♥️Repost from @lojaefeitobage Lançamento que a @mari_kalil aderiu! #slingback #anzetutto
  • Nossa, estou me achando! 😜Repost from @fatimamelloloja Mariana Kalil é tudo! Linda, espontânea, natural, divertida, talentosa... sou fã! Li todos os livros e sigo todos os passinhos por aqui. Ontem ela arrasou usando os brincos lindos da Cosmopolitan para Fatima Mello Loja!. Amei ❤️💋#fatimamelloloja #acessórios #fashionjewelry #accessories #fashionaccessories #accessorieslovers #bijou #bijoux #bijuterias #earrings #brincos #style #ootd #streetsyle #stylish #marianakalil
  • ... E o coração da @twentyfourseven.poa abriu-se no @iguatemipoa ♥️Já é um sucesso! Parabéns @luciakalil e Iolanda! Obrigada pela parceria e confiança. Vamos fazer bater cada vez mais forte este coração, né @mairafranz?!
  • Dá um alento quando a gente percebe que um trabalho de anos nunca se rendeu somente à valorização da imagem e sim à verdade e ao conteúdo! #vidareal #menoslookdodia #verdade #transparência #estasoueu