Airbnb da comida: Dinneer, a plataforma de jantares compartilhados

Conhece o Dinneer? Pois esta plataforma lançada em junho já conta com mais 1.200 anfitriões em todo o Brasil, acredita? A ideia do site é unir moradores locais que amam cozinhar e receber visitas em casa a pessoas interessadas em novas experiências gastronômicas. Ou seja: mais up to date impossível. Define Flavio Estefam, CEO do Dinneer:

– Nosso objetivo é ser o Airbnb dos jantares e também o maior restaurante do mundo sem ter nenhum restaurante.

O Dinneer é um site que conecta pessoas que curtem novas experiências gastronômicas com anfitriões que oferecem jantares exclusivos em suas casas em todo o Brasil. A plataforma já nasce na esteira do alto gasto dos brasileiros com refeições fora de casa. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o brasileiro gasta 25% da renda com alimentação fora do lar.

jantar-compartilhado-dinneer-reproducao-facebookJANTARES COMPARTILHADOS: TENDÊNCIA QUE CRESCE NO BRASIL E NO EXTERIOR

– Nosso objetivo é unir de um lado os anfitriões, que são pessoas apaixonadas por gastronomia e que adoram cozinhar e receber as pessoas em casa; e visitantes, que são pessoas apaixonadas por experiências gastronômicas diferentes – afirma Estevam.

A ideia surgiu da observação dele na internet. Notou que as redes sociais, principalmente Facebook e Instagram, diariamente são invadidas por fotos de pratos de comida – e que os comentários incluíam coisas como pedidos de receitas e convites. Estevam também se inspirou no famoso Airbnb.

– O diferencial é que o Dinneer vai além de um simples jantar. Ele dá acesso a novas experiências. O site vai ser uma referência em economia compartilhada onde pessoas comuns podem ganhar dinheiro dividindo sua comida – acredita.

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do site MK e colunista do programa Band Mulher e da rádio Band News FM. É também autora dos livros "Peregrina de Araque (2011), "Vida Peregrina (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona.

3 Comentários
  1. Amei!! Quando vou a bares e restaurantes, adoro sentar naquelas mesas grandes e compartilhadas. Sempre tive boas experiências e conheci muitas pessoas interessantes. Imagina uma oportunidade dessas sem sair de casa? Adorei, parabéns.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Edifício Império, Porto Alegre. 
Verão de 1978. Mami, Ota e eu. 
#tbt
  • Blazer sem ser caretinha?! Temos Amiga Mari mostrando no Stories! #vemver ❤️
  • Liga na @radiobandnewsfm que estamos ao vivo no @bnhappyhour pra comemorar os 14 anos da Band News POA com @icothomaz e @fzaffari no @360gastrobar 🥂 #happybirthday #happyhour #bandnewsfm
  • A gente se diverte e nos minutos que sobram a gente se embeleza, né @thaylacollingmicropigmentadora 👌🏻#coisasdethayla #bandmulherrs #makedodia #goodhairday
  • Pise na grama! 🍃🐾☀️🐶
  • Toda semana acontece a mesma coisa. Lá por quarta ou quinta-feira, começo a planejar com detalhes a agenda de sábado. Eu amo sábado. Sábado é dia de fazer tudo aquilo que não deu tempo durante a semana. Sábado é dia de não acordar tão cedo, mas também é dia de arranjar tempo para tudo. É dia de ir ao salão, de fazer a mão, alguma hidratação no cabelo. É dia de ir à floricultura, na feirinha de orgânicos da Redenção, de pegar um sol, de ler os jornais sem pressa, de tomar chimarrão… É dia de almoçar tarde, mas para almoçar tarde é preciso tomar café cedo. E como sábado é dia de dormir até um pouco mais, o negócio é pular o café tradicional para almoçar na casa da mãe, ou da sogra, ou ir até o Gambrinus comer um linguado grelhado com caipirinha de limão. Todo sábado de manhã é a mesma coisa: eu me pego estaqueada no meio da sala sem saber pra que lado eu vou. 
Bentolino também.
Feliz sábado de sol pra nós! 🌞❤️🐶