AMIGA MARI ensina a usar mochila com charme e deixar as mãos livres para viver a vida!

Você já deve ter percebido que até as lojas de moda feminina mais formais e, digamos assim, “adultas” aderiram à moda da mochila e criaram suas peças de coleção. Desde que deixou o ambiente escolar para acompanhar a mulher moderna em suas tarefas diárias carregando tudo o que ela necessita (do notebook à garrafinha de água), a mochila ganhou ombros, braços, costas e mãos ao redor do mundo. Sim, ela pode ser usada das mais variadas formas, mas o ideal ainda é aproveitar a distribuição de peso que o modelo oferece e pendurar nos dois ombros. Nossas costas e pescoços agradecem.

mochila_pp2OLHA A GRAÇA DESTE MODELO DA PP ACESSÓRIOS
Ela é tipo saco com fechamento em gorgurão e mais um fechamento lateral com zíper pra facilitar o acesso. Ela é 100% couro reciclado (todos os produtos da PP são feitos com couro excedente da indústria)

mochila ppEU COM A MINHA PP
A gente pode escolher a cor do couro e da fita e mandar fazer sob medida, sabia?
A minha é amarela com fita marsala.

Os modelos mais vistos são de couro, sarja e camurça, o que não impede que mochilas de veludo e náilon também tenham conquistado seu espaço no guarda-roupa urbano. Esta versão da mochila fora da escola e da academia aparece em shape menos, estruturado e minimalista, fazendo as vezes de bolsa feminina mesmo. E nesta versão elas podem circular em todos os ambientes, do trabalho e lazer a jantares e eventos. A exemplo da pochete (outro super acessório da temporada!), a mochila tem a vantagem de deixar as mãos livres, o que faz dela ótima amiga de mães de crianças pequenas e bebês de colo.

convexoQUANDO VI ESTE MODELO DA CONVEXO, ABRI UM SORRISO
Sabe aqueles acessórios, objetos, peças de roupa que a gente olha e solta um risinho de “ai, que fofo…”? Pois foi o que me aconteceu quando estive na Convexo produzindo algumas fotos para o site e vi esta mochila com estampas de gatinhos.

A Convexo tem loja virtual, se você quiser ver melhor este modelo e outras estampas e tamanhos, só clicar na imagem que cai direto lá!

loja

Dá só uma espiada em algumas produções de street style com mochila e inspire-se!

mochila1mochila2 mochila3mochila4mochila5

 

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

2 Comentários

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • “Hello, doctor Renato! Good morning and good news! Doctor Guy can receive us the coming monday at Sheba Medical Center. The cells grew very well, they are approved for protocol in Israel”. ✨✨✨
Não perca, nunca perca, jamais perca tua força, tua coragem, tua fé.
  • O amor e o carinho de todos vocês, perseguidoras e perseguidores, me impulsiona como uma malabarista que voa pelo céu encantado em seu trapézio mágico. O amor e o carinho da minha família e amigos é o que me mantém firme e forte até aqui, com desequilíbrios e tropeços, sim. Mas com muito aprendizado. Não foram dias fáceis, não tem sido nada fácil e tampouco será daqui por diante. Mas, com fé, força e coragem, chegará o dia em que vamos emergir juntos lá do fundo desta tempestade - e então bastarão algumas braçadas e já estaremos do outro lado da margem deste mar revolto. O lado da cura. Amanhã, já posso voltar a comer batatinha em casa. E vamos em frente. 💪🏻 #bepositive
  • A dinda vai cair e levantar quantas vezes forem necessárias para te ver crescer e florescer em um mundo lindo de rosas amarelas, meu pequeno Johnny. 💛
  • Mais uma etapa vencida; mais três corações explodindo de felicidade de voltar pra casa. Em frente. 👊🏻 #bepositive
  • Uma ideia criativa de servir pão (vou imitar) y otras delícias do Bell Café: couve-flor, kebab e húmus (sempre ele!). #telavivfood 😋
  • Se você não vem comigo, nada disso tem valor. De que vale o paraíso sem amor? Se você não vem comigo, tudo isso vai ficar. No horizonte esperando por nós dois.