Coisas bizarras que você só descobre quando está grávida

Caiu nas minhas mãos um livro que muitas vezes pensei em escrever. O que me impediu foi que nunca fiquei grávida para falar com conhecimento de causa. Reverencio, portanto, Fernanda Oliveira, autora de “Coisas Bizarras que Você só Descobre quando está Grávida”. Porque vamos combinar: ok, eu nunca fiquei grávida, não sou mãe e tal, mas não vem querer me contar que só existe beleza na gravidez. Tenho amigas na volta e agora uma irmã no quinto mês de gestação que estão aí para desmentir qualquer conto de fadas 100%.

Olha!

coisas-que-voce-so-descobre-quando-esta-gravida-bizarras-691820_L1O LIVRO DE FERNANDA!

O corpo, a barriga, seios, dentes, pelos, pés, desejo sexual, útero… Todos esses temas aparentemente esquecidos em prol apenas de uma criatura que se desenvolve no ventre materno, são abordados por Fernanda de forma simples, direta e muuuito divertida. O livro é um papo de gestante para gestante, uma conversa sem rodeios sobre o que a maioria das pessoas não costuma informar ou avisar às grávidas.

woman-yelling-istock-de20COMO O QUÊ, MARIANA?

Como incontinência urinária, por exemplo. “Espirrou, mijou. Tossiu, mijou. Riu um pouco mais enfaticamente de alguma piada, mijou. Haja autoestima (e absorvente nessa hora!)”, ela escreve. Fernanda faz questão de frisar: não é médica, nutricionista, enfermeira, fisioterapeuta, esteticista. Mas se orgulha de ter construído uma síntese do que toda essa gente ensinou. Fernanda é psicóloga com especialização em saúde mental, também tem mestrado, doutorado e formação em psicanálise.

FernandaOliveiraokMUITO PRAZER, SOU A FERNANDA

Dicas de alimentação, cuidados com a higiene bucal, a importância da massagem e drenagem para amenizar inchaços e como lidar com palpiteiros de plantão também fazem parte do livro. Separei alguns trechos que achei mais… Bizarros!

Olha!

infeccao_urinaria_na_gravidez_e_seus_perigosEntre todas as coisas
que você só descobre quando está grávida,
porque ninguém ousa comentar assuntos como esse,
uma das mais inconvenientes
tem a ver com o funcionamento intestinal.

Vou falar sem rodeios:a gestante costuma ter MUITOS gases.
(…) Outra informação fundamental:
o intestino da grávida tende a ficar mais preguiçoso,
podendo gerar indesejados episódios de prisão de ventre
ou chegando ao extremo de provocar hemorroidas
nas gestantes mais desafortunadas.

imagesA minha testa virou um campo ninado de cravos.
Limpeza de pele pra cá, esfoliação pra lá,
lavagem várias vezes ao dia,
as coisas melhoraram um pouco.

(..) Quem pensa que sucumbi à paranoia absoluta

ainda não viu como são feitos os melasmas –
manchas escuras que aparecem na pele de muitas grávidas.
Às vezes surgem na região do buço,
assemelhando-se a um patético bigodinho.
Para sair, depois, é uma desgraça.
Só com tratamentos caros à base de ácidos ou laser,
que você não poderá fazer durante a gestação.

woman-yelling-istock-de20ELA NÃO FALA DE NADA BOM, MARIANA?

Fala, claro! Fernanda também dá várias dicas para lidar com esses infortúnios. Ela conta que é muito indicado a uma grávida exercitar-se – e que optou pelo pilates duas vezes por semana. Queria trabalhar postura e fortalecimento muscular e achou uma ótima escolha. Disse que não sentiu as dores na coluna e nas costas que tantas grávidas reclamam.

Também indica massagens antiestrias com óleo de amêndoas ou hidratante. Na barriga, no quadril e nos seios – mas não nas aréolas, que devem se manter sequinhas. É importante massagear diariamente e com vigor, ela escreve, sentindo a região esquentar um pouco. Esse calorzinho indica que a massagem atingiu a derme, camada profunda da pele, onde nascem as estrias.

mulher-positivoVALEU POR ESSA DICA, FERNANDA

bento1MAS TU NÃO ESTÁ GRÁVIDA

mulher-blusa-vermelha-nao-quero-ver2QUANDO O ASSUNTO É ESTRIA, QUEM PRECISA?

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.