Enquanto a resposta da Nina não vem

Mandamos ontem no final do dia o e-mail para a Nina, e eu fiquei de boca aberta com a quantidade de comentários e manifestações no Facebook! Não só de boca aberta, mas escancarada! Esse cachorro vai ficar insuportável, hein? E a culpa será toda de vocês.

EU TENHO OS PÉS NO CHÃO

Os pés, não. Essas malditas patinhas que ele não para de lamber. Aliás, Bento ganhou um apelido ótimo do Chico, que nos fez dar mortal de costas de tanto rir. Tchan, tchan, tchan, tchan… Senhoras e senhores, com vocês….

LAMBENTO PATINHAS!

PPPPFFFFFFFF!!!

HAHAHAHAHAHAHAHA!!

MUITO BOA, HEIN, MARIANA!!?

EU NÃO ACHEI GRAÇA

Não achou graça, mas está merecendo o apelido. A menos que esqueça que as patinhas existem – e o meu saldo bancário também, já que ele dá os últimos respiros por causa da tua farmacinha que não para de crescer. O que tenho para contar de novo, além da espera ansiosa pela resposta do e-mail da Nina? Bem, tenho para contar que consegui cumprir minha meta de ontem em relação ao livro e que hoje pretendo não só bater, mas superar a meta. E que fiz as contas e terei que trabalhar neste sábado e neste domingo a fim de não ficar desesperada quando minha licença começar a chegar ao fim e eu temer não enxergar o fim do túnel.

VAI DAR TUDO CERTO

Atendendo às manifestações de apoio, vou incorporar estudos de etiqueta neste blog.

ADORO!

Lembrei de mais uma questão que eu e Chico debatemos há hoooras. Seguinte: eu aprendi na minha casa, com meu educado pai, que o homem deve sempre sentar-se de frente para o garçom nos restaurantes – para poder chamá-lo e coisa e tal. Repassei essa informação ao meu marido, que julgou procedente e passou a adotá-la. Obviamente, nós reparamos em casais em restaurantes e percebemos que nem todos concordam conosco (eu acredito que muitos nem reparem nisso).

FUI PESQUISAR NOSSA CONDUTA!

Diz a etiqueta:

Ao entrar no restaurante, o homem vai à frente da mulher ou lado a lado, se há espaço. É o homem quem puxa a cadeira para a mulher sentar-se. Quando há maître é ele quem vai à frente, em seguida o homem e depois a mulher. O homem indica o lugar para a mulher, que senta ajudada pelo garçon. Os cardápios são distribuídos para o homem e mulher, cabe ao homem transmitir o pedido, enfim, tudo que a mulher precisar. Se vier um casal amigo cumprimentá-los, o homem deve levantar-se. Ao sair do restaurante, a mulher vai à frente, ou lado a lado. Cabe também ao homem pedir capa, guarda-chuva e sombreiro se houver, como também abrir a porta de saída.

FIQUEI PENSANDO…

Se cabe ao homem indicar o lugar onde a mulher deve sentar-se, calculo que, na nossa etiqueta dos dias de hoje, cada casal deva criar a sua própria regra – ou não criar regra nenhuma se não quiser. A nossa regra mantém os ensinamentos do meu querido pai: homens sempre de frente para o garçom.

Ouviu, Bento?

TU VAI ME DAR DINHEIRO PARA LEVAR A NINA AO PUPPI BAGGIO?

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.
  1. Estamos ansiosas por este encontro, agora que o Bento já sabe que deve ir na frente e fazer os pedidos. O Bento já sabe que está abafando e é inevitável que ele fique se achando. Você vai ter que suportar isto, Mariana. Você que deu este sucesso a ele. Um abração!

  2. bom dia !! Mariana!

    Que lindo o bento esperando a resposta da amada rsrr.
    Olha o nsso cãozinho tambem fica lanbendo a patinha e querendo arrancar io rabo .
    Desde pequinininho ele mama apatinha dos ursos dele parece que ta mamando na mae dele ,bom a veterinaria dele disse que isso é bom pq acalma ele e tambem distrai enquanto ta em função de mamar o urso ele não lembra da pata e do bendito rabo .Quem sabe se voce conseguisse diatrair ele com algo ele esqueceria das patinhas ,tenta dar um urso para ele .

    beijosssssss

  3. Marii, tu é a dona do animal, tu que fez ele conhecer a fama, a culpa é toda tua!!!
    O Bento é um sucesso, um fenômeno, todos nós estamos apaixonados por ele e te agradeco por ele poder fazer parte da minha vida também!!
    Bento, com certeza a Nina vai aceitar o teu convite e quem sabe até nesse fim de semana vocês já se encontrem!! Boa sorte!

  4. Mariana, torcendo muito para que consigas terminar teu livro e esperando a resposta do e-mail. Esse encontro tem que ser “o acontecimento”.

  5. Também fiquei espantada com o número de comentários e eu nem tiha lido ainda. haha
    É, talvez o Bento esteja muito ansioso, por isso lambe as patinhas. Ele precisa socializar. hahaha
    Tenha um bom dia, e bem produtivo!
    Bj

  6. Acho que este encontro deveria ser em tempo real! Sabe nos jogos de futebol? Cada gesto seria devidamente registrado por todos os leitores. Estou ansiosa para ver a reação de cada um no encontro de Bento e Nina. Bjs !

  7. Meu Bruce também é todo alérgico, se bobear, tem alergia até de água. Já tentamos de tudo que tu possas imaginar, atualmente o alimentamos com uma ração específica para cães “sensíveis”, a base de salmão, vê se pode. Sem contar que ele é proibido de comer qualquer outra coisa (lógico que às vezes ele escapa, ninguém é de ferro). Uma dica do adestrador e do veterinário que o atendem é mantê-lo em atividade, isso faz com que ele se estresse menos e o sistema imunológico trabalhe corretamente. Sabe que essas verrugas que aparecem neles, embora seja um vírus, elas se aparecem devido a baixa imunidade. Como ele passa bom tempo sozinho, embora em resida numa casa com quintal, cães num todo precisam de atividade. Sei que passeias com o Bento todas as manhãs (infelizmente eu não consigo), mas quem sabe tenta um “passeador” para sair com ele mais vezes durante o dia, quando estive de férias e nos exercitávamos diariamente a melhora foi substancial.

    Por ora é isso, rsrsr… Desejamos um ótimo final de semana a vocês, com muita produtividade pra ti, e muitooo romance pro Bentooo!

    Beijos meus e dos Dogs!

  8. Oi, Mariana! A minha york também se lambe o tempo todo e descobrimos que é ansiedade. Por consequencia, as patas ficam avermelhadas o que parece ser alguma alergia. Mas quando damos um brinquedo diferente ou um ossinho (seguido quase sempre de um SHHHHHTTT! E um cutucão a la César Millan), ela para. Foi a única solução.
    Bjs!

  9. Aline, tu tem toda razão. Eu já percebi que quando ele tem mais atividade durante o dia, esquece mais das patinhas. A Rosa, que trabalha aqui em casa três vezes por semana, passeia de tarde com o animal. Ou seja: faço de tudo. Hahaha! mas vamos tentando… Eu percebo que quando vamos pra fazenda, onde tem campo e tal, ele entra numa espécie de Nirvana e esquece completamente que tem pata. É incrível. Deve ser da origem budista do Tibete!!! Bjo. MK

  10. Bacana, não tinha pensado que o lambe-lambe tinha a ver com atividades e stress.
    Vou tentar prestar mais atenção por aqui.

    Estamos esperando a resposta da Nina, tão ansiosos quanto o Bento.

    Bjs e boa sorte!

  11. Queria dizer que li tua coluna num momento muito dificil, e agradeço muito por me oferecer momentos de reflexões das quais não pensei ser tão fácil sentir as vezes passamos por tantas dificuldades que a simplicidade de se resolver tá em deixar a vida ser um eterno drama e começar a transformá-la em comédia.

  12. A coisa ta ficando bem seria porque quando vejo um cachorro na rua da mesma raça, ou parecido, com o Bento eu penso (se estou sozinha) ou falo (se tem alguém comigo): olha, um Bento.
    Eu morro de vontade de cruzar com vcs hr dessas pra poder dar umas lambidas nele. O problema é que agora ele é comprometido e acho que a Nina não vai gostar!!!!

    Beijos

  13. Gabriela Lorenzet, eu tbm sinto vontade de encontrar com eles, mas infelizmente, meus cachorros, embora queridos e expressivos como o Bento (creio que seriam bons amigos) não possuem “classe” suficiente para circular pelo Parcão, heheheheh…

    Bora promover a Confraria do Pijama (parece que ficou esquecida, mas eu me lembroo)… E em seguida a Confraria dos peludinhos!!!

    Bom final de semana!!!

    Bjooo

  14. #bestfriend
    Concordo com a Gabriela, tem muitos #bentosporaí, ele não tem um superbestfriendforever??!! Tipo melhor amigo… pra falar sobre a namorada.

  15. Oi Mariana,tb temos um lhasa o GUCCI que vive lambendo e chupando as patinhas,por isso tb colocamos um apelido nele de chupapatas,tem dias q n adianta sair ,andar na rua ,n adianta nada,ele só quer saber de se lamber.Ja tentei de tudo,trocar ração ,sprays,brinquedos novos etc,agora vou tentar um floral que a veterinaria me indicou.Adoro o BENTO!!!

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.